segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

O Novo Hospital Central de Évora

Na passada sexta-feira uma delegação do Bloco de Esquerda, encabeçada pelo deputado Moisés Ferreira reuniu com o Conselho de Administração do Hospital do Espírito Santo em Évora e aproveitou para visitar as suas instalações. Esta visita surgiu no mesmo dia em que deu entrada na Assembleia da República um Projecto de Resolução que Recomenda ao Governo a Construção do Novo Hospital Central de Évora.
A reunião e a visita confirmaram a urgência das novas instalações. Este é um Hospital que dá resposta às populações dos Distritos de Évora, Beja e Portalegre, o que representa cerca de meio milhão de pessoas. Apesar do esforço meritório de médicos, enfermeiros e restantes profissionais, as actuais instalações representam um sério constrangimento para a melhor prestação de cuidados de saúde de urgência e especializados.
Para além disso, no actual quadro é impossível que se instalem novas valências, que se ampliem outras, que se ganhe capacidade de internamento ou de cirurgia e que cá se fixem profissionais especializados.
Pessoalmente, fico muito feliz pelo consenso existente na Assembleia da República sobre a necessidade urgente da construção do novo Hospital Central de Évora, em particular nos partidos que suportam na Assembleia o actual Governo. Este consenso deverá passar rapidamente à acção, permitindo que a construção tenha início ainda em 2016, assegurando que a sua gestão seja totalmente pública, rejeitando-se o modelo de Parceria Público-Privada.
Pela parte do Bloco de Esquerda não serão colocados quaisquer entraves, nem tão pouco entraremos no jogo de “bicos dos pés” que parece estar a ocorrer. Mais do que gritar bem alto de quem foi a ideia, importa lançar a primeira pedra. A nossa população assim o merece.
Até para a semana!

Bruno Martins (crónica na rádio diana)

13 comentários:

  1. Novo Hospital poderá ser anunciado nos próximos dias, deputados do Bloco e PCP tem trabalhado nos ultimos tempos para que a Obra avance.

    ResponderEliminar
  2. Os comentadores de serviço do regime andam preocupados com o PS,a votação de Maria de Belèm e os acordos com os partidos de esquerda ,dizem eles pode ser o declinio do partido(lá se vai o bloco central dos interesses) e o reforço do Bloco,passando a ser este a força mais dinâmica da esquerda.

    ResponderEliminar
  3. Se quisessem lutar verdadeiramente pelo hospital, vocês e o partido comunista tinham ido para o governo assumir responsabilidades e decisões. Assim não passam de meros gaiatos na politica, cujo mote é sempre apontar o dedo aos outros. É a triste extrema esquerda portuguesa. Ao menos o Siryza embora fraturando-se, assumiu-se!

    ResponderEliminar
  4. Lá vem a esquerdalhada com as reivindicações. Só sabe exigir.
    As pessoas precisam é de pôr o Hospital que temos a funcionar bem. não precisamos nada de Hospital novo.
    A esquerdalhada só quer mama. Trabalhar com os meios que há, não.
    E a seguir o que fazias ao Hospital que temos hoje?
    Nem pensas nisso, não é Bruno?

    ResponderEliminar
  5. A partir de hoje, 1 de fevereiro de 2016, passa a ser possível escolher o hospital cujo serviço de urgências esteja com menor tempo de espera. Para se obter tal informação, basta visitar o site do SNS, e está lá tudo.
    Tudo, ou quase tudo... Se quisermos saber os tempos para o Hospital Espírito Santo, em Évora, Somos presentados com a seguinte informação:
    "Esta instituição não partilha tempos da urgência."
    Porquê? Por vergonha? Será que não querem que se saiba a incompetência que vai por lá? Ou porquê?

    ResponderEliminar
  6. Hospital?
    O que a gente quer é um Centro Comercial, carago!

    ResponderEliminar
  7. Quem é que a RTP1 foi buscar para criticar o esboço de orçamento do Governo PS.
    O Marco António Costa, responsável pela dívida da câmara de Gaia, a maior dívida das autarquias portuguesas!

    RTP1 e Marco António Costa, as duas faces da mesma merda que nos assola.

    ResponderEliminar
  8. A Esquerda acha que faz falta um novo Hospital em Évora para meter lá novos equipamentos, e meter muito pessoal para "criar empregos".
    A visão da Esquerda é para meter gente, não é para prestar melhores serviços à população. Disso nem falam.
    São vesgos coitadinhos, vêem tudo distorcido, não conseguem encarar a realidade.
    E ainda há pessoas a votar na Esquerda. Coitadas, não pensam na sua saúde. Vão atrás de lunáticos.

    ResponderEliminar
  9. Os amigos do "tudo público", Comunistas, Bloquistas e Costistas queriam a TAP pública para lá haver greves todos os meses.
    Em desespero de causa aparecem logo uns mais assanhados a defender a "causa". Vai daí, uma ameaça de bomba num avião da TAP em Faro.
    É isto a Esquerda.

    ResponderEliminar
  10. Ultima Hora

    Novo hospital vai ser anunciado na próxima semana.

    ResponderEliminar
  11. PS que se cuide,o Bloco vai ser o grande partido da Esquerda.

    ResponderEliminar
  12. O Costa faz tudo para dar dinheiro aos funcionários públicos onde tem uma reserva de votos de Esquerda. E os outros portugueses que sustentam tudo com os seus impostos que se lixem.
    O Costa está a lixar o país todo.
    Não são só os trabalhadores das empresas privadas que se vão lixar. Os funcionários públicos acabam por levar com a ripa do Costa porque ele leva todo o país à ruína.
    O Costa não tem categoria nenhuma. Se não fossem os apoios do BE e do PCP nunca chegava a 1º Ministro.
    Está lá preso por arames. O Costa é um falhado que só quer poleiro.
    Cuidemo-nos todos, direitas e esquerdas. Que ninguém pense que o Costa quer o bem dos portugueses. Vão ver, infelizmente.

    ResponderEliminar
  13. Robalo continua............a maçonaria é quem mais ordena.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.