sábado, 14 de maio de 2016

Festival de Banda Desenhada de Beja de 27 de Maio a 12 de Junho


O Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja realiza-se este ano entre os dias 27 de Maio e 12 de Junho, celebrando a sua 12ª edição.
Desta vez num novo formato, abraçando exclusivamente o Centro Histórico da cidade. O Festival inaugura no dia 27 de Maio, sexta-feira, às 21h00 horas, no Pax Julia – Teatro Municipal, o núcleo principal desta Festa da BD, e onde se centrarão boa parte das exposições e da programação paralela. Nessa mesma noite (e na seguinte) só encerraremos às 3h30 da manhã, já que a programação será ocupada com os Concertos Desenhados no Largo do Museu Regional (mesmo ao lado do Pax Julia).
O primeiro fim-de-semana (27, 28 e 29 de Maio) será completamente preenchido com a apresentação de projetos, sessões de autógrafos, conversas, concertos desenhados, lançamento de livros, workshops, etc.,e reunirá todos os autores representados nas 23 exposições patentes ao público.
Como não podia deixar de ser, o Festival também terá à disposição dos visitantes o Mercado do Livro (a maior livraria do país durante este período) e uma zona comercial com várias tendas instaladas (venda de action figures, arte original, jogos, posters, prints, etc.), no Largo do Museu Regional. E muitos espaços com refeições e petiscos! Em breve toda a informação estará disponível.

Para informações adicionais consultar https://www.facebook.com/festivalbdbeja

14 comentários:

  1. Praxis destrói cartazes do Bloco e do PCP.

    ResponderEliminar
  2. Um grupo de arruaceiros ao serviço da Praxis Destroi cartazes do Bloco e do PCP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, estamos em campanha eleitoral, para esses partidos exibirem cartazes pela cidade?

      Eliminar
  3. A PSP deve de processar a Praxis.

    ResponderEliminar
  4. As ruas não são para estarem poluídas de cartazes montados em chapas,ou tarjas penduradas em grades e monumentos de sindicatos é de terceiro mundo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As ruas do Centro Histórico é para estarem poluídas com vomitado e mijo.
      Poluídas pelos bêbados, pelos drogados, e pelos traficantes que vivem à custa do vício.
      Para os partidos da extrema direita, o vómito e o mijo são os sinais do progresso e da qualidade de vida.
      A Práxis dessa canalha é, gozar à custa do desconforto da maioria.
      O interesse publico que lhes limpe a javardice e lhes pague os desmandos.

      Eliminar
  5. Quem poluir praias paga um porco crescido Nova campanha em Timor-Leste,em Évora que poluir as ruas com publicidade devia dar latas de tinta para pintar o edifício municipal que esta negro!

    ResponderEliminar
  6. O presidente da Câmara de Évora, Pinto de Sá, em declarações ao PÚBLICO dizia que só tinha tomado conhecimento do traçado “há algumas semanas”, mas fonte oficial do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas recorda que o projecto “está estabilizado há mais de oito anos, tendo sido dispensado de procedimento de avaliação ambiental” e contemplado no PDM da cidade. E que “os diversos desnivelamentos de estradas e caminhos mereceram anteriormente o acordo da autarquia”.
    Durante o último governo de Sócrates, a própria obra já chegou a estar contratada no âmbito do projecto de alta velocidade Lisboa – Madrid (que incluía este troço da linha Sines – Badajoz) sem que na altura tivesse havido quaisquer protestos da autarquia.
    Querem governar autarquia desconhecendo as suas pastas de compromissos é uma vergonha!Mas como é de esquerda ta-se bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. @10:18
      São os compromissos ruinosos e degradantes da cidade de Évora, assumidos pela canalha incompetente e desonesta que o PS elegeu em Évora, durante 15 anos.
      Agora há que corrigir e renegociar enquanto é tempo.
      Para bem de Évora e dos eborenses.
      Obrigado Pinto de Sá.
      Bem haja CDU.
      Continuem com o bom trabalho.

      Eliminar
    2. O projecto feito há 8 anos por Sócrates (linha TGV/passageiros + Linha de Mercadorias) foi morto e enterrado durante o governo Passos Coelho. O que agora querem fazer (linha mista de passageiros e mercadorias) é uma coisa bem diferente.
      Por isso, mais valia estudares o assunto antes de escreveres coisas que não sabes, ou finges não saber.

      Eliminar
  7. Por falar em arruaceiros sexta à noite estavam um grupo de volta de uma berlingo no parque da rua de Aviz. Espanto quando vejo que a carrinha era da câmara. O que faz uma carrinha da câmara a dormir no parque da rua de Aviz?

    ResponderEliminar
  8. Obrigado Pinto de Sá por tamanha incompetência,vamos ter comboios na antiga linha de Estremoz,o projecto não morre ficam parados aguardar que se tenha dinheiro para o fazer.
    Queres ver que o ps durante 15 anos escondeu e fechou a a chave na dispensa o partido comunista que era o maior partido da oposição?Grandes meninos de berço!

    ResponderEliminar
  9. PSP diz ter desmantelado "rede organizada" de tráfico de droga Quatro homens e duas mulheres foram detidas em Évora. A PSP de Évora anunciou esta segunda-feira a detenção de quatro homens e duas mulheres por suspeita de tráfico de droga, numa operação em que desmantelou uma "rede organizada" que distribuía estupefacientes na cidade. Em comunicado, o Comando Distrital da PSP de Évora adianta que a detenção das seis pessoas, entre os 26 e 52 anos, ocorreu no âmbito de um processo em investigação que teve início em Évora e se alargou ao Pinhal Novo e ao Montijo, no distrito de Setúbal. Tratava-se de "uma rede organizada que distribuía estupefacientes na cidade de Évora", lê-se no comunicado da Polícia. Envolvendo cinco buscas domiciliárias e outras tantas buscas não domiciliárias, a operação permitiu a apreensão de haxixe, que daria para cerca de 3.150 doses individuais, diversos frascos e embalagens de metadona, uma balança de precisão para pesagem e um moinho próprio para moagem de produto estupefaciente. A PSP apreendeu ainda uma arma de fogo (uma espingarda de calibre 12), uma réplica de arma de fogo, cerca de 700 euros em dinheiro e um veículo automóvel. Os detidos foram presentes no sábado a primeiro interrogatório judicial, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva para quatro e termo de identidade e residência (TIR) para os outros dois.A PSP ACORDOU!

    ResponderEliminar
  10. comenta-se tudo menos o Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.