quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

ONDE NOS LEVA ESTE CAMINHO?

Vivemos tempos demasiados confusos e de difícil compreensão. A eleição do atual presidente dos Estados Unidos trouxe ao debate público matérias que há uns anos atrás eram impensáveis de sucederem. Refiro-me concretamente ao que é dito por alguma comunicação social a despeito da competência e da sanidade do Presidente Trump. Não sei se é verdade o que se publica, porque desconheço as razões dessas afirmações.
Com efeito, a ser verdade que o Presidente da maior potência mundial é um impreparado e “pouco normal”, para não usar alguns adjetivos utilizados pela comunicação social, talvez fosse de colocar uma pergunta que para mim é bastante óbvia: como é que chegou ao mais alto cargo de uma nação um individuo que não tem qualidades para o exercer, se o mesmo fora sujeito a um sufrágio universal e direto?
Partindo da premissa de que é verdade o que dizem os detratores do Presidente Trump, talvez possamos concluir que a esmagadora maioria dos seus votantes ou estava mal informada, ou no mínimo, é totalmente irresponsável. Duvidando que estas duas condições sejam reais, só poderemos concluir que a maior parte dos americanos sente-se defraudada com a anterior presidência.
Porém, o presidente Obama tinha uma grande aceitação na media internacional e europeia. Todos se devem lembrar do slogan da campanha do presidente Obama; “YES WE CAN”, nós podemos. Fora criado um sentimento de esperança e de mudança muito grande no mundo ocidental. Só que povo americano na sua maioria não sentiu nas suas vidas a mudança proclamada e por isso votou no candidato republicano.
Ora, há um aspeto que eu tendo a concluir: A opinião publicada rara vezes vai ao encontro das expetativas da maioria e, numa democracia são as maiorias que determinam o modo como realizar o futuro, sem obviamente o desrespeito dos direitos das minorias. Porém, temo que os poderes que interferem na formação da opinião pública, não querem ou ainda não perceberam. E, quando muitos começam a estar insatisfeitos, normalmente, e, aqui a história poderá ajudar-nos, sucedem inevitavelmente conflitos belicistas. Mais ou menos generalizados. É isto o que pretendem? Então continuem a caminhar no mesmo sentido.

José Policarpo (crónica na radio diana)

5 comentários:

  1. PSD em Évora não é Alternativa,com esta crónica um dos principais dirigentes de Évora vem de maneira envergonhada defender Trump,nestes ultimos dias os Eborenses ficaram mais elucidados com a classe politica eborense,uma senhora desconhecida ,sem projeto fazer de conta que quer ser presidente de câmara,agora um PSD Trumpista,Basta............eu já desconfiava que a maioria dos dirigentes politicos cá do burgo são fraquinhos e vazios em ideais.

    ResponderEliminar
  2. Dois anos passados sobre os acontecimentos na Universidade(dois mortos) e ainda não foram constituidos arguidos os responsaveis.

    É uma Vergonha,a ACT nada faz.

    ResponderEliminar
  3. Onde nos leva o PSD sabemos nós , aqui e no resto do País . É um caminho sempre em direção à ruína seja com este cronista ou com a Sónia Ramos, outrora Ferro, que está à frente da segurança social com a mesma perspetiva liberal com que o psd levou os portugueses à desgraça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda vais ter que gramar o PSD. Que vai ganhar as próximas eleições com uma larga maioria absoluta.
      Por enquanto o povo ainda só anda perplexo com o Governo do Costa. Quando o aldrabão acabar com o dinheiro que o PSD/CDS cá deixou vais ver o povo a apupá-lo por todo o lado. Ainda só se nota no preço da gasolina mas vai notar-se em tudo.
      O PSD, mais que o CDS está a fazer uma oposição inteligente ao PS. Por isso é que o Costa anda tão irritado, inquieto. Quando abre a boca é só para atacar o PSD. Ele não percebe como, mas percebe que o PSD lhe anda a fazer a folha com uma grande pinta.
      Assim dá gosto ver o Costa Valentão, inventor da vaca voadora, à rasca sem saber o que fazer à vida. Depois diz que o Governo está a cumprir. Mas tem pena do PSD porque este não apresenta propostas. Pois, está a aguentar-se à conta do trabalho feito pelo Governo do PSD e como o dinheiro se está a acabar e os estrangeiros já começam a desconfiar da fartura e já pedem juros altos para lhe emprestar a massa, o gajo queria que o PSD lhe desse ideias para ele as usar em benefício próprio. Aguentar-se no Governo. Mas não se vai safar. O PSD não lhe vai dar baldas.
      Arreda Satanás.
      Arreda Diabo lá para a rua,
      Que esta casa é dos portugueses não é tua!

      Eliminar
  4. O cronista e outros responsáveis pelo PSD Évora defendem projectos de futuro para o território que habitamos, tendo em conta as pessoas e o seu bem estar.
    É necessário ter politicas públicas para alavancar soluções e o PSD reune todas essas capacidades.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.