quarta-feira, 8 de junho de 2016

Pensar com os pés

Tenho acompanhado com grande preocupação a polémica que envolve a demora da inauguração do complexo desportivo de Évora (campo de rugby e pista de atletismo).
Os desportistas da nossa cidade, conjuntamente, com os grupos desportivos não entendem, nem aceitam o atraso da inauguração de uma infraestrutura, que, tanto quanto julgo saber, estará pronta para ser utilizada e que as entidades públicas, governo e câmara municipal, não conseguem chegar a um entendimento quanto à gestão da sua utilização.
Na verdade, há muito que a cidade e os praticantes de desporto, e, aqui, tenho que relevar a importância do Clube de Rugby de Évora, reivindicam um complexo desta natureza. Porém, só há cerca de dois anos é que fora tomada a decisão que obviou tal pretensão. Por isso, não se compreende e muito menos se aceita, que o complexo desportivo de Évora não esteja já à disposição dos seus potenciais utilizadores. O Governo e a Câmara municipal de Évora sairão muito mal deste impasse.
Tive conhecimento que a região do Alentejo deixará de ter a unidade de neonatologia com a valência dos cuidados intensivos neonatais. “Até agora referenciação é feita para o hospital Espírito Santo de Évora, que possui o título de hospital de apoio perinatal diferenciado, ou seja, trata de recém nascidos a partir das 24 semanas de gestação”. A proposta da actual tutela, todos os recém-nascidos com idade inferior a 32 semanas, deverão ser transferidos para Lisboa. Assim, o Alentejo será a única região do país, a ficar sem uma unidade de apoio perinatal diferenciado.
Por conseguinte, só me apraz recorrer ao provérbio popular: “ Bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz e não o que ele faz”. A “Geringonça” que nos governa apregoa aos sete ventos, que a descentralização e a desconcentração são fundamentais para assegurar a coesão e a justiça social. Porém, decidem o oposto. Só espero que os Alentejanos saibam fazer justiça nas próximas eleições.

José Policarpo (crónica na radio diana)

24 comentários:

  1. O processo do complexo desportivo iniciou-se há 2 anos: um ano e meio como o governo Passos Coelho, cerca de 6 meses com o actual governo.

    A questão da forma de gestão daquele equipamento devia ter sido definida em simultâneo com a elaboração dos projectos (ou seja, há 2 anos!). O governo PSD/CDS teve UM ANO E MEIO para decidir e nada decidiu. Hipocritamente os apaniguados desse governo tentam agora a alijar a TOTALIDADE das responsabilidades no actual governo. Um mau caminho aquele que seguem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A forma de gestão até devia ser prévia à fase de elaboração do projecto de construção. Ou seja: o modo previsto para a gestão de um equipamento deve ser uma das condicionantes a que o projecto de construção deve responder.

      Avançar com um projecto e uma obra de construção de um equipamento sem saber quem o vai gerir é de uma completa irresponsabilidade.
      Vir agora atirar pedras a quem recebeu o imbróglio deixado é, no mínimo, cínico. De qualquer modo espero que respondam rapidamente à proposta da câmara de Évora.

      Eliminar
  2. Este pinante que se vangloriava de as reuniões. Do conselho do PSD em carro de serviço com chaufer. Esta gente não ética nem moral são abutres dos nossos imposto de

    ResponderEliminar
  3. Demagogia barata estamos Fartos.O anterior governo não acautelou várias componentes do complexo desportivo,nomeadamente um conjunto de equipamentos que sem eles o complexo não podia funcionar.
    A gestão era para ser entregue ao Rugby,ignorando a associação de Atletismo.

    Nada disto foi discutido na fase de elaboração do projeto e construção.

    ResponderEliminar
  4. Foi hoje lançado a campanha, Èvora Limpa.

    Espero que não seja apenas propaganda.

    Que Todos participem,desde um maior civismo por parte dos municipes,no depositar dos residuos dentro dos contentores,as embalagens dentro dos ecopontos.

    Por parte dos serviços Mais eficacia na recolha,na limpeza das ruas,na remoção das ervas dos passeios e bermas.

    Mais Brio profissional por parte de alguns funcionários dos vários serviços envolvidos na limpeza.

