terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Évora: muitas opiniões contrárias à construção de um Centro Comercial nas Portas de Avis


Um pequeno post colocado ontem no facebook pela página TENHO OPINIÃO mereceu já várias dezenas de comentários, a maioria contra a construção de um centro comercial junto às muralhas e às Portas de Avis.
Entre vários comentadores, alguns mais conhecidos publicamente do que outros, ressalta a opinião da arquitecta Aurora Carapinha, antiga directora regional de cultura do Alentejo que afirma: "Eu considero uma má aposta para évora. Era melhor pensar-se mais um pouco". O advogado Vitor Saruga escreve, usando uma linguagem directa: "O mais erudito e polido comentário à proposta: Foda-se, NÃO!".
Fica aqui a lista de comentários: 

Joaquim Pereira Lopes Não podiam aproveitar o que está meio feito junto ao Bairro de Almeirim ?????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
GostoResponder420 h
Daniel Monteiro O que está na zona industrial fazia parte do grupo do BES... portanto faliu e já não vai ser construido pode vir a ser vendido ou ser outra coisa
GostoResponder119 h
Joaquim Pereira Lopes Quem quer fazer o novo compre o que esta a meio ( deve estar em saldos ) ou será que é preciso valorizar terrenos de alguém ??????
GostoResponder219 h
Daniel Monteiro Joaquim Pereira Lopes o problema não é o comprar... visto que o preço já não baixo... e aquilo que está lá abandonado já está degradado e é mais caro reconstruir e continuar o que está lá do que começar um novo
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes Não acredito que uma coisa que tem 4 ou 5 anos esteja podre !!!!!!!!!!!
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes Todas as pontes do IP2 estão a ser recuperadas e têm + ou - a mesma idade alguém tem interesses paralelos !!!!!!!!!!
GostoResponder219 h
Daniel Monteiro Joaquim Pereira Lopes não está podre mas precisa de uma grande revisão... se for ao bazar que fica atrás do terreno vai compreender o que estou a dizer
GostoResponder19 h
Daniel Monteiro Não podemos comparar uma obra privada de uma obra pública
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes Faz + falta o Hospital que o Centro Comercial !!!
GostoResponder319 h
Daniel Monteiro O Hospital está quase a avançar... pela informação que foi dada à poucos dias...
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes A CME não tem dividas o PS deixou os cofres cheios !!!!!
GostoResponder19 h
Daniel Monteiro Isso não sei... mas não é uma obra camarária... o Hospital trata-se de uma obra público-privada
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes tem a certeza ???
GostoResponder19 h
Daniel Monteiro Em principio... mas não posso dar certezas
GostoResponder19 h
Joaquim Pereira Lopes Eu esperei 25 anos por um campo o CRE
GostoResponder19 h
Bento Anastacio é privada, o terreno é da CME que quer fazer uns trocos e a cidade que se lixe com um F do tamanho do centro comercial...
GostoResponder119 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Bento Anastacio Mais de meio...
GostoResponder120 h
Jorge Palma NÃO!!!!!
GostoResponder20 h
Vítor Saruga O mais erudito e polido comentário à proposta: Foda-se, NÃO!
GostoResponder119 h
Aurora Carapinha Eu considero uma má aposta para évora. Era melhor pensar - se mais um pouco.
Não gostoResponder419 h
Eduardo Santos Então anda-se a fechar centros comerciais, outros têm poucas lojas abertas e vão abrir um em Évora? Se fosse eu pensava duas vezes.
GostoResponder319 h
Uly Kal-El Qual é o problema???
GostoResponder119 h
Pedro Miguel Caeiro Porque é que Évora precisa de um centro comercial se temos tantos espaços comerciais e cinemas que podem ser requalificados dentro do centro histórico!! Será que o querem com a velha desculpa de não temos cinemas em Évora!!
GostoResponder1118 h
Francisca Marques seria uma mais valia apostar na reabelitação de velhos edificios dentro das muralhas para dar vida a cidade, tanto predio a degradar-se, restaurem os antigos cinemas dem vida ao pequeno comercio, já nos chegam os hipermercados e os chinocas.
GostoResponder618 h
Rui Miranda Sou da opinião também que o centro histórico daria um belissimo "Centro comercial" reabilitando alguns edifícios que estão em ruínas...mas existe sempre a questão do estacionamento...
GostoResponder212 h
Ana Da Silva Nã pode ser! Fonix entao e o Comercio local, Tao lindo que e? Fica a depender das escassas epocas turisticas? Nao deixem isto acontecer!!!! Bento nao deixes!
GostoResponder11 h
Ana Da Silva Se querem recuperar edificios em ruinas, facam espacos de lazer, museus de artesanato regional, jardins interiores, Opa sei la sejam creativos, deixem se de pinderiquices...
GostoResponder11 h
José Abranches O centro histórico deve reabilitado de modo a ser o centro comercial de Évora. O que se está a preparar com o apoio da C.Municipal é o oposto ao desenvolvimento integrado e moderno das cidades deste tipo. Basta olhar para as escolhas escolhas de muitas das cidades europeias com centros históricos .
GostoResponder410 h
Laurinda Silva Dentro da própria cidade , as lojas estão todas fechadas! Assim ficava tudo restaurado!
GostoResponder210 h
Luís Piteira Quero um centro comercial. Não me importa onde, não me importa que família e associação anda a fazer pressão para que não seja feita.

