terça-feira, 13 de setembro de 2016

JS junta-se às críticas à falta de limpeza da cidade de Évora



Carta Pública
Saneamento Urbano da Cidade de Évora

Exmo. Senhor
Carlos Pinto de Sá
Presidente da Câmara Municipal de Évora

Évora já não é o que era. Évora está pior. Évora está suja!
Não é preciso andar muito para encontrarmos sinais de falta de cuidado com a limpeza e a manutenção da nossa cidade.
Em volta da muralha, o que era para ser um espaço verde, está a tornar-se num espaço cheio de ramos e ervas que por pouco não chegam à estrada, destruindo assim um dos pontos de acesso e cartão de visita da cidade. Sendo certo que já começaram a ser tomadas medidas, precisamos de certezas relativamente à manutenção daquele espaço tal e qual como foi imaginado de início.
É chocante passar por algumas zonas da cidade e nela encontrar vários sacos de lixo espalhados no passeio. Por todo o lado crescem ervas e ramos secos colocando em causa a segurança dos munícipes como há bem pouco tempo tivemos oportunidade de assistir. É ainda mais chocante estar no principal ponto turístico da cidade e ver eborenses e turistas incomodados com o cheiro a lixo que se faz sentir.
Em todas as freguesias há sinais de falta de limpeza e de cuidado com a manutenção das estradas e dos passeios.
Para os peões o cenário não muda. Com os passeios repletos de ervas e de buracos, torna-se quase impossível a passagem em segurança.
Será preciso acontecer alguma tragédia para que vejamos a Câmara Municipal de Évora a actuar?
Foi de facto impressionante ver o empenho da Câmara Municipal e dos seus funcionários na reabilitação de espaços pertencentes a proprietários privados.
Pena é que tal empenho não se veja nos espaços públicos da responsabilidade da Câmara Municipal de Évora.
Uma cidade património mundial e capital de distrito merece mais. Muito mais!
Entristece-nos ver o que Évora já foi e no que Évora se está a tornar sem que os seus órgãos executivos se mostrem minimamente preocupados em actuar. Não podemos continuar a ver a nossa cidade a degradar-se sem nada fazermos.
Assim, questionamos directamente o Sr. Presidente relativamente aos passos que pretende tomar para devolver a higiene e a limpeza aos habitantes de Évora e a todos aqueles que diariamente a visitam.
Temos claro outras medidas previstas que cremos desnecessárias se V. Exa e a sua equipa começarem a devolver à cidade aquilo que a têm feito perder ao longo deste tempo.
Neste sentido gostaríamos de ver esclarecidas as seguintes questões:
1 – Quais as medidas efectivas que irão ser tomadas a curto e longo prazo para que esta situação termine em definitivo?
2 – Atendendo ao recente desbloqueio de verbas pelo Governo, qual o número de trabalhadores a contratar para a rápida resolução desta questão?
3 – Quais as garantias existentes para a regular manutenção das máquinas de limpeza, evitando assim o mau cheiro sentido por habitantes e visitantes?
Entretanto continuaremos atentos e a denunciar todos os casos que todos os dias nos vão chegando.
Évora merece mais e continuaremos a lutar pela beleza que sempre a caracterizou.
Évora, 07 de Setembro de 2016
Secretariado Concelhio da JS Évora
Podes consultar aqui a Carta Pública em PDF



18 comentários:

  1. E o que pensa a JS fazer, para além de se sentar comodamente ao computador a escrever cartas?
    Apontar o dedo é fácil.
    É ao apresentar de soluções viáveis, que se devem distinguir...

    ResponderEliminar
  2. Évora já não é o que era. Évora está melhor. Évora está Limpa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só se for à sua porta!

      Eliminar
    2. Aliás, em muitas ruas por sinal.

      Eliminar
  3. Olha outros! acordaram agora. Alguém ouviu os 2 vereadores do PS que abrirem a boca até agora?
    Foi preciso o Bloco de Esquerda levantar a questão para acordarem.
    JS

    ResponderEliminar
  4. Claro limpinha com os óculos comunistas enviados até brilha!
    O Horta e o vereador viajante não foram demitidos porque?O presidente anda perdido nas massagens da assessora e não reage!?

    ResponderEliminar
  5. Nunca Évora esteve tão suja (em todos os sentidos do termo) como durante a presidência do chuchialista Zé das Pachachas. NUNCA!
    Tenham vergonha, meninos imberbes!
    jmc

    ResponderEliminar
  6. Évora limpa de incompetência, compadrios, negociatas e prejuízo do interesse público.
    Fui convidada, aqui no Facebook para aderir ao evento da CM Évora, designado “Évora Limpa”. Convida-se a população a limpar o Centro Histórico, no próximo dia 8. Lamento, porque o convite partiu de um colega de trabalho, mas não posso deixar de escrever o que vou escrever.

    A gestão PS, instalada há 12 anos na CME, gastou mal o dinheiro público: aluguer desastroso de edifícios; contrato ruinoso com as águas do centro Alentejo; protocolo com o ministério da educação sem acautelar os interesses do município; assessores políticos com fartura; aquisições da serviços injustificadas e injustificáveis a jovem técnicos da área mesma politica; criação de empresas municipais só justificáveis porque foram ninho de administradores/afilhados ou projectos e estudos entregues ao exterior que bem podiam ser feitos internamente (só para as piscinas foram feitos pelo menos dois).

