quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

DE BURACO EM BURACO

No domingo passado quando me deslocava de carro entre a rotunda que dá acesso à estrada de Redondo e a outra que vai no sentido da “rampa” que, permite o acesso ao seminário, na avenida da Universidade, deparei-me com um buraco na estrada, na faixa de rodagem da direita. Para além do perigo que, um buraco, com cerca de 1 metro de diâmetro representa para quem aí circula, é absolutamente incompreensível o mesmo não estar sinalizado.
As estradas municipais, como é o caso da Av. da Universidade, são da jurisdição camarária. Por isso, cabe à Câmara Municipal cuidar do estado de conservação de todas as estradas municipais. Infelizmente são inúmeras as estradas do concelho de Évora que necessitam de intervenção, ao nível da manutenção e da reparação. Por serem muitas as estradas nestas condições, permito-me das não enumerar.
Com efeito, poderá a Camara Municipal invocar que não tem verbas para acudir às necessidades de manutenção do traçado rodoviário municipal. Mas uma coisa é certa, não é preciso verbas adicionais para que o departamento que gere as estradas municipais, pelo menos, esteja informado, no dia-a-dia, das ocorrências verificadas nessa rede viária.
Na verdade, e, voltando ao buraco que referi no inicio desta crónica, de duas, uma: ou os funcionários do departamento de trânsito da Câmara Municipal não estavam informados e, deviam, ou, então, fizeram de conta que não sabiam. Eu não quero acreditar que seja verdadeira esta última premissa.
Ora, automobilistas, motociclista e ciclistas o que pretendem é que as estradas estejam em condições que permitam uma circulação segura, por isso, se a Câmara ainda não teve oportunidade de proceder à reparação do buraco em questão, pelo menos, o mesmo devia estar sinalizado. E, para isso, bastava darem indicações aos funcionários para o fazerem. Se o fizessem, tantos os habitantes, como todos aqueles que circulam, diariamente, nas estradas municipais do concelho de Évora, estou em crer que agradeceriam.

José Policarpo (crónica na radio diana)

10 comentários:

  1. José Policarpo,finalmente viu um buraco,tarde de mais,eles os buracos são mais que muitos,BES,BPP,BPN,CCD,BCP estes não são buracos são crateras que levaram o País para o buraco,já agora podia falar em mais um buraco (Ordem dos Enfermeiros) onde uma distinta companheira sua prof.na Universidade de Évora parece ser cumplice de um grande buraco na respetiva Ordem,com dizia o outro "buracos há muitos seu palerma".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tu queres tê-los todos tapados.

      Eliminar
  2. Na Ordem dos Enfermeiros o pessoal do PSD parece que fez daquilo uma coutada.

    ResponderEliminar
  3. O que se passa na Ordem é Gravissimo e envolve gente ligada a Universidade e ao PSD.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O PSD é um partido gravíssimo mas as vilas alentejanos estão numa tristeza franciscana com as câmaras e as juntas nas mãos dos comunistas. Há dezenas de anos.
      É obra!

      Eliminar
  4. Ora aqui está um texto que exemplifica bem o quanto a nossa classe politica anda à parte da realidade... O Senhor encontrou um buraco, e ficou profundamente espantado com isso. Ao ponto até, de vir aqui tecer uma crónica... Pois caro senhor Policarpo, Évora está cheia de buracos... Há buracos nas estradas, há buracos nos passeios, há buracos naquele terreno baldio a que chamam de rossio, há buracos por todo o lado... E o senhor só encontrou um?!? Pare mas é de olhar para as estrelas, e olhe para baixo, para a realidade...

    ResponderEliminar
  5. Deixe lá Sr. Policarpo quando o senhor concorrer às eleições para a Câmra, e não ganhar, ao menos poderá nas reuniões denunciar estes e outros buracos que por ai há..
    MdM

    ResponderEliminar
  6. A estrada dos Canaviais está uma desgraça.

    ResponderEliminar
  7. O Presidente Pinto de Sá foi aos Canaviais papar o almoço e viu o uso de Herbicidas nas ruas e o estado do alcatrão, mas está-se cagando para resolver os problemas.
    O João Oliveira, deputado, só sabe berrar na Assembleia.
    Ao que isto chegou...

    ResponderEliminar
  8. CDU,BLOCO e PSD são estas as forças politicas que vão a "jogo"nas autárquicas.

    PS "desistiu" em nome do Pacto de Não Agressão.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.