terça-feira, 4 de abril de 2017

Juventude

A Câmara Municipal de Évora dinamizou, na semana passada, uma sessão com vista à elaboração de um Plano Municipal da Juventude. Passados 3 anos e meio parece que acordaram para uma promessa eleitoral. Pouco se sabe sobre o que saiu da sessão e qual o plano futuro, mas o facto deste Concelho precisar de uma aposta séria nas políticas para a juventude não merece qualquer dúvida.
Os jovens portugueses atravessam, há muitos anos, um momento crítico. Às dificuldades financeiras em casa, acresceu uma crise económica que promoveu desemprego e emigração. Uma região como a nossa, em contração demográfica, não pode dar-se ao luxo de não aproveitar os seus jovens e, como tal, tem de criar condições para que estes encontrem um futuro digno na região.
Espero que a sessão da passada semana tenha sido apenas o arranque de um debate amplo e plural e que adivinhe algo bem mais produtivo do que o trabalho realizado ao nível do Conselho Municipal da Juventude de Évora. Não me atreverei, por agora, a lançar propostas, porque sei onde estão as soluções: nas dezenas de associações juvenis do nosso Concelho que há anos desenvolvem um trabalho meritório e que tenho a certeza que têm em sua posse os diagnósticos e propostas necessárias. Saibamos ouvi-los, ouvi-los efectivamente, para além de sessões para a fotografia.
Muitas são as expectativas e propostas, algumas delas, aliás, já explanadas em reuniões do Conselho Municipal da Juventude. Mas… Que espaço há para ouvir? Que espaço há para apresentar proposta? Qual o papel dos jovens nas dinâmicas do Concelho? Acima de tudo: Qual a verdadeira estratégia para o nosso Concelho? A resposta está para além de sessões de propaganda e de políticas centradas nos próprios umbigos.
Até para a semana!

Bruno Martins (crónica na radio diana)

21 comentários:

  1. Não seria mais adequado chamar ao "A cinco tons" antes "Crónicas da Rádio Diana"?
    Isto há uns anos era um blogue local. Era.
    jmc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belos tempos!

      Eliminar
    2. Era para ter escrito: "Isto há uns anos era um BOM blogue local"
      jmc

      Eliminar
  2. Oh camarada Bruno, já que o teu partido quer acabar com os empresários, toca a fazer uma lei para pores esses jovens todos a criar postos de trabalho.
    É só fazer a lei.

    ResponderEliminar
  3. mais um a querer juventude; "deixai vir a mim os pequeninos que deles é o reino dos céus" Padre Frederico (2004).

    ResponderEliminar
  4. Mais do mesmo, estas crónicas do Bruno já chateiam e só cheiram a eleitoralismo. Queres votos? Queres trabalhar com a juventude ? E a juventude quer trabalhar contigo? Estes clichés que usas na crónica já nós os ouvimos há 40 anos . A maior parte dos jovens quer a solução de problemas muito concretos, deixa-te de conversinhas e apresenta propostas concretas : como se cria mais emprego? É a câmara que vai dar esses empregos? Ouvem-se os jovens e depois?
    Há consequências ? Há a possibilidade de efctivar os anseios dos jovens com uma câmara falida e uma região que não os consegue fixar, tal como acontece noutras regiões do interior do país ?Qualquer dia ainda vens dizer que os problemas do BES e do futebol nacional ( já para não falar na desgraça do futebol local) são culpa desta câmara. Deves achar que o povinho é todo parvo . Olha fala lá com as manas filhas do bombista Mortágua a ver se elas sensibilizam o governo, que o teu partido apoia, para o desenvolvimento económico do interior do país. Assim é que davas uma grande ajuda porque só falar não chega. Trabalha, rapaz que ninguém te vê a dar um contributo positivo, é só bater, só bater. Assim até eu fazia umas crónicas para a rádio mas eu não quero ser eleito, ao contrário de ti que gostas de receber umas senhas de presença para ires para a assembleia municipal ler uns textos que alguém te escreve. Onde andas, Miguel Sampaio ? Tu não vês a miséria intelectual a quem entregaram o Bloco de Esquerda? E o moço insiste, insiste apesar de ninguém subscrever o que ele diz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é que é mesmo, tem toda a razão.
      jmc

      Eliminar
  5. Mais uma vez um apelo ao Bloco,a tragédia na Universidade (2 trabalhadores perderam a vida no seu posto de trabalho, por falta de condições) deve ser Denunciada,até agora não houve Coragem por parte de partidos nem sindicatos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apelo ao Bloco para resolver alguma coisa ? Ahahahha a especialidade do bloco é o bota abaixo , alguém já os viu a fazer alguma coisa ? Tá quieto que isso é para os outros, aos intelectualoides como o Bruno basta arrear no teclado que o resto faz calos

      Eliminar
    2. O António Costa encostou os bloquistas e os comunistas às boxes. Dali não conseguem sair. O Costa com uns discursos inflamados mantém-os paralisados e de resto vai fazendo o que pode para imitar o Passos Coelho.
      Grande estadista!

