quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

A polémica sobre o Centro Comercial junto às Portas de Avis também no "Diário do Alentejo"


Projeto de Centro comercial levanta dúvidas 

Ainda antes do fim do ano, a Câmara Municipal de Évora deu a conhecer a existência de investidores interessados em construir um centro comercial de “influência regional” junto às Portas de Avis, num terreno que lhe pertence e que se situa na periferia do centro histórico. O Grupo Pro-Évora promoveu três sessões, convidando vários especialistas para debater o tema e ajudar a formar uma opinião. E a conclusão a que chegou, diz a sua presidente, Aurora Carapinha, é a de que “temos dúvidas”. “Esta estrutura melhora, revitaliza e regenera o centro histórico? A experiência de casos semelhantes diz-nos que não”. 
O município, pela voz do vereador Eduardo Luciano, esclarece que “não é promotor da construção de centros comerciais”. Acontece que, da última revisão do Plano de Urbanização, resultou a classificação dos terrenos de propriedade municipal junto à Porta de Avis como “destinados a comércio e serviços”, entendendo a câmara, por unanimidade, colocar à venda esses terrenos, por concurso público, cujo caderno de encargos “contém um conjunto de exigências que pretende defender o centro histó- rico da competição de uma centralidade alternativa”. O autarca fundamenta-se, inclusivamente, num estudo, dirigido pela geógrafa Teresa Barata Salgueiro, que apontava “como localização menos gravosa, para a existência de um centro comercial de dimensão regional, qualquer uma que ficasse a menos de 15 minutos a pé do centro histórico”. 
Ora, o estudo data de 2007 e, segundo o Grupo Pro- -Évora, está “manifestamente desatualizado”. “Hoje o mundo muda a uma velocidade louca. E o que o estudo diz é que o impacto seria menor ali, o que não quer dizer que não haja”, acrescenta Aurora Carapinha. 

CF 

16 comentários:

  1. O Correia da Manha, vem hoje dizer que em Évora, um individuo de 32 anos andava a violar raparigas com 12 e 13 anos. Ou seja, este individuo convidava as jovens para sua casa, onde lhes oferecia droga e depois quando estas estavam debaixo do efeito da mesma abusava delas. O que me admira nisto tudo, não é este individuo praticar tal crime, pois infelizmente há sempre por ai muitos energúmenos que tudo fazem para degradar a juventude, o que me admira é os paizinhos destas crianças, sim crianças, não datem por nada. Também não me admira, conheço duas jovens, que devem ter cerca de 11 a 12 anos, que levam tardes em frente de sua casa, namorando, e não pensem que sejam namoros de meados do século XX, antes pelo contrário, são namoros daqueles que os nossas TV's teriam de colocar uma bolinha vermelha, será que estas pais não vêem?
    E depois acontecem estas desgraças, claro que tem de acontecer.
    Du Campo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. @20:17
      Tens toda a razão.
      A culpa é sempre das vítimas.
      Os gatunos, os traficantes, os corruptos, os aldrabões, os banqueiros, os que roubam o estado, os que fazem gestão danosa, os que fogem ao pagamento dos impostos, etc., são todos inocentes.

      É que as vítimas, estavam mesmo a pedi-las.

      Eliminar
    2. Estás enganado, não disse. longe disso de dizer que as vitimas estavam mesmo a pedi-las. Agora aquilo que eu digo e afirmo,é que infelizmente a nossa juventude vivem num mundo à parte, quer por influência das TV's/cinema, quer pela internet, e os seus páis, em principio os principais responsáveis pela sua educação e socialização, deixam que as mesmas vivam nessa ilusão, não as aconselhando,nem as repreendendo. Sabe o que uma dessa jovens que eu indiquei no meu post, disse um dia ao seu pái?, Sabe? não sabe mas eu explico-lhe, por que o pai a chamou à razão por qualquer razão, não sei qual pois não me apercebi, mas ouvi a resposta dessa tal jovem de 11/12 anos, e a sua resposta foi - Vê lá se queres que eu vá fazer fazer queixa de ti à protecção de menores. É isto, um pai hoje em dia não tem autoridade, e quando a quer impor recebe respostas deste tipo. Não sou um velho do Restelo, mas há limites.
      Du Monte

      Eliminar
  2. este vereador Luciano além de ser um imbecil incompetente e tb mal educado ( é resposta que uma pessoa na sua condição responda " que não é promotor de centros comerciais". mas e vereador e pode esclarecer que só há centro comercial nas portas de aviz se a câmara quiser, independentemente de estar no PDM ou não, porque não há nada mesmo nada que obrigue à venda do terreno, a não ser a vontade da CDU, porque se não houver venda não há CC. Portanto a decisão é exclusiva da Câmara ou melhor da CDU - rua de aviz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A educação não impera por estas bandas. Ao ofender as pessoas falam para si próprios e revelam o que são.