Esta cidade é dos cidadãos, não dos comerciantes que nos preferem ver ir ao Montijo que a fazer compras em Évora....Ver mais
GostoResponder9 hEditado
Pedro Miguel Caeiro Mesmo com um novo centro comercial os habitantes da nossa cidade vão sair de Évora para o Montijo Almada Freeport, quando deixar de ser novidade volta tudo ao normal, é assim que acontece. Claro que depois vais ter um centro comercial com lojas vazias ...Ver mais
GostoResponder9 h
Luís Piteira Não tinha nenhuma loja de referência?

Tinha praticamente as mesmas que o Montijo, faltavam apenas as que não tinham qualquer expressão....Ver mais
GostoResponder9 h
Pedro Miguel Caeiro Claro que não tinha nenhuma loja de referência basta pesquisar, ou ter ido a reuniões com a empresa que estava no projecto e com a concessão. Pois aí ficava a saber de facto quais seriam as lojas. Imagine o centro histórico sem lojas sem animação completamente degradado e sim depois pense nesse centro comercial.
GostoResponder9 h
Pedro Miguel Caeiro Viu alguma Zara! Viu alguma Primark! Viu alguma Berska! Viu alguma Estradivarius!! Parece me a mim que não ah até a hipermercado era qualquer coisa de surreal. Enfim opiniões e falta de visibilidade dos cidadãos da nossa cidade.
GostoResponder9 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
José Caixa Sou conscientemente contra esta proposta. A mais valia desta cidade Património Mundial é o Centro Histórico. A construção deste espaço implicaria a morte do Centro Histórico. À que requalificar,reabilitar e reanimar esta zona nobre da cidade. As pessoa...Ver mais
GostoResponder39 h
Pedro Felício Muitos dizem para que é preciso um CC? Simples, quantas pessoas vão ao El Faro em Badajoz ou ao Forum Montijo aqui da zona? Resposta? IMENSAS! Agora se é o melhor sitio? Se vai ser mesmo nessa linha vermelha? Então não, não tem logica nenhuma, certamente ha inumeros arrabaldes a volta de évora que possam ser utilizados
GostoResponder19 hEditado
Luís Piteira Não percebes que há-de haver alguém que encaixe uns trocos ou com a venda do terreno ou com a proximidade do centro histórico?

