quarta-feira, 15 de junho de 2016

Évora: PSD questiona Governo sobre unidade de neonatologia


O PSD questionou o Governo sobre o eventual encerramento da unidade de neonatologia com cuidados intensivos neonatais do Hospital do Espírito Santo de Évora.
A medida está prevista na nova Rede de Referenciação Hospitalar em Saúde Materna, da Criança e do Adolescente, cujo processo de consulta pública decorre até ao dia 30 deste mês.
"Se vier a ser aprovada a referida rede, a consequência direta que tem na nossa região é que deixaremos de ter a unidade de neonatologia com cuidados intensivos neonatais", alerta o deputado do PSD eleito por Évora António Costa da Silva.
O parlamentar social-democrata diz que, se a medida avançar, os bébes prematuros passam a "ir imediatamente" para unidades hospitalares de Lisboa, assim como "crianças que necessitem de cuidados cirúrgicos".
Na pergunta, o PSD questiona o Governo do PS se admite aprovar uma Rede de Referenciação Hospitalar em Saúde Materna, da Criança e do Adolescente que deixe de prever uma unidade de neonatologia com cuidados intensivos neonatais no HESE e em todo o Alentejo.
"Existe algum fundamento para o encerramento" desta unidade do HESE? E se considera que todas as crianças que necessitem de cuidados cirúrgicos "tenham de ser transferidas dos locais da sua residência no Alentejo para a cidade de Lisboa?", são as outras perguntas feitas pelos social-democratas ao Governo.

3 comentários:

  1. Que engraçado a geringonça esta caladinha!

    ResponderEliminar
  2. Estão satisfeitos porque andam a mamar. Quem os viu e quem os vê.

    ResponderEliminar
  3. Vão ver o que se passa no Parque de Materiais da C M Évora ao sábado parece um dia normal. Tudo a ganhar horas extraordinárias e depois dizem que não à dinheiro.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.