sexta-feira, 8 de abril de 2016

Capa do "Diário do Alentejo"


1 comentário:

  1. (quando é que os jornalistas portugueses acordam?)

    Manifesto dos jornalistas (brasileiros) em defesa da democracia e dos direitos sociais
    Nós, jornalistas brasileiros abaixo-assinados, vimos nos manifestar à Nação em defesa da democracia e do Estado de Direito. Não é a primeira vez, na história republicana do Brasil, que os jornalistas são obrigados a se pronunciar pela salvaguarda das conquistas sociais, das políticas públicas e das garantias democráticas obtidas nas lutas travadas, desde os primórdios da nossa nacionalidade, pelos verdadeiros democratas e pela ampla maioria trabalhadora de nosso povo. Três décadas após o fim do regime militar, nos vemos novamente sob a ameaça do autoritarismo. A cada dia, crescem os sinais de que está em curso um golpe de Estado contra a presidente Dilma Rousseff, eleita de forma legítima e democrática, e que, a despeito de qualquer crítica que se faça a seu governo, não está ligada a nenhum fato que dê base legal a um pedido de impeachment. No entanto, parlamentares que acumulam denúncias de corrupção, como Eduardo Cunha, e alguns dos principais partidos políticos do país já contabilizam votos no Congresso Nacional com esse intuito e negociam abertamente um futuro governo, num clima de golpismo institucionalizado. Em nome do combate à corrupção, a Operação Lava Jato atropela garantias constitucionais duramente conquistadas, como a neutralidade do Judiciário, o direito ao devido processo legal e a presunção de inocência."

    ler o resto aqui:

    https://secure.avaaz.org/po/petition/Jornalistas_de_Sao_Paulo_Manifesto_dos_jornalistas_em_defesa_da_democracia_e_dos_direitos_sociais/?cXRnrkb

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.