    ResponderEliminar
  5. A ECOPISTA é só mato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É normal... Tem sido abundantemente estrumado com dejectos de cães e cavalos...

      Eliminar
  6. Esta é a pior Câmara desde o 25 de Abril. Sem ideias e sem trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Évora depois do 25 de Abril ficou mais suja do que estava antes.
      Os mais velhos sabem disso.

      Eliminar
    2. 21:14
      Os velhos também se lembram dos 30 bairros clandestinos, sem ruas e muitos deles sem água, sem esgotos e sem eletricidade, que havia antes do 25 de Abril.
      Os velhos também se lembram da falta de 3 mil alojamentos que havia em Évora, antes do 25 de Abril, o que obrigava muitas famílias a viverem com os filhos casados dentro das mesmas casas minúsculas.
      A gente lembra-se de muita coisa que existia antes do 25 de Abril, e por isso não quer que o tempo volte para trás...

      Eliminar
  7. Sugestão de um Eborense que AMA a sua Cidade.

    A campanha que hoje a CME lançou para uma Évora Limpa,tem que ser Eficaz,os Eborenses tem que ser motivados pelo município,vermos no terreno equipas motivadas e com Brio a Limpar a Nossa Cidade,fiscalização e sensibilização junto dos cidadãos.
    È lamentável ver um grupo de funcionários desde a semana passada junto do pavilhão de moradores do Bacêlo a remover as ervas(trabalho que era feito num dia).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os funcionários da limpeza são os que ainda fazem alguma coisa. O resto é só doutores a dar postas de pescada.
      O Pinto de Sá está ao serviço do partido, não está ao serviço dos eborenses.

      Eliminar
  8. PORRA

    Limpem o matagal na Ecopista.

    ResponderEliminar
  9. Évora Limpa só terá sucesso se tiver o empenho de Todos.

    Mais empenho dos funcionários da Autarquia

    Sensibilização junto dos Cidadãos para manterem a Cidade Limpa e colocarem os resíduos nos contentores.

    Recolha mais eficaz dos resíduos e das embalagens.

    Manutenção dos espaços públicos Limpos de lixos e ervas.

    Fiscalização das esplanadas(algumas delas autênticas lixeiras).

    ResponderEliminar
  10. Até treinas lá todos os dias...

    ResponderEliminar
  11. Nos 30 anos de évora património da humanidade a cidade vive um dos seus piores momentos, com uma equipa dirigente sem ideias, sem competência, dividida, com o património cada vez mais arruinado e sem nenhuma estratégia, outra vez à mercê dos interesses particulares e de grupo. Os eborenses merecem muito melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cassete está riscada, ou só tem isso?

      Eliminar
  12. PORRA.........

    Removam o matagal da ecopista..........................

    ResponderEliminar
  13. Na verdade esta cronica é o retrato de quem "pensa com os pés".
    Um ignorante, faccioso, maldizente, trata tudo a ponta pé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queria dizer "auto retrato", ou selfie como agora se diz.

      Eliminar
    2. Ou estás com medo da banhada que vás apanhar nas próximas eleições autárquicas?

      Eliminar
  14. Deixa estar que a Câmara e o poder estão de braço dado com o rugby.
    Dois milhões de mão beijada para o "estádio" ,pagamento da enorme despesa mensal de exploração para um desporto minoritário e elitista,tudo com os nossos impostos...nada mau...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves ser daqueles que dizem mal de tudo. Se fazem, é porque fazem. Se não fazem, é porque não fazem. A maledicência, como uma maneira de ser e um estado de espírito.

      Eliminar
  15. Este já está esquecido da cenaça que os governantes do PSD vieram fazer a Évora no lançamento da obra, com a conivência do IPDJ. Fazem uma obra, deixam-na fechada e agora este quer o quê? Que a cãmara ocupe o campo de jogos ? Tal havia de ser ! Lá vinha o PREC e o Verão quente e mais não sei quantos impropérios. Ora, sr Policarpo, tenha juízo e se quer fazer oposição ao governo e à cãmara certidique-se que o psd não está envolvido nas broncas. Correu-lhe mal esta crónica

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.