segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Évora: jovens intervêm no Aqueduto e Alto de S. Bento


A 100% Aventura – Associação de Desporto e Natureza organizou mais um Campo de Trabalho Internacional e levou os seus jovens a uma caminhada ecológica ao longo do Aqueduto e do Alto de S. Bento. 
Os jovens voluntários oriundos de vários países como Sérvia, Polónia, Espanha, França, Alemanha, Turquia, República Checa, Rússia, Letónia, Escócia, Angola, Cabo Verde e Portugal fizeram recolha de lixo durante todo o dia no percurso delineado e acções de sensibilização à população com uma mensagem ambiental para prevenir situações futuras. 
Este projecto é financiado pelo Instituto Português da Juventude e Desporto e está inserido nos programas de Campos de Trabalho Internacionais a nível mundial. (nota de imprensa)

31 comentários:

  1. Depois de Henrique granadeiro alimentado por uma cadela na Serra de Ossa há 70 anos.viveu na miséria e ficou rico graças aos beneméritos Condes de Vilava.
    Cadela amamenta bebé Criança foi descoberta com infeção de pele e piolhos. Por C.A.M. Foi descoberta uma criança de dois anos a ser amamentada por uma cadela. O insólito ocorreu numa oficina mecânica em Arica, no Chile. Uma testemunha viu a cadela, chamada Reina, a amamentar o menino e chamou as autoridades. A criança foi encontrada com piolhos e com uma infeção de pele. Ainda, segundo a polícia, a mãe estava embriagada quando foi buscar o filho ao hospital. No entanto, por não haver indícios de maus-tratos, não foi detida. O Serviço Nacional de Menores chileno apresentou uma queixa por abandono. A testemunha que encontrou esta criança foi contactada por Marcela Labraña, diretora desta instituição, que lhe agradeceu pessoalmente.

    Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/insolitos/detalhe/cadela_amamenta_bebe.html

    ResponderEliminar
  2. A cidade já está toda engalanada. Não há poste que escape!
    É obra da CDU......Pinto de Sá a poia!

    ResponderEliminar
  3. Quem da área da presidência da autarquia de Évora foi passar a informação da decisão do presidente de criar o parque nómada em frente as vilas do alcaide no terreno municipal???Esta informação passada pela porta do cavalo os moradores esta criar uma enorme confusão e revolta!
    Realmente até parece mentira o ponto que esta a chegar o pcp até os camaradas são bufos!

    ResponderEliminar
  4. Podemos estar perante o maior caso de CORRUPÇÂO em Évora.........................silêncio total......................

    ResponderEliminar
  5. Miguel Macedo ex-ministro da administração Interna constituído arguido.
    Tenho as minhas dúvidas que vá ficar preso, estamos a falar do partido "paf " e seus boys esta gente não é Sócrates. Sócrates tem contra ele o "super-juiz" e o pasquim correio da manhã, sem culpa formada, não é santo, mas como foi arquivado o processo dos submarinos, o dias Loureiro a não arresto da SLN dona do BPN que nos custou até hoje 7000 milhões de euros. A justiça não é só cega queremos uma justiça imparcial que se aplique a um e-primeiro ministro tal como a atual vic-primeiro

    ResponderEliminar
  6. Trabalhador em greve de fome assaltado durante a madrugada

    O antigo funcionário da Junta de Freguesia da Senhora da Saúde, em Évora, em greve de fome há 9 dias na cidade de Beja foi assaltado.


    http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=8073

    ResponderEliminar
  7. Segundo o Post, jovens estrangeiros andaram a fazer umas limpezas. É porque a Câmara não dá conta do recado como lhe compete. De facto o Dr Pinto de Sá não tem estofo para tomar conta de Évora. Acudiu um pouco mais à limpeza da cidade é certo, mas deixa muita coisa para trás. Veja-se o caso das passadeiras para os peões e dos traços contínuos e descontínuos da cidade e estradas do concelho. Está quase tudo apagado.
    Assim se vê o cuidado que o PCP tem com a segurança das pessoas.
    Somos de facto enganados pela esquerda. Diz que é de confiança, que faz e acontece, mas quando é preciso fazer é o tanas. O trabalho faz calos. A esquerda já deu o que tinha a dar. Temos que nos virar para o trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 12 anos de descalabro PS, deixaram a CME na falência. A falta de operacionais e os 90 milhões da dívida deixada por suas excelências tinham de ter algum efeito. Ou não?

      Eliminar
  8. Os comunistas do Mais Évora estão há mais de 1 mês na situação que eles mais gostam. O descanso. Pela vontade dos comunistas era férias todo o ano. Mas só no regime capitalista. No regime comunista só há férias para o pessoal das células.

