quarta-feira, 13 de abril de 2016

Água falta em Évora


Corte de abastecimento de Água – Centro Histórico e Zona Oeste da cidade
A Câmara Municipal de Évora informa que, durante a tarde e noite desta quarta-feira, 13 de abril, se pode verificar interrupção do abastecimento público de água nas zonas do Centro Histórico e em grande parte da freguesia da Malagueira na cidade de Évora.
Este corte temporário no abastecimento regular de água, ou diminuição na pressão normal, fica a dever-se a uma rotura na conduta de distribuição na sequência de um procedimento imprevisto no contexto de uma obra em curso na zona da Vista Alegre.
O Município informa ainda que está a desenvolver todos os esforços no sentido de regularizar o mais rapidamente possível o fornecimento de água, o que se espera que venha a acontecer ainda esta noite, ou nas primeiras horas da manhã de quinta feira 14 de abril.
Para além do Centro Histórico, está ainda atingido por este corte, grande parte do território da freguesia da Malagueira, (nomeadamente parte dos bairros da Vista Alegre e António Sérgio, bairros da Torre Alva, Srª da Glória, Malagueira, Cruz da Picada, Alto dos Cucos, Stª Maria e Fontanas).(nota informativa da CME)

10 comentários:

  1. Quem foi o ténico da Câmara que aprovou o Projeto da obra em causa?
    Eu vou exigir uma indemnização à Câmara pelos problemas que me causa a falta de água.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais um inteligente (será o habitual?) que escreve umas asneiras sem saber do que fala.

      Eliminar
    2. A culpa é da pesada herança do Passos Coelho, certamente

      Eliminar
  2. @ 22:34
    Como já aqui afirmei, noutro post, aparecem cada vez mais maduros estúpidos, que já não há paciência para os aturar.
    Como é que esta besta, sim não pode ter outro nome, quer que se resolva um problema estes? Há já sei, a CME disponibiliza um auto-tanque cheio de água à sua porta, e de Borla.
    Ah!, ah!, atenção que não sou Comunista?
    Du Ruris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não és imitas bem.

      Eliminar
  3. Tratou-se de uma rotura em conduta distribuidora, provocado por uma máquina particular que se encontrava a operar no local. Acidente, negligência? não sei. Só sei que estas coisas acontecem e não só em Évora.

    Aos inteligentes que tudo sabem e tudo resolvem nas páginas da internet, apenas lhes desejo que sejam muito felizes, pois fico sempre com a sensação que há por aí muita má consciência e muita má fé. Mas isso é de certeza a minha impressão.

    ResponderEliminar
  4. Quem foi o técnico da Câmara que aprovou o Projecto da obra em causa?E acrescento onde esta o serviço de fiscalização?Uns acampam no espaço publico outros jogam restos de entulho de obras para junto do contentor do lixo e outros transformam os logradouros e varandas em anexos tipo obras de Cuba de Fidel e agora mais esta monumental bronca,o vereador viajante deve colocar o lugar a disposição já basta de merd...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sejas inácio!

      Como está escrito acima, "Tratou-se de uma rotura em conduta distribuidora, provocada por uma máquina particular que se encontrava a operar no local".

      Soube hoje que esse particular tinha conhecimento do traçado da conduta e da profundidade a que se encontra. Ainda assim não sei se foi acidente ou negligencia.

      Agora vir com esse teu paleio de inácio, é o mesmo que alguém dizer que os acidentes nas estradas provocados por manobras perigosas são responsabilidade da PSP.
      Não sejas Inácio!

      Eliminar
  5. Nao falo em indeminizacoes mas agora que a camara de evora esta minada de incompetencia devido as cunhas e afilhados que vao para la trabalhar em vez de gente competente la isso e verdade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo obra particular, se quiseres pedir indemnização é ao operador da máquina ou a quem, da empresa ou dono da obra, lhe tenha eventualmente dado instruções para fazer o que fez.

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.