Aqui não se dá um cêntimos que não renda euro para a carteira de alguém....Ver mais
GostoResponder9 h
Pedro Miguel Caeiro Luís Piteira não deve de ter noção dos custo do metro quadrado praticado nos centros comerciais, como também não deve de ter noção do custo de condomínio associado a esses mesmo espaços comerciais. Como deve de imaginar com estes custos elevados todos quem vai suportar são os funcionários com trabalho precário e de baixo valor.
GostoResponder9 h
Luís Piteira Pedro Miguel Caeiro Porque os que trabalham neste momento têm um trabalho seguro e justamente remunerado...

Lamento mas, infelizmente, tenho bom conhecimento sobre isso....Ver mais
GostoResponder19 h
Pedro Miguel Caeiro Luis de certo não deve de ter muito conhecimento. Se quiser alguns contactos das empresas que gerem centros comerciais posso lhe facultar, trabalho directamente com eles tenho fechado alguns contratos de arrendamento no existente em Évora e em outras regiões do país. Mais lhe digo as lojas âncoras não vêm para Évora.
GostoResponder8 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Inácio Grilo nos altos de são bento e que fica bem pronto assunto arromado uns querem aqui ostros ali eu e que mando
GostoResponder18 h
André Costa Então mas não foi a associação de comerciantes de Évora que em reunião com a camara votou a favor de um CC perto para dinamizar o centro histórico? Realmente não percebo, um ficava longe ia roubar clientes ao centro histórico, outro é perto demais. Existem interesses por aqui envolvidos e enquanto isso tenho que fazer mais de 100 km para ir ao cinema. A meu ver tanto um como outro só iria trazer dinamismo e crescimento à cidade. Agora, sim, coisas a cair e degradadas com o centro histórico ou aquele monumento no PITE que ficou mais de meio feito é uma imagem degradante para uma cidade como a nossa.
GostoResponder28 h
Ana Da Silva Um Cinema! E isso! E umas piscinas ao ar livre, de lazer! Com bar, cocktails e ate, porque nao, Palmeiras!!!
GostoResponder28 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Guilherme David Percheiro Só os retrógados não querem um CC em Évora. Pensem é nos jovens, que não querem viver numa cidade sem CC.
O problema é a localização. Se for perto do Centro Histórico isso seria o ideal, pois as pessoas que fossem ao CC iriam também depois eventualment...Ver mais
GostoResponder26 hEditado
Bento Anastacio Não se trata de não querer um cc em Évora , nas portas de Avis não
GostoResponder5 h
Guilherme David Percheiro Porque não? Não penso que haja melhor localização perto do Centro Histórico, que não afaste as pessoas deste mesmo.
GostoResponder5 h
Bento Anastacio existem outros locais com esses requisitos sem entrar em conflito com a muralha a aqueduto e o forte de sta. antónio
GostoResponder4 h
GostoResponder4 h
Bento Anastacio na zona da premetal, da lagril etc
GostoResponder4 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Ana Nave Então e um centro comercial pelas ruas de Évora? Aproveitando as casas lindíssimas que estão ao abandono e cada vez mais degradadas? Um pouco à semelhança da revitalização que foi feita em Óbidos, Monsaraz ou até Marvão... não seria melhor? Era dois em um ou três em um.
GostoResponder46 h
Pedro Miguel Caeiro Parece que certos jovens da cidade de Évora, não aprovam a visãro retrógada de outros cidadão. Devem de querer um espaço comercial para fazerem os seus meeting. Enfimm
GostoResponder6 h
Ana Da Silva Tabem, dps temos os jovens, a beber um cafe e um copo de agua Durante 3 horas (no minimo) numa das cafetarias do CC, e as lojas as moscas, trabalhei um ano em turismo em Evora, e nunca ninguem me disse " que cidade fantastica! So e Pena nao ter Centro comercial para eu ir a Berska..."
GostoResponder3 h
Ana Da Silva (desculpem a falta de acentos, o dicionario e British, e qd vos Digo isto sinto me a passar de Burra a fineze )
GostoResponder3 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Joao Bonito Um Centro comercial a ceu aberto em convívio com a cidade património mundial ficavam todos bem..o cinema era colocado na antiga sala de cinema junto ao pateo do salema
GostoResponder56 h
Pedro Miguel Caeiro Junto ao pateo do salena existem 2 salas de cinema e um teatro. Requalificar toda aquela zona degradada era um óptimo investimento para o centro histórico.
GostoResponder36 hEditado
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Silvia Maria Mareca Lopes claro que sim não sei o que esperam para o fazer
GostoResponder25 h
Ana Da Silva Buuuuu ()
GostoResponder3 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Carlos Júlio Abrir as portas a um centro comercial junto às muralhas e ao Centro Histórico quando o edificio que era para ser um Centro Comercial está como está no Parque Industrial não lembra a ninguém. A função da Câmara seria, a qualquer promotor que aparecesse dizer: vamos lá resolver aquele imbróglio no Parque Industrial e depois veremos.
GostoResponder34 h
Nuno Pândega Finalment um CC em Évora.... com cinema como qualquer outra capital de distrito evoluida. Não caiam é na burrada de fazer uma coisa tipo freeport, não se esqueçam que em Évora fazem 40ºC no Verão e perto de zero no Inverno. Já agora, se não for pedir muito, um parque de estacionamento normal, ou seja com entrada e saida separadas. Não repitam aquela aberração do estacionamento do Garcia de Resende.
GostoResponder13 h
Ana Da Silva Nuno, Essa ideia de por Evora igual a "qualquer outra capital de distrito" parte me o corasanito
GostoResponder13 h
Nuno Pândega "Igual" não, melhor! A ideia é aprender com os erros dos outros. Um centro comercial não te que ser necessariamente um centro de compras, pode ter uma utilização muito mais abrangente. E porque não incluir na estructura um centro de exposições? Um teatro, além do cinema? Oficinas e workshops? A ideia de um CC não se deve reduzir ao "consumo".
GostoResponder13 h
Carlos Júlio
Escreve uma resposta...
Eduardo Santos Já agora façam um estudo de viabilidade antes de o fazerem e não depois! Convém, não é?
GostoResponder23 h
Paulo Rodrigues Façam em montemor ja escolheram um presidente de camara de la... Deve ficar mais a jêto!!!!
GostoResponder13 h