    ResponderEliminar
  9. É giro,o serviço de fiscalização da autarquia envia um oficio para o cidadão X fazer a limpeza do espaço privado,no espaço publico autarquia dá exemplos claros de negligencia e incompetencia ou não conseguir limpar o que é seu.
    Pobre Pinto Rodrigues Luciano que só servem para comer iscas e beber tintos nas festas de Verão e pouco mais !

    ResponderEliminar
  10. o antigo trabalhador da Junta de Freguesia de Senhora da Saude (ainda Junta de Freguesia) foi injustamente despedido estava la PS (cujo executivo se pavoniava arrogantemente no edificio e fazer.. tá quieto..) Esperemos que consiga resolver a sua situação

    ResponderEliminar
  11. A imunda instrumentalização do cadáver de uma criança

    Não é o que vem nas fotografias o local original onde foi encontrado o pequeno corpo de Aylan Kurdi, uma criança curda de 3 anos de Kobané afogada com o irmão e a mãe ao largo da Turquia quando a família estava a tentar chegar à ilha de Kos na Grécia. Após o resgate do cadáver o corpo foi levado de seguida por fotógrafos turcos para um lugar mais fotogénico e colocado numa posição mais dramática para fazer subir o impulso emocional da opinião pública internacional com o objectivo de acusar Bashar al-Assad da morte deste pequeno emigrante, alimentando a saga persecutória contra a Síria.
    A cena é horrível,

    ...nunca esquecer o facto do líder do Livre Rui Tavares ter apoiado os bombardeamentos anglo-american-europeus para a "libertação" da Libia

    http://xatoo.blogspot.pt/2015/09/a-imunda-instrumentalizacao-do-cadaver.html

    ResponderEliminar
  12. Tyco..........Cobre..........centrão...........

    ResponderEliminar
  13. Quem queria saber como é que o bloco central (PS/PSD) se propõe reanimar a produção nacional e a economia interna, ficou sem saber.
    Quem queria saber como é que eles vão combater a corrupção que grassa nos partidos do bloco central, ficou sem saber.

    Um debate para nada.
    O Costa foi o mais certeiro a atirar porcaria ao Coelho.

    Partidos sem vergonha, sem reconhecer os crimes que cometem, responsáveis pela nossa miséria.
    Se alguém espera que eles se emendem, o melhor é esperar sentado.

    ResponderEliminar
  14. Percebe-se porque é que PS e PSD não quiseram um debate com os 4 partidos.
    É que, o PS e o PSD combinaram-se e não tocaram nas questões que interessam ao país. Limitaram-se a atirar porcaria um ao outro, e o pessoal pensa que assistiu a um debate político.
    Se estivessem os outros partidos, PS e PSD seriam desmascarados e obrigados a mostrar a política de austeridade e exploração do país, que pretendem prosseguir.

    Com este embuste, "ganhou" o Costa porque atirou mais merda.

    ResponderEliminar
  15. Mesmo assim com crises , desemprego e outras carências , nem imaginam a sorte dos jovens ainda que poucos nascerem em Portugal .

    O que as TV´s mostram ao público é apenas 1% da razão de tantos Sírios e outros andarem a arriscar a vida para terem um pouco mais de vida na vida !

    Acreditem aquando virem estas fotos e vídeos ... irão ficar arrepiados para o resto da vida ;

    http://heavy.com/tag/terrorism/

    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  16. Cai a Noite sobre a Cidade.............o silêncio é de cobre,os donos disto tudo continuam a fazer os seus negócios.

    ResponderEliminar
  17. O Mais Évora encontra-se encerrado desde o dia 21 de julho. em tantos anos nunca o Manuelinho fechou o blogue durante tanto tempo. Receio que o tenha feito por tempo indeterminado, não por precisar de descanso mas porque não há quem resista a tanta incompetência, tanta mentira e tanta corrupção como aquela que se passa hoje em Évora e na câmara.

    ResponderEliminar
  18. "É com papas e com bolos que se enganam tolos". Podia ser este o lema para o mês de setembro do Cenas ao Sul... e mais não digo.

    ResponderEliminar
  19. @09:56
    Enquanto te preocupas com os comunistas, vais sendo sistematicamente roubado pelo bloco central, PSD e CDS, e não tarda nada pelo PS.
    És mais uma vítima do anti comunismo primário.
    O anti comunismo primário é sinal de cegueira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. So se te roubam a ti. A mim e à minha familia quem roubou foi o PCP. Tas esquecido?

      Eliminar
    2. O PCP não rouba nem nunca roubou.
      O PCP tira aos gatunos, para devolver às vitimas da gatunagem.
      O PCP luta pela justiça social.

