segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Um primeiro olhar para as eleições: PSD/CDS ganham eleições, mas perdem maioria de votos. BE ultrapassa CDU em número de votos e de deputados



Das eleições deste domingo fica a derrota do PSD/CDS que apesar de terem ganho em conjunto as eleições perdem a maioria absoluta e cerca de 11% dos votos relativamente a 2011. O PS consegue um resultado pouco melhor do que nas últimas europeias, aumentando o seu grupo parlamentar em 12 deputados e a CDU vê-se ultrapassada pelo Bloco de Esquerda, sobe ligeiramente em percentagem, mantém mais ou menos o mesmo número de votos, e ganha mais um deputado. O grande vencedor é o Bloco de Esquerda que muitos já dávamos por morto e enterrado. Uma boa campanha recompensada nas urnas com mais do dobro do número de votos e dos deputados. O PAN que não tinha representação parlamentar consegue eleger um deputado.
A abstenção aumentou quase dois pontos relativamente a 2011, situando-se nos agora 43 por cento.

No distrito de Évora foi assim:

clique na imagem para aumentar

E no concelho de Évora:

clique na imagem para aumentar

19 comentários:

  1. Como sempre as análises "inteligentes" e "rigorosas" tão características deste blogue. Vejam bem que a CDU, que teve em 2011 440.922 votos e 16 deputados e, agora em 2015, 444.319 votos e 17 deputados, "mantém o mesmo número de votos, mas perde deputados"

    Ou seja, na sua distinta aritmética, 17 é menor que 16.
    Enfim, o habitual rigor e inteligência...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão. Está corrigido. À hora que o post foi escrito eram estes os resulatdos. Só que não eram ainda os definitivos. Obrigado pelo reparo.

      Eliminar
    2. Grande vitória da CDU como sempre. Subiu 3397 votos a nível nacional!!!
      Com este desastre todo tem esta enorme subida,!!! parabéns à CDU:

      Eliminar
    3. Somos um país de burros e burros velhos, é a única conclusão que consigo tirar destes resultados.
      Provavelmente, saliento não tenho a certeza, se fosse um latifundiário ficaria satisfeito com este resultado, mas como reformada, olho para este panorama e só consigo ficar triste:
      A pobreza vai continuar a aumentar, os jovens sem trabalho ou com, mas temporário, à mercê de todas as tropelias de patrões exploradores, vão continuar a abandonar o país.
      Estou triste, fui votar, votei na esquerda, mas quem ganhou afinal? A abstenção. aos que ficaram em casa digo quando tiverem mal, mesmo mal, vão para a rua protestar, mas não contem comigo.

      Eliminar
  2. Um valente nabo levaram os comunistas,o bloco passou lhe a perna,o ti Jeronimo já esta na hora de ir tomar conta dos netos esta a destruir o que resta do pouco pcp.
    E querer ganhar na secretaria é ridiculo os portugeses dera am vitoria ó Paf,a que saber viver em democracia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem parece querer ganhar na secretaria são os que perderam 30 deputados, em relação a 2011, e deixaram de controlar a maioria dos deputados da assembleia da República. Assembleia que é SÓ o órgão que gera e suporta o Governo. E, sem maioria de deputados não há governo que resista...

      Eliminar
  3. O bloco esta estoirar com o que resta do partido comunista,já lhe ocupa o seu espaço e agora conseguiu sair na sua frente com mais deputados.
    Camarda Jeronimo esta na hora de abandonar o barco para sair de forma digna!

    ResponderEliminar
  4. A CDU perde deputados? Oi cara, essa só contaram p'ra você...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão. Está corrigido. À hora que o post foi escrito eram estes os resultados. Só que não eram ainda os definitivos. Obrigado pelo reparo.

      Eliminar
  5. EÇA DE QUEIROZ escreveu em 1871
    “Estamos perdidos há muito tempo… O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
    Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada.
    Os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
    Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida.
    Ninguém se respeita.Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
    Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram.
    A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
    O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
    O Estado é considerado na sua ação fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
    A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
    Diz-se por toda a parte, o país está perdido!
    Algum opositor do actual governo?
    NÃO!”