      Eliminar
  3. Desde que Pinto de Sá abandonou autarquia de Montemor o Novo não tem parado a detenção de varias familias que viviam a largos anos do trafico de estupefaciente e que abasteciam a cidade de Évora,muito estranho e mais não digo!

    ResponderEliminar
  4. http://www.lidadornoticias.pt/evora-familia-que-liderava-rede-de-droga-pai-mae-e-dois-filhos-em-prisao-preventiva-tres-em-beja-e-um-em-odemira/,a policia aperta o cerco os vendedores de heroina!

    ResponderEliminar
  5. A atenção da PSP

    o vandalismo na cidade continua,a PSP nada faz.

    ResponderEliminar
  6. Realmente alguem os protegia em Montemor e com algum poder pois davam demasiado nas vistas sempre em brutos automoveis e construiram uma bruta mansão,gato com rabo de fora!

    ResponderEliminar
  7. Aurora Carapinha do Pró-Évora, Luciano da CDU,trabalhadores da câmara,população autóctone,pedras empilhadas e muitas calçadas disformes,Pinto de Sá,Jerónimo de Sousa e as «engraçadinhas», carnaval e bloqueio de trânsito extra-muros, tudo fruto do mesmo pomar...
    É o que há e não há mais, porque é assim que se vive por cá, mediocremente...

    Emanuel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. @12:10
      O novo hospital de Évora, vai ter a especialidade que trata dos malucos?

      Eliminar
  8. O que se passa na Junta de Freguesia de S.Manços ?

    ResponderEliminar
  9. É uma vergonha,o vandalismo continua,paredes borradas,sinais destruidos,papeleiras vandalizadas,bancos de jardim partidos.........onde pára a policia ?

    ResponderEliminar
  10. ... vão dar um salto a Badajoz para aprenderem urbanismo e como se desenvolve uma cidade tal como Barrancos está para Lisboa !

    Depois , não é só no futebol que existem máfias ... o preço dos combustíveis em Portugal mergulham numa máfia organizada corrupta , explico :

    Claramente até um parvo sabe se os impostos e logo os combustíveis tivessem mais baixo que em Espanha passaria o inverso a acontecer , os Espanhóis viram cá comprar . Não seria até atrativo para dinamizar o comercio ?

    Pois é , a máfia manda no Governo e manda ter em Portugal os mais caros , pois assim sabe-se que uns milhões de litros serão dados à economia Espanhola , perguntam agora porque razão .

    Pela razão de alimentar o esquema mafioso da energia elétrica , conseguindo assim a EDP um mega descontão na compra do KWh vindo das centrais nucleares Espanholas !

    Pois é , Estado Português parece perder uns milhões de receita nos combustíveis ... mentira !

    Vai depois no IVA da energia buscar 10 ... SIM ! 10 vezes mais imposto e receita nos lucros da energia elétrica , pois eletricidade paga o pobre e rico .

    Resumindo ;

    Manda a máfia elétrica ter combustíveis mais caros em Portugal ... assim os Espanhóis consomem os deles e alguns Portugueses ajudam na receita e economia Espanhola e depois vendem os Espanhóis MegaKwatts de eletricidade com desconto abismal para depois os EDP´S os venderem a milhões de Portugueses a preço de ouro e assim o Estado Português recupera toda a receita "perdida" mais 10 vezes .

    ... aqui que ninguém nos ouve , compram 1 Kwh a menos de 1 cêntimo !

    ... e o vendem a cerca de 016 cêntimos !

    Aprendam !

    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  11. Eu acradito no Centeno. E você? Também acradita?

    ResponderEliminar
  12. Não fosse o Zé Ernesto, ainda agora a esquerdalha estava a discutir o investimento da EMBRAER

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.