terça-feira, 31 de maio de 2016

A vergonha continua igual aos anos anteriores


A vergonha continua, igual aos anos anteriores. Refiro-me às festas dos estudantes da Universidade de Évora. 
Os estudantes têm todo o direito a festejar, não têm é o direito a incomodar as outras pessoas. Tal como eu, quando se proporciona festejar alguma coisa, não os incomodo a eles. 
A Câmara desta triste cidade deve encontrar uma alternativa que permita aos estudantes festejar e embebedar-se o quanto lhes apetecer sem incomodar as restantes pessoas.
Ontem, segunda-feira, comecei a dar aulas numa secundária desta cidade, às 8h15. No final das aulas, à tarde, dado que se aproxima o momento das avaliações finais, estive a classificar testes até cerca da meia-noite. A seguir, não tive o direito a dormir porque os estudantes festejaram, em altos decibeis, pela noite dentro, sem respeito por ninguém. Isto é indigno de um país civilizado. Isto é indigno de uma sociedade com valores.
Antigamente, quando a Câmara era gerida pelo PS, o Mais Évora (órgão oficioso do PCP) fazia uma enorme campanha contra a incompetência do PS que tais desmandos permitia. Que, se fossem eles (PCP) jamais tal coisa aconteceria. Porque eles (PCP) respeitam as pessoas e protegem os interesses dos cidadãos. Diziam eles, que sabem dizer muitas coisas. Fazer é que não sabem.
O que se passa, na actualidade, é precisamente a mesma vergonha que se passava antes. Mudou a cor da camisola de quem gere a Câmara desta triste cidade, a hipocrisia e a incompetência mantêm-se.
É por estas e por outras que garanto que jamais votarei numas eleições autárquicas, seja em quem for, até que o problema seja resolvido. Quem não respeita os cidadãos não merece o meu voto!


José Chorão (Professor numa cidade onde não se pode dormir) - recebido por email

26 comentários:

  1. Bastardo retrógrado. No tempo de Salazar é que era bom, não era?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O seu nível de educação e de respeito pelos outros é bem elucidativo. Lamento não poder conversar mais consigo, mas só sei falar com pessoas, ignoro como se dialoga em javardês.
      José Chorão

      Eliminar
  2. Constituição de um fundo que serviria para "esconder" casas do ex-primeiro-ministro Sócrates chegou a ser desenhada em draft pela Fundbox, sociedade gestora com sede na Tomás Ribeiro, em Lisboa. Último contacto foi feito na semana da detenção.Esta empresa quer comprar o terrenos a porta de Avis para um parque empresarial com fundos 2020 que cheira a esturro cheira!O barulho? Então a sessão de pancada no Sábado?É uma vergonha total com o patrocínio do pcp que criticava em forte quando era oposição!

    ResponderEliminar
  3. Já cá faltava o choradinho do barulho. Desta vez, por ironia, foi um chorão a fazer o choradinho. Nunca falha. Todos os anos, por esta altura, é vê-los a sair da sua pasmaceira, onde vivem e gostam de estar. Já não há paciência para tanto chorão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão giro ironizar com o nome dos outros, não é? Curiosamente isso é feito por um cobardolas que não assina o nome, atira pedras escondido. Porque será?
      José Chorão

      Eliminar
  4. Senhor Professor a grande responsaval tem nome.

    Prof.Ausenda,Vice-Reitora,esta senhora permite tudo ,transformou o edifício principal da UE numa Taberna.

    Assam-se porcos em plenos Claustros,autêntica Vergonha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E porque é que a Universidade elege gente dessa? Não há outros mais competentes que façam melhor trabalho e varram de vez com a vergonha?
      José Chorão

      Eliminar
  5. A policia em Évora nada faz.

    ResponderEliminar
  6. A ASAE nada faz,basta ir ao Colégio do Espirito Santo e acabava com aquele Nojo.

    ResponderEliminar
  7. Subscrevo na totalidade. Estas orgias de alcool e som, deviam ser deslocalizadas para a Mitra. Aí sim, podem dar asas à sua necessidade animalesca de se embebedarem, vomitarem, fazerem barulho, sem incomodarem quem todos os dias tem de se levantar às 7 da matina, para ir trabalhar e pagar os impostos que vos garantem uma propina baixinha. Eu não diria que se trata de uma triste cidade, mas sim uma cidade de tristes incompetentes, que nada fazem por quem lhes dá o tachinho. Ao contrário do José, eu não deixarei passar as eleições autárquicas em claro, numa atitude de quem cala, consente. Eu irei fielmente depositar o meu válido voto em quem me apresente alternativas a este arco de compadrio PS, PCP, BE. Contem com isso...

    ResponderEliminar
  8. na semana da queima não falha, tampões nos ouvidos que é um descanso, o unico senão é que também não consigo ouvir o despertador...

