terça-feira, 4 de agosto de 2015

Morreu o primeiro Reitor da Universidade de Évora

Posse da Comissão Instaladora da UE e do Reitor, Prof. Ário Lobo Azevedo -1974: a discursar, o Prof. Veiga Simão. Ao seu lado, o Prof. Ário Lobo de Azevedo.

OBRIGADO PROF. ÁRIO LOBO DE AZEVEDO!
Na noite de 3 de Agosto, faleceu, aos 93 anos, o Prof. Ário Lobo de Azevedo, primeiro Reitor da Universidade de Évora.
Conheci o Prof. Ário de Azevedo, em 1983, aquando do processo de transferência e mudança de curso que me «trouxe» da Universidade do Algarve para a Universidade de Évora (UÉ) e me «resgatou» de um processo, quase consumado, de abandono escolar. Recordo-me, nesse momento crítico da minha vida, da atenção, do apoio e da humanidade do, então, Reitor da UÉ e do Sr. Florêncio Leite, Diretor dos Serviços Académicos, naquela época. A eles, devo o facto de ter continuado a estudar no ensino superior.
A Universidade de Évora perdeu um dos maiores responsáveis pela sua reinstalação e consolidação, no sistema de ensino superior português, e a forma como se enraizou na região que a acolheu: o Alentejo.
Presto, aqui, a minha, simples mas sentida, homenagem ao Prof. Ário de Azevedo, agradecendo-lhe, como cidadão, membro da academia e Deputado à Assembleia da República, o contributo que deu à nossa Universidade, à cidade de Évora e ao Alentejo, enquanto professor e responsável da UÉ.
Até sempre!

Bravo Nico (aqui)

13 comentários:

  1. Paz à sua alma.
    Só um pequeno esclarecimento, se tiverem o obséquio:
    - Se, à algum tempo atrás, a Universidade celebrou os 500 anos de existência, como pôde este sr ser o primeiro reitor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esclarecendo a sua dúvida:
      A universidade comemorou os 450 anos e não os 500 anos, isto porque no mesmo local onde se encontra a actual Universidade de Évora foi fundada a Universidade do Espírito Santo em 1559, tendo sido encerrada algum tempo depois. No entanto, a actual universidade abriu portas na década de 70 do século passado, e terá sido nesse contexto que o Prof. Ário foi o primeiro reitor.

      Eliminar
    2. Então será incorrecto celebrar quatro séculos e meio de actividade, quando a instituição não tem mais de cinquenta anos. Parece-me que, à falta de provas de distinção pelo bom desempenho, se tenta substituir essa busca de reconhecimento, pela longevidade da instituição. Agora, fazê-lo com uma mentira descarada, desculpem, mas é pior a emenda do que o soneto...

      Eliminar
  2. Essa dos 500 anos é uma ficção, como tantas outras, que pairam em Évora...

    ResponderEliminar
  3. Homem de valores e respeito para com Todos os funcionários.

    Infelizmente nos dias de hoje a Instituição é governada por gente mediocre e sem Valores.

    ResponderEliminar
  4. Dos dois comentários anteriores: se a ignorância e a estupidez fossem música estes dois eram uma orquestra sinfónica! Todavia, a responsabilidade cabe inteiramente ao administrador do "blogue" que, além de editar os comentários (sempre anónimos como compete à populaça!) que nada têm que ver com os textos, autoriza a exibição da estupidez e da ignorância, como se isto fossem atributos da liberdade de expressão! Tamanho desarranjo na organização de um "blogue", diz bem como se "levam a sério" as actividades intelectuais no Alentejo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "sempre anónimos como compete à populaça!"
      Falou o anónimo que, presumo, não se mistura com a populaça.
      Presunção e água benta cada qual toma a que quer. Já lá diz a populaça...

      Eliminar
  5. A universidade quer-se mostrar grande, antiga e com grande tradição, mas não passa de um monte de patranhas para enganar os pobres pagantes de propinas. Sem mentiras, não se ganham eleições, já dizia o outro...

    ResponderEliminar
  6. A Universidade Hoje é dirigida por gente sem Valores,as instituições estão cheias de "funcionários" políticos,veja-se o caso da UE,a reitora foi colocada na união europeia por Durão,o conselho geral é dominado por gente radical de direita,foi fácil ser eleita reitora.

    ResponderEliminar
  7. A Universidade de Évora foi fundada em 1 de Novembro de 1559 pelo Cardeal D. Henrique, Arcebispo de Évora, mais tarde Rei de Portugal, a partir do Colégio do Espírito Santo. Foi instituída por bula do Papa Paulo IV, como Universidade do Espírito Santo e entregue à Companhia de Jesus, que a dirigiu durante dois séculos. Em 1759 foi encerrada por ordem do Marquês do Pombal, aquando da expulsão dos Jesuítas. Voltou a ser reaberta em 1973, por decreto do então ministro da Educação, José Veiga Simão.

    Fonte: wikipédia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Terá então o prof. Ário Lobo de Azevedo sido nomeado para o cargo por D. Henrique? Ou afinal, não terá sido ele o primeiro reitor? Onde foi o sr. Bravo Nico informar-se para escrever o seu artigo?
      Universidades centenárias que afinal, nem cinquenta anos de idade têm, primeiros reitores que afinal, talvez não o tenham sido... Tá confuso isto, não?

      Eliminar
  8. Quem dirige atualmente a UE ?

    Jorge Araújo ou Ana Maria ?

    ResponderEliminar
  9. ... a vénia devida para quem e no tempo da qual sairam cérebros ensinados dessa instituição de ensino .

    coisa que agora , saiem de lá todos chamuscados por dentro devio às drogas , alcool e maus ensinos , nem o nome alguns sabem escrever sem erros .

    ... se a quarta - classe do antigamente fosse ao menos igual ao quarto ano de hoje , não era preciso nem por mais ... que o 12º ano fosse o mínimo obrigatório .

    antes sabiam até coisas demais , hoje sabem muito ... muito na 4ª classe , tem uma cultura digna de louvar :

    sabem na língua os sites pornográficos da internet .
    sabem na lingua onde se vende droga na internet .
    sabem na lingua a maneira de terem orgasmos olhando para a internet .
    sabem na lingua como fazer maldades , as ementas estão na internet .

    .... mais tarde colhem tempestades , as do corpo pelos excessos e as desgraças porque não são super homens !

    ... continuem !

    Jorge
    ( ciclista )

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.