13 comentários:

  1. A prof.Aurora Carapinha por onde andava quando foi feito o mamarracho no parque de estacionamento do garcia de resende?

    onde andava quando foi construido o hotel na rua do raimundo(danificando a Igreja das Mercês) ?

    onde andava quando da construção do condominio (em ruinas) junto ao antigo magistério ?

    onde andava quando da Destruição do Museu de Artesanato?

    onde andava quando da destruição da fachada do museu dos coches (fundação eugénio de almeida)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho muita pena é da Igreja das Mercês.
      Eu é que sei a falta que ela cá faz para a evangelização dos comunistas.

      Eliminar
    2. Essa senhora chefia um serviço que é formado por gente incompetente e corrupta.
      Quanto à competência basta ver:
      - as inúmeras obras, de alegado "prestigio", que violam as leis em vigor e que manifestamente diminuem o valor desta cidade património da humanidade,
      - os edifícios abandonados e em ruínas por todo o lado,
      - as obras espalhadas pela cidade, da autoria dos técnicos, que são verdadeiros atentados à arquitectura e aos eborenses.
      Quanto à corrupção basta ver:
      - a forma discricionária e a soberba com que tratam os munícipes, conforme estes tenham posses e poder,
      - como mudam a interpretação da lei, conforme o "cliente",
      - como trabalham nos seus projectos particulares no horário do serviço.

      Eliminar
  2. Puta-que-pariu esta gente toda.
    Construam o Centro Comercial de uma vez por todas.