    ResponderEliminar
  9. A culpa não é da Balbina é co conselho geral.

    ResponderEliminar
  10. Universidade=taberna

    ResponderEliminar
  11. A Universidade de Évora não merece ter este tipo de gente a dirigir.

    ResponderEliminar
  12. Sobre o tema QUEIMA DAS FITAS, aqui fica a mensagem da professora Fátima Escobar no Facebook que também tem dado que falar.

    «Até percebo que se chegue ao final de tirar um curso e apetecer festejar ,não percebo nem compreendo é porque é que se leva tudo ao exagero Ao ver o desfile ontem nas ruas da cidade e ver todos os alunos bêbados e a fazerem figuras ridículas a vomitarem nas portas das lojas e a regarem paredes com vinho e cerveja que alguém com sacrifício pintou ,fico enojada e com a sensação que alguma coisa está errada na nossa sociedade .Onde está a parte que eu aprendi que devemos respeitar o próximo que estes meninos não aprenderam.O cheiro a azedo pelas ruas ,hoje era horrível São estes os futuros profissionais que vão estar a trabalhar e a dar exemplos aos que vem depois .Que competência terão estes futuros licenciados para dizer seja o que for .Serão alguns deles.... professores, que irão chamar a atenção aos seus alunos e dizer que o álcool, causa danos do cérebro a um adolescente,nada faz sentido .Pergunto porque é que Évora se quer afirmar como a universidade onde mais se bebe ,sim porque nas universidades que conheço nunca vi este exagero quer de praxes quer de álcool. Pergunto os pais destes jovens calcularão que o dinheiro que a tantos custa a enviar supostamente para os estudos dos filhos se converte em compras de toneladas de álcool.Ontem foram milhares de latas de cerveja ,mas diariamente vejo jovens ,no Pingo Doce a comprarem garrafões de vinho quando deveriam estar a comprar alimentos .Coloco-me na posição de muitas mães e fico com o coração apertado»

    ResponderEliminar
  13. Prof.Chorão durante o ano realiza-se vários concertos no colégio do Espirito Santo patrocinados por uma marca de cerveja com o apoio da reitoria,o espaço fica completamente sujo.

    A grande responsável é a vice-reitora,a senhora toda poderosa da instituição que permite a realização quase semanal de festivais da cerveja.

    Resta saber quem ganha com o negócio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos sabemos quem ganha com o negócio do alcool. Todos sabemos que há muitos "estudantes" que nada estudam e só lá estão pelo negócio.
      E quem perde? Não será a cidade no seu todo? A Universidade perde prestígio, perde qualidade - e é a imagem da cidade que sofre.
      José Chorão

      Eliminar
  14. José a Alternativa existe,basta a Reitoria ter vontade ,tem um excelente espaço.

    O polo da Mitra.

    ResponderEliminar
  15. Esta Senhora só tem feito porcaria na instituição;arrogante,autoritária e medíocre.

    ResponderEliminar
  16. Esses pseudo estudantes tal como a reitora querem e ganhar o deles, só logo a m..quando puxo o autoclismo

    U

    ResponderEliminar
  17. Apelo a Assembleia Municipal de Évora

    que seja Aprovado a proibição de garraiadas no Centro Histórico,para acabar de vez com a vergonha que se passa no parque de estacionamento da Universidade.

    Bebedeiras e vacas a serem torturadas em pleno séc.xxi

    ResponderEliminar
  18. Demita-se Prof.Ausenda.

    ResponderEliminar
  19. Eu também fui finalista. Conclui uma meia dúzia de Cursos:
    Escola Primária
    Ciclo Preparatório
    Curso de Formação Serralheiros
    Secções Preparatórias para os Institutos Industriais
    Bacharelato em Engenharia Electromecânica
    Licenciatura em Engenharia Electrotécnica
    Curso de Operações Especiais
    ...e nunca queimei fita nenhuma...
    Só apanhei uma bebedeira após a festa de finalistas do Ensino Secundário porque não imaginava os efeitos que tinha o álcool.
    Agora esta juventude RASCA é uma pobreza de espirito total e não só.
    Alguns já estão, ou estiveram, sentados na cadeira do poder a curtir as bebedeiras. Vejam o caso PPCoelho.

    ResponderEliminar
  20. As responsáveis pelos colégios da Universidade de Évora são a Vice-Reitora e a coordenadora,estas duas Senhoras não têm qualquer sensibilidade pelo Património e aquilo que ele representa para a instituição e para a Cidade,permitem tudo.

    O colégio do Espirito Santo edifício principal da instituição é espaço quase permanente de festas patrocinadas por uma marca de cerveja.

    ResponderEliminar
  21. Balbina e amiga são duas totós.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.