terça-feira, 20 de outubro de 2015

Évora: cinema na ISV



Hoje, 21:30, na ISV. 

Filme "A respeito da violência"

Verdadeiro ensaio sobre a relação entre a história, a sociedade, a identidade e a política, A Respeito da Violência é no essencial um exercício de montagem de arquivos que prossegue o trabalho de “arqueologia” iniciado pelo cineasta com BLACK POWER 1967-1975. (...) Entramos em A RESPEITO DA VIOLÊNCIA a pensar numa lição de história; saímos a pensar no futuro. - Público

Um documentário duro e cerebral mas que acaba por ser esclarecedor acerca da descolonização de África. – Hollywood Reporter

O som vibrante e ecoante de uma trombeta – que se repete ao longo do filme – e alguma carnificina política sem contemplações identificam A RESPEITO DA VIOLÊNCIA por aquilo que é: um apelo às armas espinhoso e apaixonado. – Time Out New York
Este documentário, montagem de material de arquivo originário da televisão sueca, oferece um testemunho denso e espantoso sobre as guerras de descolonização em África. – Le Monde

A exemplo dos escritos de Fanon, que se manteve sempre cuidadosamente afastado da armadilha da profecia, o filme produz uma multiplicidade de ecos de uma actualidade incendiária. – Libération

5 comentários:

  1. Bolas... Pensava que ia ser o filme de estreia das novas e ultra modernas salas de cinema que construíram ali ao lado do terminal da Rodoviária...

    ResponderEliminar
  2. A respeito da violência.
    O António Costa quer à força ser 1º Ministro. Para tal faz acordos com qualquer partido. Com o PCP e com o BE, no caso presente. Se mais houvesse, o homem juntava tudo numa caldeirada. Só que a caldeirada funciona bem é com peixes.
    Aqui em Évora temos sido governados desde o 25 de Abril pelo PCP e pelo PS. Estamos endividados e mal pagos, para não dizer outra coisa.
    Agora imaginem o que esses partidos podem fazer a Portugal inteiro!
    Depois queixem-se.

    ResponderEliminar
  3. A Azia começa a surgir. Se António Costa for 1.º Ministro tem tanta ou mais legitimidade do que Passos Coelho.
    A direita esquece-se que neste 4 anos levou o país à miséria, aumentou a dívida pública, baixou a riqueza, depois tem a memória curta, não foram eles que deitaram abaixo o governo minoritário de José Sócrates?
    Costa tem tanta legitimidade em formar governo com o PC e o Bloco, assim como o PSD tem em formar com o CDS.
    Ou a maioria parlamentar só conta quando essa maioria é de direita?
    A humildade democrática nunca fez mal a ninguém, mas estou em querer que o que está em jogo é o futuro político de Paulo Portas e Passos Coelho.
    O primeiro porque está sujeito a ser chamada a explicar as luva dos submarinos quanto ao segundo vai ter e explicar aos seus militantes porque não foram eleitos, já que os seus lugares estão ocupados pelos militantes do CDS.
    Caso a velha carcaça, emposse Costa, vou gozar muito com o que se irá passar na PaF, cá por mim vai ser mesmo uma verdadeira PaF (porrada).
    MdM

    ResponderEliminar
  4. O cavaco só faltou dizer que os portugueses são estúpidos e não souberam votar

    ResponderEliminar
  5. O cavaco só faltou dizer que os portugueses são estúpidos e não souberam votar

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.