sexta-feira, 6 de maio de 2016

Capa do DA desta semana


7 comentários:

  1. Tenho 73 anos e estou cansado. Excepto um breve período na década de 60, quando fiz o meu serviço militar, tenho trabalhado duro desde que eu tinha 12 anos. Trabalhava 50 horas por semana, e não caí doente em quase 50 anos. Tinha um salário razoável, mas não herdei o meu trabalho ou o meu rendimento. Eu trabalhei para chegar onde estou, e cheguei economizando muito, mas estou cansado, muito cansado.
    Estou cansado de que me digam que eu tenho que “distribuir a riqueza” para as pessoas que não querem trabalhar e não têm a ética de trabalho. Estou cansado de ver que o governo fica com o dinheiro que eu ganho, pela força, se necessário, e o dá a vagabundos com preguiça para ganhá-lo.
    Estou cansado de ler e ouvir que o Islamismo é uma “religião da paz”, quando todos os dias eu leio dezenas de histórias de homens muçulmanos a matar suas irmãs, esposas e filhas pela “honra” da sua família; de tumultos de muçulmanos sobre alguma ligeira infracção; de muçulmanos a assassinar cristãos e judeus porque não são “crentes”; de muçulmanos queimando escolas para meninas; de muçulmanos apedrejando adolescentes, vítimas de estupro, até a morte, por “adultério”; de muçulmanos a mutilar o genital das meninas, tudo em nome de Alá, porque o Alcorão e a lei Sharia diz para eles o fazerem.
    Estou cansado de que me digam que por “tolerância para com outras culturas” devemos deixar que Arábia Saudita e outros países árabes usem o dinheiro do petróleo para financiar mesquitas e escolas madrassas islâmicas, para pregar o ódio na Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá e, enquanto que ninguém desses países está autorizado a fundar uma sinagoga, igreja cristã ou escola religiosa na Arábia Saudita ou qualquer outro país árabe, para ensinar amor, tolerância e paz.
    Estou cansado de que me digam para eu baixar o meu padrão de vida para lutar contra o aquecimento global, o qual não me é permitido debater.
    Estou cansado que me digam que os toxicodependentes têm uma doença, e eu tenho que ajudar no seu tratamento e pagar pelos danos que fazem. Eles procuraram sua desgraça. Nenhum germe gigante os agarrou e encheu de pó branco seus narizes nojentos, ou à força injectou porcaria em suas veias asquerosas.
    Estou cansado de ouvir ricos atletas, artistas e políticos de todos os partidos, o que chamo de papagaios, falarem sobre erros inocentes, erros estúpidos ou erros da juventude, quando todos sabemos que eles pensam que seus únicos erros foi serem apanhados. Estou cansado de pessoas sem senso do direito, sejam elas ricas ou pobres e de justiça que não funciona.
    Estou realmente cansado de pessoas que não assumem a responsabilidade por suas vidas e acções. Estou cansado de ouvi-las culpar o governo e a sociedade de discriminação pelos “seus problemas.”
    Também estou cansado e farto de ver homens e mulheres serem repositório de pregos, pinos e tatuagens de mau gosto, tornando-se assim pessoas não-empregáveis e, por isso, reivindicando dinheiro do governo (dos impostos pagos por quem trabalha e produz).
    Sim, estou muito cansado. Mas também estou feliz por ter 73 anos, porque não vou ter de ver o Mundo que essas pessoas estão CRIANDO.
    Mas estou triste e penso que futuro para netos e filhos ainda bastante novos. Graças a Deus estou no caminho de saída e não no caminho de entrada.
    Não há maneira de isto ser amplamente divulgado… A menos que cada um de nós colabore, enviando e ganhando força para contrariar esse (mau) caminho que o Mundo, por força de (péssimos) governantes, nos está proporcionando.
    É esta a nossa chance de fazermos a diferença
    Você por certo não estará muito cansado para enviar isto, certo !!?
    ps: desconheço o autor”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o autor do vómito deveria estar era cansado por nada ter aprendido em 73 anos, e o castigo foi ter ficado rasteiramente palerma e reaça até ao tutano e assim ter morrido… só que, se calhar, ainda pensa estar vivo.
      O alarve que aqui pespegou o vómito é duplamente palerma e reaça, inclusivamente, no tutano, estando igualmente morto… só que ainda não se apercebeu do óbito.

      Eliminar
  2. O mau carácter do Passos Coelho, e do partido que o escolheu, continua a manifestar-se e a reforçar-se, mesmo agora que é oposição ao governo.

    Em vez de se regozijar, e juntar-se à festa dos cidadãos do lado de lá do Marão, pela inauguração do túnel, o grandessíssimo cretino, como é costume, prefere amuar, não ligar à melhoria, e aproveita para criticar a presença do governo neste evento.
    Continua a pensar, se eu fosse primeiro ministro faria assim ou assado.
    Continua a pensar nele, em vez de pensar nos portugueses.
    Mas que grande besta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que medo que tu tens dele!
      Não vai demorar muito para o teres outra vez a 1º Ministro.

      Eliminar
    2. https://aventar.eu/2016/05/08/como-bater-no-fundo-a-mentira-de-passos-e-a-revolta-dos-abanadores-de-bandeiras/

      Eliminar
  3. A Dilma não quer largar o tacho do poder.
    O Maduro é mais do mesmo.
    Do Fidel de Castro nem é bom falar. Está instalado no poder há tanto tempo que nem se põe a hipótese de haver eleições naquela ilha tão massacrada.
    Onde está a Democracia da Esquerda?
    E por cá? Para onde nos leva o António Costa?
    Para outro buraco de certeza. Graças às muletas do PCP e do BE.

    ResponderEliminar
  4. Quando os f. da p. dizem que vão fazer uma "cimeira para a paz", já se sabe que vão cometer mais um crime contra a humanidade.
    Que vão assassinar milhões de inocentes para lhes roubar os recursos naturais.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.