    ResponderEliminar
  6. Eleições e os direitos dos animais

    http://manoelinho.blogspot.pt/2015/10/eleicoes-e-os-direitos-dos-animais.html

    ResponderEliminar
  7. Os que não gostam de trabalhar é que são contra o Passos Coelho.
    Porque o Passos Coelho é contra os mamões, contra toda a espécie de parasitas da sociedade. Do coirão reformado da "Função Pública" que recebe para cima de 2 000 euros de reforma sem ter feito a ponta de um corno na dita função pública ao caguincha que se faz de parvo para receber o Rendimento Mínimo.
    Mas o Passos Coelho é ainda o Estadista que em defesa de Portugal e dos portugueses, teve a coragem de dizer NÃO ao figurão Ricardo Salgado do Banco Espírito Santo.
    Passos Coelho é o Homem certo no lugar certo. É o Homem de que Portugal necessita para governar. Para governar para todos os portugueses, incluíndo malandros, gatunos e gente sem vergonha nenhuma, que os há por todo o lado.
    Mas como lutador que é pelo seu país, Passos Coelho não teve nem vai ter vida fácil com toda a espécie de problemas que existem na sociedade portuguesa.
    Ele tem que lutar contra todos os políticos da treta que puseram o país no estado em que se encontra. Falido! Mas isso não interessa aos socialistas, aos comunistas, aos bloquistas e a outros istas. Estes só pensam em eleições, lugares no Parlamento, em quem ganhou e quem perdeu, em jogos e tramas partidárias. Trabalho para pôr Portugal a produzir mais para o nosso consumo e para exportar para fora, isso não passa pela cabeça dos políticos da treta.
    Passos Coelho é um militante de Portugal!
    Os que lhe reconhecem essa condição devem apoiá-lo com toda a sua capacidade com o objetivo de cada vez mais Portugal melhorar económica, social e culturalmente.
    Viva Pedro Passos Coelho!
    Viva Portugal!

    ResponderEliminar
  8. 11,01 é a realidade as urnas o confirmaram azia foi tanta que já queriam ir de assalto a secretaria,SEM VERGONHA ESTES COIRÕES!

    ResponderEliminar
  9. Este senhor é realmente triste!

    ResponderEliminar
  10. O partido comunista que estude bem,o bloco vai começar a ganhar autarquias e juntas de freguesias,não acordem!!O tempo do Jerónimo já passou é preciso gente nova com um novo discurso.

    ResponderEliminar
  11. O PCP, tal como o PS tem os dias contados, caso não se renovem. O PSD também teve a sua travessia no deserto e conseguiu renovar-se, tem gente nova, embora com um estilo de politica que não me agrada nada, mas isso já é outra questão. Não gosto nada do Passos Coelho, é arrogante, e pouco dado a pessoas de idade avançada (será que não tem país?). Mas na verdade soube reunir-se assessores que conseguiram fazer passar a sua imagem. Quem tivesse assistido à campanha eleitora, até parece que esteve no governo nos últimos quatro anos foi o PS e não o PSD/CDS. E Costa por incapacidade ou por mau aconselhamento não consegui dar a volta por cima, embora tenha conseguiu dar algum abanão à sombra de Sócrates, não foi capaz de desmontar a campanha da PaF, depois continua rodeado de algumas personagens que nada abonam na sua imagem, Ferro Rodrigues, Mário Soares (que devia ser proibido pelos médicos de sair à rua), Capoulas Santos, etc, etc. Na verdade, o PS , tal como o PCP com o camarada (avózinho) Jerónimo devem limpar a sua imagem, novo rostos, novas ideias, caso não o façam vão ter um fim triste, tal como KKE e o PASOK.
    MdM

    ResponderEliminar
  12. O menino Oliveira e o Avô Jeronimo estão a destruir o que resta do verdadeiro partido comunista portugues,o comite tem que os mandar embora e renovar com gente nova com capacidade de comunicar e dialogar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que o PCP não tem do seu lado essa gente nova com capacidade.
      Só tem para nos apresentar Joões Oliveiras e Ritas Ratos. Gente sem conhecimentos nem cultura. São simplesmente relógios de repetição do camarada Jirónimo.
      "Eles não sabem nem sonham que o sonho comanda a vida"

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.