sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

'Diário do Alentejo' desta semana.


Apesar do Poder Local, o Alentejo perdeu metade da população em 40 anos. É obra!

9 comentários:

  1. A ilustração da capa está muito bem conseguida. parabéns ao autor.

    ResponderEliminar
  2. Manifestamente exagerada a afirmação que fala em perda de metade da população em 40 anos.
    O problema da perda de efetivos é grande. Tão grande como grande é o exagero da afirmação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vivó o poder local, carago!
      O melhor é o da Esquerda, carago!

      Eliminar
  3. Mas que grande mentira.
    A verdade, comprovada pela estatística, é que:
    1
    Depois de décadas a perder população,
    2
    "Quando o poder chegou às mãos do povo":
    a população cresceu de forma constante e sustentada.
    Em paralelo com a natalidade, o emprego, e a qualidade de vida.
    3
    Quando "meteram o socialismo na gaveta", e acabaram com a Reforma Agrária:
    a população voltou a diminuir de forma constante e continuada, até hoje.

    Não foi o povo que meteu o socialismo na gaveta.
    Foram os traidores ao povo.

    ResponderEliminar
  4. a culpa não é nossa, é dos outros!

    ResponderEliminar
  5. Um dia esta Esquerda obsoleta vai cair.

    ResponderEliminar
  6. Os gajos do Bloco de Esquerda apanharam-se no poleiro e já não querem outra vida.
    Os trabalhadores que se lixem.

    ResponderEliminar
  7. https://www.youtube.com/watch?v=N2bhGvrEDMs
    Se o imóvel em ruínas cair para dentro do espaço autarquia não pode intervir se cair para fora via publica autarquia já pode intervir,vindo de um presidente até parece mentira,o imóvel em ruínas e com possibilidade de derrocada é sempre um perigo autarquia tem que notificar o dono do imóvel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se já tiver notificado o dono do imóvel, está tudo bem?
      E que raio de dono é esse que desconhece ter um prédio em ruínas?

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.