quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Câmara de Évora apresentou proposta sobre cedência de terrenos para centro comercial nas Portas de Aviz

(a foto com o violento contraste luz/sombra, só para que não haja dúvidas, é da autoria da CME e não do acincotons)

Em reunião pública de 25 de Novembro, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, apresentou à Câmara a proposta de cedência de terrenos municipais para construção de empreendimento comercial na zona das Portas de Aviz. Prevê-se que na próxima reunião pública, agendada para 9 de Dezembro, seja tomada a decisão quanto à cedência dos terrenos, respetivo caderno de encargos e programa do concurso, os quais serão alvo de deliberação final em sessão da Assembleia Municipal.
Foi aprovada por unanimidade a proposta de normas de gestão do Monte Alentejano que visam a uniformização de critérios associados à cedência do espaço, bem como a aplicação de normas referentes à utilização do mesmo. O Monte Alentejano foi alvo de intervenções nos meses de maio/junho de 2015 ao nível da cobertura, dos acessos e da cozinha, as quais, como o investimento aplicado, se traduziram na salvaguarda das condições de segurança para os utilizadores deste equipamento municipal.
Um voto de pesar pelo recente falecimento do padre Paulo Luís Cordovil - Pároco de Nossa Senhora da Boa Esperança (Évora), Santa Sofia (Montemor-o-Novo) e Capelão da Santa Casa da Misericórdia de Évora - foi proposto pela Vereadora Cláudia Sousa Pereira e aprovado por unanimidade.
As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2016 serão apresentadas na próxima reunião pública, seguindo depois para deliberação e aprovação final na sessão da Assembleia Municipal de Évora a realizar no dia 18 de Dezembro.
No período antes da Ordem do Dia foi ainda dado a conhecer pela Vice-Presidente, Élia Mira, a participação camarária no VI Congresso Nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, que se realizou de 11 a 13 de Novembro, em Almada.
O Vereador Eduardo Luciano deu ainda conhecimento da recente realização de três conferências e sua importância: uma sobre turismo cultural (Palmela), outra sobre turismo e desenvolvimento (Angra do Heroísmo) e uma terceira sobre turismo inclusivo, a qual foi promovida pelo INATEL de Évora. (Nota de Imprensa da CME)

18 comentários:

  1. A Direita deixa hoje o Poder,nos últimos quatro anos vivemos os tempos mais duros desde Abril de 74.

    A Direita vendeu quase tudo,lançou na Miséria muitos Cidadãos,na região os negócios e a roubalheira a nível de direções regionais foi um fartar vilanagem.
    Esperamos que Haja Coragem por parte dos novos dirigentes a realizarem auditorias aos vários organismos regionais.

    ResponderEliminar
  2. ARS,Segurança Social,IEFP,Direção regional de Agricultura.......................exige-se auditorias aos vários serviços.

    ResponderEliminar
  3. E um voto de pesar por srºFrota e SrºPalminha duas figuras importantes da nossa cidade,é uma VERGONHA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apoiado!
      Afinal é à igreja que dobram a espinha

      Eliminar
  4. A .porcaria da CDU, nao perdoa a frota ter trabalhado com Ze Ernesto. A CDU sao todos patriotas e mais honestos e integros do que os outros pobres mortais. Nao esquecer que o Dr Palminha da Silva abandonou o partido em 1968 e por boas razoes que ele aqui bem expressou em fins de Setembro. Laicos e maçonicos ka se lembraram do Sr. Padre Cordovil, mas esse voto de pesar nao partiu deles se fosse arabe seria um amigo esta gente envergonha-se da raiz judaico-crista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na Câmara estão representados 3 partidos: CDU, PS e PSD.
      Pelos vistos nenhum deles propôs qualquer voto de pesar sobre Frota e Palminha.

      Neste contexto o teu comentário parece algo despropositado ou até mesmo ressabiado.
      As motivações concretas tu as saberás... Duvido é que alguém as tenha entendido.