      Eliminar
  20. Se o PS fosse assim?????
    - Fenómeno Corbyn agita liderança dos trabalhistas britânicos
    É um "socialista à antiga". Propõe a renacionalização de empresas de energia, caminhos-de-ferro, indústria e até banca. Quer aumentar os impostos aos mais ricos e alargar a protecção social aos mais desfavorecidos. Defende que a austeridade é para acabar, que a despesa pública pode subir e que a Europa tem de ser "melhor", se quiser continuar com o Reino Unido. Anti-americano convicto, é amigo de Alexis Tsipras, foi admirador de Hugo Chávez, apoiou Vladimir Putin no conflito ucraniano e não se inibe de elogiar o Hamas ou o Hezbollah. E, mesmo sendo um republicano determinado, diz que consegue tolerar a existência da família real inglesa, porque essa batalha não é a sua prioridade neste momento.
    Aos 66 anos, Jeremy Corbyn tem muitas outras prioridades na agenda. E uma delas é ganhar a liderança do Partido Trabalhista (Labour) britânico, que anuncia amanhã, dia 12, o sucessor de Ed Milliband. Um objectivo que, a avaliar pelas sondagens mais recentes (nas quais tem reunido a maioria das intenções de voto), parece estar cada vez mais perto. Contra si correm mais três candidatos: Yvette Cooper e Andy Burnham (os que estão mais próximos nas sondagens) e Liz Kendall. Mas nem essa oposição parece ter travado o fenómeno de euforia, dentro e fora do partido, a que chamam de ‘Corbynmania'.
    Desde que Corbyn saltou para a corrida ao poder no Labour, o número de militantes trabalhistas elegíveis para votar quase triplicou, passando para 550 mil. E não é apenas o número que se destaca - é também o seu perfil. Grande parte são jovens que valorizam o candidato pela "autenticidade" e pela recusa em ajustar os seus princípios ideológicos às exigências das vitórias eleitorais. "Corbyn responde ao anseio de muitos, especialmente jovens, de se identificarem com uma causa que julgam autêntica, justa e nobre", comentou o jornalista John Carlin, que lhe chama "o Quixote inglês". E que também torna quase inevitável as comparações ao espanhol Podemos ou ao grego Syriza.
    As reservas de Blair
    Jeremy Corbyn quer liderar uma viragem na política económica e ambiciona que o Labour seja encarado como uma alternativa credível, em oposição ao que chama os "Tory light". Para isso desenhou um programa económico, o ‘Corbynomics', que passa, entre várias medidas, pela renacionalização de empresas e bancos, pelo reforço do combate à evasão fiscal, por um maior investimento na saúde e pela criação de um Banco Nacional de Investimento que irá emitir títulos comprados pelo Banco de Inglaterra, e usar o dinheiro recém-impresso para construir escolas, hospitais e outras infraestruturas.
    O economista Paul Krugman deu um aval positivo a este plano, mas Tony Blair já manifestou as suas reservas. Para o antigo inquilino do nº 10 de Downing Street, o programa de Corbyn reúne medidas do passado "rejeitadas, não pelos seus princípios, mas porque a maioria dos britânicos considera que não funcionam". Também por isso muitos acreditam que o candidato "revivalista" não terá condições de fazer frente aos ‘tories' de David Cameron e de levar o partido ao poder.
    Os mais críticos acusam-no de ter uma visão de esquerda tão extremista que podem tornar o partido inelegível. E dizem ainda que ele é a cara de um retrocesso e que as suas propostas vão atirar o Labour de novo para a década de 80. Acusações a que Corbyn reagiu de forma surpreendente: por ele, até recuaria mais uma década, para os anos 70, quando o governo britânico era liderado pela dupla trabalhista de Harold Wilson e James Calaghan. Um dado é certo: se ganhar a liderança do Labour, será mais uma mudança radical num cenário político que o UKIP de Nigel Farage se encarregou de extremar à direita. E, mesmo no Partido Conservador, a equipa de Cameron já começa a encarar Corbyn como um opositor para levar a sério.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo deste texto que eu estava à espera.
      Está de parabens por esclarecer cabalmente as minhas dúvidas acerca da política inglesa.
      Alvíssaras senhor!
      Um bem haja!

      Eliminar
  21. O ps de Costa e segunda via Sócratica,diz não vai haver obras faraonicas mas vai haver estimulo o consumo igual o que foi praticado a partir 2005 que nos ofereceu a troika.
    O homem promete tudo e dá tudo mas claro sem valores certos nem prazos e uma nova forma de enganar os tolos mais suavemente sem ser com cenoura para vir o burro mas sim com o cheiro da mesma para atrair o macho.

