sexta-feira, 30 de setembro de 2016

CME deve milhão e meio de euros às Finanças por erro na formula de cálculo do IVA da água entre 2005 e 2011


Um milhão e quinhentos mil euros é o valor da fatura que a Câmara de Évora vai ter que pagar às Finanças.
A verba diz respeito a uma dívida relativa ao IVA de faturas da água referentes ao período entre 2005 e 2011.
“Havia um problema relativamente à fórmula de cálculo do IVA que era lançado nas faturas de água aos consumidores e a Autoridade Tributária, ao fazer uma verificação, constatou que havia erros que têm de ser agora corrigidos”, conta o presidente do município.
Carlos Pinto de Sá realçou que, inicialmente, a dívida do município às finanças ultrapassava “os dois milhões de euros”, além de “juros de mora, que poderiam atingir mais 400 mil euros, e de uma multa, que pode ser mais 30 por cento do valor da dívida”.
O município contestou a dívida e “o pedido foi parcialmente aceite” pelas finanças, adiantou, frisando que, ainda assim, a câmara “vai ter pagar 1,2 milhões de euros de IVA direto mais 350 mil euros de juros compensatórios”. (ler mais)

4 comentários:

  1. Mais um buraco deixado pelo Ernesto para todos nós pagarmos em IMPOSTOS e TAXAS municipais no MÁXIMO.

    ResponderEliminar
  2. Agora é fácil acusar o antigo presidente(abandonado pelo PS),esta é a prova da má gestão do Partido Socialista durante 12 na autarquia.
    A federação do PS liderada pelo Patinho continua em silêncio perante os vários descalabros do seu partido em Évora.

    ResponderEliminar
  3. Com mais este Milhão os socialistas deixaram-nos uma divida superior a 90 MILHÕES de Euros.

    E o único culpado é o antigo Presidente?

    ResponderEliminar
  4. As facturas (antigas) eram mesmo esquisitas, com graficos errados e meses a menos. Mas agora nao melhoraram. Continuam a ser demasiado inimigas do ambiente. Haja tinta preta nos toners da CME. E depois dizem que aboliram os herbicidas mas de que serve isso se incentivam o desperdicio? Pensar global agir local.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.