      Eliminar
    2. mas então foi a CDU quem só se lembrou do padre

      Eliminar
  5. 16.00 Treta barata!Estávamos falidos por um partido de esquerda socialista que vivia de pecs sabe o que significaram austeridade dura e bruta até a chegada da troika.
    Esta entrada no poder fora das escolhas para um primeiro ministro eleito nas urnas vai ser duro é o fim da esquerda caviar radical e dos amigos,acredita em auditorias o próprio novo governo é composto por maridos mulheres e filhos imaginem 47 secretários e 17 ministros começam a fazer despesa em forte logo no inicio e claro com a famosa colagem de boys e girls da maquina socialista no poleiro.!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Esta entrada no poder fora das escolhas para um primeiro ministro eleito nas urnas»

      Ainda ninguém te explicou que não há, nem nunca houve primeiros ministros eleitos nas urnas?
      Ainda não tinhas reparado que em Portugal há apenas 3 tipos de eleições: para a Assembleia da República, para Presidente da República e para as Autarquias Locais. Eleições para Primeiros Ministros nunca houve.

      Eliminar
  6. Quando o povo pobre, muito dele votou nas esquerdas, perceber que o governo das esquerdas não lhe vai dar um chavo, que quem vai ter reembolsos vão ser os que ganham ordenados de 1000 para cima, talvez aí o povo perceba que as esquerdas não lhe dão nada. Nem xuxas, nem comunas, nem bloquistas. O interesse das esquerdas é estar no poder para se governar à conta do dinheiro dos nossos impostos. Chupistas!
    Oxalá que o povo trabalhador perceba quando vir que o governo de esquerda favorece é os políticos de esquerda. O povo vai entrar a seguir mas é para pagar mais uma crise que a esquerda já começa a preparar. Observem. Vão ser 30 cães a um osso. Só no governo a clientela é mais que muita. É dos maiores governos da Democracia portuguesa. E os outros tachos que os homens de esquerda vão ocupar? Povo, vais ter que penar muito para encheres o bolso aos homens de esquerda.

    ResponderEliminar
  7. Quando o povo pobre, muito dele votou nas esquerdas, perceber que o governo das esquerdas não lhe vai dar um chavo, que quem vai ter reembolsos vão ser os que ganham ordenados de 1000 para cima, talvez aí o povo perceba que as esquerdas não lhe dão nada. Nem xuxas, nem comunas, nem bloquistas. O interesse das esquerdas é estar no poder para se governar à conta do dinheiro dos nossos impostos. Chupistas!
    Oxalá que o povo trabalhador perceba quando vir que o governo de esquerda favorece é os políticos de esquerda. O povo vai entrar a seguir mas é para pagar mais uma crise que a esquerda já começa a preparar. Observem. Vão ser 30 cães a um osso. Só no governo a clientela é mais que muita. É dos maiores governos da Democracia portuguesa. E os outros tachos que os homens de esquerda vão ocupar? Povo, vais ter que penar muito para encheres o bolso aos homens de esquerda. E tu ficas a ver navios.

    ResponderEliminar
  8. Com essa afirmação estás a querer dizer que o Cavaco é corrupto? Pois se o governo de Costa é ilegítimo e se foi o Cavaco lhe deu posse, isso quer dizer que este mesmo cavaco colaborou com essa vigarice, logo é corrupto! Esta é a tua versão não a minha.
    MdM

    ResponderEliminar
  9. Cavaco foi encuralado,não pode disolver o parlamento e marcar novas eleições só lhe restando um governo de gestão que não resolvia nada,teve que dar pose os casamenteiros mas claro indicou e ontem voltou a afirmar que se escorregarem partimos para outra solução.

    ResponderEliminar
  10. O Vereador Eduardo Luciano deu ainda conhecimento da recente realização de três conferências e sua importância: uma sobre turismo cultural (Palmela), outra sobre turismo e desenvolvimento (Angra do Heroísmo) e uma terceira sobre turismo inclusivo, a qual foi promovida pelo INATEL de Évora.
    Mas qual importancia senhor vereador Luciano a não ser viajens de puro lazer a conta do erario publico ,já é conhecido como o turista vereador!

    ResponderEliminar
  11. Luciano é uma nódoa!

    ResponderEliminar
  12. O programa regeneração urbana 2020 da autarquia de Évora não contempla 1 cêntimo para o bairro Escurinho,começo a desconfiar se o presidente conhece a cidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De tanto veneno que destilas, tens de ter cuidado para não morder a língua...
      Ou se quiseres, quando se fala do que não se sabe, sai sempre asneira. Como é o teu caso.

      Eliminar
  13. Os comentários têm tudo a ver com o tema "postado".

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.