segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ensino do Desporto em Évora merece destaque no XVI Congresso Nacional de Gestão do Desporto




Realizado em Vilamoura a 26 e 27 de novembro, o XVI Congresso APOGESD, reuniu uma plateia com mais de três centenas de interessados, entre os quais alguns dos mais conceituados especialistas nacionais e internacionais da Gestão do Desporto...
Tendo em conta a temática geral do Congresso - Turismo e Desporto: Sinergias Estratégicas” - várias foram as entidades e personalidades convidadas a intervir, registando-se um leque muito variado e elevada qualidade nas comunicações apresentadas.
À imagem do que havia sucedido há dois anos (no XIV Congresso, realizado em Guimarães), Évora esteve representada por uma delegação de alunos e professores, sendo um dos preletores convidados o Prof. Pedro Janeirinho, ligado há quase três décadas ao ensino do desporto nessa localidade.
Refletindo precisamente essa experiência, na sua comunicação (denominada “Desporto Aventura e Turismo Ativo: Sinergias estratégicas no ensino”), apresentou uma seleção de "case studies", devidamente quantificados e ilustrados, como exemplo de boas práticas levadas a cabo nas duas instituições de ensino a que o docente tem estado ligado - Universidade de Évora e Escola Secundária André de Gouveia (ESAG).
Interligando as duas componentes abordadas (Desporto Aventura e Turismo Ativo), o orador pretendeu demonstrar a eficácia das sinergias estratégicas estabelecidas entre os dois estabelecimentos de ensino (cursos superior e secundário) e os seus parceiros institucionais e privados, beneficiando não só a comunidade estudantil como também a população local e proveniente do exterior (turistas).
Foram, assim, referenciados exemplos de eventos organizados em exclusivo por alunos mas abertos a toda a população (como o caso da “Semana Olímpica ESAG”, da “Semana Náutica”, do “U.É. Challenge” – que em 2016 conhecerá já a sua 14ª edição consecutiva) bem como a colaboração em eventos de maior impacto nacional (como o “BikÉvora”, o “Desafio pela Saúde” e a meia maratona “Running Wonders”).
Esta oportunidade de divulgação da oferta formativa da cidade foi aproveitada ao máximo, tendo em conta que se trata de uma situação pouco comum, que justifica todo o relevo possível – principalmente no caso da ESAG-Évora, que foi a única escola secundária do país a merecer a honra de tal destaque…
Alguns alunos do curso de Ciências de Desporto da U.É. e a totalidade dos alunos do 3ºano de Gestão Desporto da ESAG estiveram presentes nos dois dias do evento, assistindo a várias palestras e aproveitando para trocar experiências e contactos com colegas de outras escolas. Com resultados bem positivos, diga-se de passagem: a lista de entidades interessadas em participar na próxima edição da “Semana Olímpica ESAG” (já com data marcada, para 14 a 18 março 2016) aumentou significativamente!

Pedro Janeirinho
(por email)

7 comentários:

  1. Para pensar:
    Crescimento ilimitado num planeta finito é impossível.
    Fritjof Capra.

    ResponderEliminar
  2. O Livre/Tempo de Avançar e a Renovação Comunista conseguiram os seus objetivos Unir as Esquerdas,será tempo destas duas organizações contribuírem para o fortalecimento das Esquerdas nomeadamente Bloco (livre/tempo de avançar)CDU (refundação Comunista),seria um passo importante a fusão destes dois movimentos nas suas antigas famílias politicas.

    ResponderEliminar
  3. Dirigente da CAP pede ao novo ministro para não haver derivas de extrema-esquerda,está preocupado com o órgão da concertação social,diz ele que tem um papel fundamental.

    Gostava de o ver preocupado com a falta de assento nesse órgão por parte dos pequenos agricultores(nomeadamente do Norte) as suas organizações estão de fora.

    Como a defesa de uma auditoria as direções regionais de agricultura em relação as candidaturas a subsídios,o Senhor da CAP fala apenas na defesa dos Grandes Lavradores os maiores beneficiários dos fundos comunitários,os pequenos agricultores do Norte e Centro de Portugal apenas lhes cabem umas migalhas.

    ResponderEliminar
  4. Professor Galopim de Carvalho, um grande homem, um grande valor eborense.
    Um texto sobre os valores fundamentais da educação, e da sua gestão.
    Um texto destinado a ser ignorado a começar pelos eborenses, e pelos governos a todos os níveis, como é costume.

    http://sopasdepedra.blogspot.com/2015/11/programas-e-manuais-escolares.html

    ResponderEliminar
  5. Gaba-te, cesta... há pessoas que deviam adquirir o hábito de se ver ao espelho.

    ResponderEliminar
  6. Muito se fala do esvaziamento da concertação social,não os vejo a defender Mais transparência e representividade do órgão.

    Os homens da lavoura da zona norte não tem assento na concertação,a CAP não os defende,Senhor Capoulas deve propor a presença da CNA na concertação.

    ResponderEliminar
  7. Falta a parte onde se põe os alunos a fazer obras em casa...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.