      Eliminar
  6. Parabéns à Câmara Municipal por mais esta iniciativa . O mês da juventude tem sido muito dinâmico , há muitos anos que Évora não conhecia um trabalho tão próximo com os jovens.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai mas é falar com os jovens para ver o que dizem
      É tudo para a fotografia porque os jovens só são chamados quando tudo está decidido

      Eliminar
  7. A candidata do PS apresentou-se ( a cerca de 2 meses) com bastante garra,mas "desapareceu",durante todo este tempo não houve uma "alma" socialista que viesse a público dar-lhe apoio...................

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é verdade, mas lá mais para a frente o tribuna do Alentejo dá a mão à candidata e coloca notícias todos os dias sobre a propaganda necessária. Como se sabe os vários sócios do tribuna são todos do aparelho do PS

      Eliminar
  8. Vergonha,morre-se a trabalhar em Évora (numa instituição pública),o caso é abafado.

    Nem ACT,partidos,sindicatos,comunicação social e outros........

    Ser afilhada(o) de Durão Barroso tem muita Força.

    ResponderEliminar
  9. Partidos em dificuldades em constituirlistas nas freguesias.......................o vazio de propostas,a luta pelo poder,leva a muitos cidadãos a afastarem-se dos partidos do sistema.

    ResponderEliminar
  10. As campanhas já não mobilizam os cidadãos,falta de criatividade,de ousadia por parte da classe politica,novos rostos(sempre os mesmos),um debate aberto plural e com todos está por fazer................

    ResponderEliminar
  11. Os jovens querem é copos e farras, são poucos os que verdadeiramente se interessam por alguma coisa e quando se interessam é por puro oportunismo, como é o caso das juventudes partidárias ou dos presidentes das associações académicas. Tanto quanto me lembro os jovens só se dirigiam à câmara para pedir apoios para isto e para aquilo. Quando eram chamados a participar , tá quieto, era só desculpas. pergunto eu : os jovens querem ser ouvidos? E sobre o quê? Até que horas podem fazer arraiais? Nem sei porque é que a câmara se dá ao trabalho de insistir em envolver os jovens. O «jovem», esse eterno jovem Luis sampaio parece ser o único que, apesar de quarentão, continua a mexer-se para ver se se governa com uns subsidiozinhos do IPDJ, depois de intimidar as funcionárias com queixas para aqui e para ali, consegue tudo o que quer. Pode ser que o novo director o ponha no lugar, isto é a trabalhar como qualquer adulto maior de 40 anos. Este é o outro lado da juventude : só se mexem se ganharem alguma coisa. Estou farto desta marmelada da juventude para aqui e da juventude para ali. Estudem e trabalhem que é para isso que o país investiu neles

    ResponderEliminar
  12. Oh Bruno, coitadinhos dos jovens... o que não falta por aí é trabalho , eles é que não o querem fazer porque são senhores doutores e os senhores doutores são gente de mão limpa. Olha, há empresas que estão a recrutar pessoal de fora porque não conseguem mão de obra local, sabias disto ? O que há mais é jovens licenciados em cursos da treta, porque os pais inisitiram que tinham que ter um canudo, e em vez de fazerem uma formação para o mercado de trabalho estão em casa a coçar a micose porque há partidos como o Bloco de Esquerda que têm uma visão miserabilista . Há trabalho sim. A juventude quer fazê-lo? Não.

    ResponderEliminar
  13. Alguém sabe no que deu a auditoria do IPDJ à associação do Luis Sampaio, esse jovenzinho socialista , manipulador e controlador do movimento associativo juvenil do concelho de évora? Os jovens são tão parvos que se deixam levar pela lábia dele para conseguirem chular o IPDJ. Olha para estes jovenzinhos , Bruno Martins, tu até os deves conhecer porque , tal como tu, também andam à mama de uns tachozinhos políticos, daí tanta empatia e preocupação com os jovens. Vão mas é todos trabalhar que têm bom corpo, incluindo o Bruno Martins do qual só se conhece a língua viperina. É desta miséria de políticos que não precisamos.

    ResponderEliminar
  14. Os Eborenses querem regressar ao Socratismo ?


    Foi essa rapaziada que geriu o municipio,e a candidata PS é fruto do sócratismo,dividas e negócios.........

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.