    ResponderEliminar
  22. Temo que a substituição dos diretores esteja a intenção da tyco deslocalizar a fábrica para a Hungria ou outro país ainda de mão obra , mais barata. Na Somália as pessoas trabalham para não morrer de fome, este capitalismo nunca foi tão feroz e nós mansos cordeiros deixamos fazer tudo: Com os defeitos que os ex-diretores tivessem e tinham muitos, mas não podem ser acusados de querer deslocalizar a Tyco de Évora, aliás foi graças a eles que vieram várias linhas desde a china á Suiça

    ResponderEliminar
  23. Angola
    US$ 6 127[3] (102.º) PIB per capita o que dá 20 Dólares por dia a cada angolano
    Em resultado da gestão corrupta do MPLA de José Eduardo dos Santos, Manuel Vicente para Não falar da filha de José Eduardo dos Santos
    Isabel dos Santos (Baku, RSS do Azerbaijão, 20 de Abril de 1973)[2] é uma empresária angolana,[3] com actividades ligadas aos sectores das telecomunicações, da banca, da energia e do retalho centradas no seu país e em Portugal. Segundo a revista norte-americana Forbes, é a africana mais rica e poderosa,[4] [5] [6] com uma fortuna estimada de três mil milhões de dólares.[1] [nota 1] Em 2014, foi considerada como a empreendedora "número um" em África.[9].
    Entretanto a população 70% passa fome vive com menos de 2 dólares diários e a Isabel fica com as gemas de diamantes que o papá presidente dá a sua menina para comprar empresas aos tugas parolos.
    O país tem vastos recursos naturais, como grande reservas de minerais e de petróleo e, desde 1990, sua economia tem apresentado taxas de crescimento que estão entre as maiores do mundo, especialmente depois do fim da guerra civil. No entanto, os padrões de vida angolanos continuam baixos; cerca de 70% da população vive com menos de dois dólares por dia,[7] enquanto as taxas de expectativa de vida e mortalidade infantil no país continuam entre os piores do mundo, além da presença proeminente da desigualdade econômica, visto que a maioria da riqueza do país está concentrada em um setor desproporcionalmente pequeno da população.[8] Angola também é considerado um dos países menos desenvolvidos do planeta pela Organização das Nações Unidas[9] e um dos mais corruptos do mundo pela Transparência Internacional.[7] [10]

    ResponderEliminar
  24. Trabalhador em greve de fome hospitalizado

    http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=8097

    ResponderEliminar
  25. Ocidente parolo(EUA, Inglaterra e França) afinal em que ficamos, ocasionamos milhões de mortos e refugiados para derrubar Assad que afinal ainda é melhor do que originámos. Só vejo uma palavra NÈSCIOS
    Primavera de Assad
    A resposta militar e diplomática do Ocidente, contudo, centra-se cada vez mais no Estado Islâmico e cada vez menos em Assad. O Parlamento britânico discutiu na última semana uma proposta para que Assad fizesse parte de um Governo de transição na Síria com a duração máxima de seis meses. O ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros declarava também, em Teerão, que “chegou a hora de negociar com a Bashar al-Assad”.

    A reforma da imagem do ditador é anterior à explosão da crise dos refugiados na Europa. Já tinham morrido 220 mil pessoas na Síria quando, em Fevereiro deste ano, Assad se dirigiu ao mundo ocidental numa entrevista à BBC. Negou os números da guerra civil – que chegaram aos 250 mil mortos e quatro milhões de refugiados –, os assassínios e torturas nos centros de detenção. Em editorial, o Guardian sublinhava que, mais do que um “exercício de negação”, a entrevista foi a prova da “vantagem política” que ganhara com a entrada em cena do Estado Islâmico. A coligação internacional, confrontada com as matanças chocantes dos jihadistas, começava já a ignorar Assad. As negociações para a transição política na Síria iam ficando de lado. “Essa conversa já passou, tal como as exigências do mundo ocidental para que Assad abandone o poder", escrevia o jornal.

    ResponderEliminar
  26. Pessoas fora espancadas por camaradas por estarem a fazer sexo oral na festa do avante,só visto!
    São os tais que se dizem do povo!

    ResponderEliminar
  27. Zorrinho o conselheiro "acácio" do PS, botou faladura então vá de dizer que Jeremy Corbyn representa o regresso ao passado. Estes medíocres de que Évora está bastante bem servido, não têm coluna vertebral são a voz do dono, desde que sobre algum tacho abocanham tudo.Não surge uma personalidade regional de peso, daí o nosso atraso, são só yes mans, Néscios paroos

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.