    ResponderEliminar
  3. PORRA, FAÇA-SE UM REFERENDO!...ACHO QUE A LEI O PREVÊ, PARA O CASO.
    Talvez a população de Évora, ache mais importante salvar a cidade como PATRIMÓNIO da HUMANIDADE (sim com letra grande)do que entregar o tal centro comercial a um grande grupo económico que apenas pensará nos lucros chorudos.
    Desenvolva-se o comércio local e tradicional. Há uns anos atrás,li num estudo feito, penso que pelo jornal Expresso, que por cada posto de trabalho criado numa grande superfície,a que poderá ser comparado um centro comercial, se perdiam quatro pelo fecho de um espaço do comercio tradicional.

    António Gomes

    ResponderEliminar
  4. Só uma pergunta:
    A antiga directora regional de cultura do Alentejo, arquitecta Aurora Carapinha, não emitiu parecer favorável à alteração do PUE que contempla a construção de um CC nas portas de Avis?
    Se emitiu parecer favorável na altura da revisão do PUE, o que aconteceu de lá para cá que a fez mudar de ideias?

    ResponderEliminar
  5. O que me preocupa é que se passa em S. Manços. A Presidente foi mais do que enxovalhada na Assembleia de Freguesia e enfiou a viola no saco ... aos costumes disse « nada» . Ah pois é quando é a própria funcionária da junta que acusa publicamente a presidente da junta de ter ficado com dinheiro, alguma coisa se passa.

    ResponderEliminar
  6. Pois é gosto de ver tantos comentários...mas quando foram feitas as reuniões sobre o tema para escutar a população, foram 8 todas publicitadas nos meios de comunicação social, partilhadas nas plataformas, feitos editais, onde andava esta gente toda? Ai poderiam ter dito de sua justiça. Agora ja foi aprovado pela camara e pela assembleia...
    Esta coisa de deixarmos que os outros participem e lutem sozinhos enquanto só o fazemos em grupos de amigos não resulta.
    Lamento mas, e apesar de ter votado contra, ja foi aprovado pois os cidadãos desta cidade nao se juntaram!
    Lurdes

    ResponderEliminar
  7. Vamos lá construir, de uma vez por todas, o Centro Comercial. Ontem já era tarde...

    ResponderEliminar
  8. Lurdes: pelo que se sabe e através das pessoas que estiveram nas reuniões feitas pela Câmara e pelos debates no Grupo Pro-Evora estiveram sempre muitas pessoas e, em todas elas, houve sempre muitas vozes críticas - senão a maioria - e desfavoráveis à construção do Centro Comercial. Dizer que a Câmara adoptou esta posição porque a opinião pública, ouvida nestas reuniões estava a favor, é no minimo desonesto.

    ResponderEliminar
  9. "Dizer que a Câmara adoptou esta posição porque a opinião pública, ouvida nestas reuniões estava a favor, é no minimo desonesto."
    Pois é.
    Mas, além de ti, quem é que disse isso?

    ResponderEliminar
  10. Respondendo ao anónimo das 20.36 eu que fui a quase todas as reuniões posso afirmar que alem de membros de partidos e técnicos foram pouquíssimos os cidadãos que se deslocaram às reuniões quer para dizer que sim quer para dizer que nao. E é de cidadãos que falo.Era esses que queria ter visto lá. Claro que também interessam os técnicos e os membros de outros grupos políticos, mas a força quem a tem é quem vota. O que acontece é que se vota e depois se fica sem participar durante 4 anos. Posso dizer por outro lado que no caso da Mina foi diferente a população de rural esteve nas reuniões, fez pressão e a mina na passou. Eles lutaram, eles ajudaram a dar força aqueles que tendo sido eleitos estavam do lado deles, eles ganharam!
    Lurdes

    ResponderEliminar
  11. A prof.Aurora Carapinha critica agora porque a cãmara é liderada por uma força que sempre tem estado ausente do poder central e das direções regionais,criticar o bloco central que tem governado o país por decisões (muitas) que tomou contra o património é tarefa dificil para muitos ,a promoção,o lugar de chefia,etc,etc...........

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.