    A gestão PS, nos últimos três mandatos foi-se “esquecendo” de dotar os serviços operacionais, sempre com o fito de contratar empresas “amigas” mas foi admitindo técnicos e mais técnicos sempre com base em critérios duvidosos.

    Os eleitos do PS e seus correlegionários (lembram-se do Monarca?) insultou por mais de uma vez os trabalhadores da Câmara de Évora em particular os do serviço de higiene. Até disseram que uma empresa, na altura contratada para o efeito, fazia melhor a limpeza dos espaços públicos do que os trabalhadores municipais. Curiosamente pouco tempo depois rescindiram o contrato com essa empresa. Por imposições legais dos últimos governos, PS e PSD/CDS as autarquias ficaram muito condicionadas na possibilidade de recrutar pessoal.

    A CME não o fez enquanto era possível e porque se endividaram estrondosamente agora está ainda mais condicionada que outras por via do PAEL. Porque estão endividados, porque não pagam os fornecedores, não há viaturas suficientes, não há herbicidas nem produtos para combater as pragas (ratos e baratas) no centro histórico, não há fardamentos…não há nada. O numero de trabalhadores por brigada de trabalho foi reduzido e o recurso a trabalho extraordinário reduzido ao mínimo.

    Entretanto trabalhadores da higiene limpam sanitários públicos só com água ou com lixívia comprada do seu próprio bolso. Dirme-ão: pois mas agora, de facto, não há dinheiro. Mas parece que há dinheiro para a autarquia pagar campanha eleitoral do actual presidente da câmara. São os dinheiros públicos que pagam o último assessor, jornalista de profissão, recentemente contratado e serão os dinheiros públicos a pagar a factura da contratação de duas empresas que limpam furiosamente o espaço público. E agora querem que os cidadãos vão “limpar o centro histórico”. Ou melhor querem que façamos campanha eleitoral pelo PS.

    Facebook - AGOSTO DE 2013

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas palavras ajustam-se na perfeição à actual situação na Câmara. Até o facto do PC pretender que, a um ano das eleições, sejam os municipes a vir limpar as ruas, fazendo, assim - como o comentador refere - campanha eleitoral, desta vez não para o PS, mas de apoio ao PCP. E compadrios por compadrios os da actual gestão não são menores do que os da gestão anterior, tal como a falta de limpeza que é igual.

      Eliminar
    2. Vossemecê parece que está bem desajustado e não deve ser de agora. Abra os olhos e limpe as lentes do óculos para ver melhor.

      Eliminar
  7. O Primo Sá está cá ainda não há 3 anos? Porra, parece uma eternidade. Ele e os amigos, os compadres de sempre e outros mais novos, que já nada percebem da poda, parece que se arrastam por aqui há uma dúzia de anos. Do pior que Évora ja viu depois do 25 de abril.

    ResponderEliminar
  8. E a ecopista, senhores, a ecopista que nunca mais teve o mínimo tratamento desde que esta maioria chegou à Câmara (por não estar à vista?). Se é para deixarem o Complexo Desportivo chegar a este estado mais valia terem-no deixado nas mãos do IPDJ.

    ResponderEliminar
  9. Este comunicado deve ser para rir. Ou os jotas andam distraídos, talvez já a pensar nas praxes que vão inundar a cidade durante dois meses, porque já eram nascidos e já sabiam ler e escrever ( talvez mal ) quando o PS deixou a cidade na miséria em que se encontra com um empréstimo para pagar durante os próximos 20 anos e mais náo sei quantos erros de gestão que levaram a que o atual executivo tivesse que devolver milhões de euroos. Por acaso não leram que a atual câmara vai ter que devolver quase dois milhões de euros de iva indevidamente retido pelo executivo PS? Em final de 2016 ainda se anda a descobrir a gestão danosa do PS que nos compromete a todos : municipes e autarcas ! Oh jovens bebam mais uma superbock e vejam lá se acordam para a vida para não serem a vergonha deste país! Não me digam que o nosso futuro vai assentar nestes jovens que eu ainda emigro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tiveram q devolver 2 milhões de IVA por retenção indevida a responsabilidade não é de nenhum presidente! Nenhum presidente e eleito para tratar de assuntos técnicos .O que é estranho é o director financeiro um tal Pé lêvê não ser responsabilizado pela sua imcopetencia.Então o sr. Presidente Pinto não se pode queixar está a ser conivente co um imcopetencia que prejudica todos os munícipes. Então sr presidente aqui fica o desafio para fazer aquilo que sim, é da sua competência

      Eliminar
    2. Nos 2 milhões está incluído o valor do parecer jurídico externo que o Ernesto encomendou para justificar a não devolução do IVA?
      Já agora, a quem foi encomendado e quanto custou esse parecer jurídico?

      Eliminar
    3. E tu acreditas em tudo o que te dizem? Não vês que metade da informação que te chega pro via partidária é distorcida e a outra metade totalmente mentira?

      Eliminar
    4. Esse parecer encomendado pelo Ernesto, não é mentira porque já vi uma cópia. Um parecer completamente absurdo que deve ter custado os olhos da cara ao município. E não serviu para coisa nenhuma.

      Eliminar
  10. Estes jotinhas acordaram tarde, deve ter sido da bebedeira da véspera. Então agora que anda uma empresa a cortar ervas e a varrer é que estes vêm com um comunicado ? Então onde andaram durante o verão ? Nas bejecas, pois. E agora há que mostrar trabalho aos tios ? Huuummm assim não vão lá.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.