domingo, 9 de agosto de 2015

Évora: 5 pessoas atropeladas com gravidade na Rua do Rochedo (Malagueira)


Ontem na rua Rochedo parque de barracas,patrocinado autorizado por esta gestão comunista,deu nisto,1 Mercedes entrou por essa rua alta velocidade e entre as tendas levou tudo a frente,foram crianças foram idosos foi tudo por o ar,resultado para o hospital foram 5 atropelados com gravidade e uma criança ficou em estado critico.
Foi um ajuste de contas relacionado com o que é publico no modo de vida negocio ilícito destas famílias.
Pergunto se segunda feira os responsáveis políticos vão ser demitidos e neste caso responder criminalmente,foi esta gestão comunista que autorizou a montagem e permanecia e aumento de tendas no espaço publico.

Estão ou ficam a espera de mortos para limpar o espaço e devolver a segurança a Malagueira neste triste e degradante local!

RS (por email)

31 comentários:

  1. Esta gestão esta a cair de podre!O tal que dizia azia até já fugiu,tal não é a vergonha camarada!
    O Artista Russo e o cérebro Racha criaram este miséria devia ser altamente punidos e responsabilizados pelo presidente e estrutura do pc!

    ResponderEliminar
  2. Solicita-se ao comando da policia de Èvora que seja colocado um policia para não roubarem o dinheiro da venda de droga.
    As festas junto á escola do bairro da Sra Glória só podia dar nisto, com um residente neste bairro vem tudo para aqui

    ResponderEliminar
  3. E esse residente que ai na festa saiu e resolveu pegar no Mercedes sem ter carta cheio de cerveja e produto estupefaciente e ir acabar com parte da família Vieira a rua do Rochedo,foi um milagre não haver mortos,que miúdos estão na gestão e governo da nossa cidade???

    ResponderEliminar
  4. Existe nos livros,a entrada de novos gestores na gestão de uma organização tem que tem por principio a solução de problemas,neste caso foi o contrario existem problemas vamos agrava-los até haver mortos.
    Que te viu e que tem vê pcp e comité!

    ResponderEliminar
  5. Pior do que o tráfico da droga, são os cretinos que reduzem tudo a atirar culpa ao "PC".
    Pior do que os traficantes, são os cretinos que fazem propaganda que a câmara é que tem competência no policiamento e controle do tráfico.

    Já agora, porque razão o governo PS (Fernanda Ramos no Governo Civil) retirou o posto de polícia da Cruz da Picada?
    Quem é que tem interesses no tráfico da droga?

    ResponderEliminar
  6. Os ciganos nunca se integraram no último milénio, não advogo a solução do Hitler. Todavia gente que vive para criar conflitos, traficando droga, fazendo chantagem e ameaças ao funcionários para terem rsi, irem á caritas buscar comida , não obedecerem ás leis do estado, que direitos Tem essa gente.
    Temos de mandar vir para aqui o pessoal cabo verdiano da quinta da ponte, eles são medrosos se o pessoal lhe faz frente.

    A Policia que está a defender o banco de Portugal e o seu governador que ajudou a roubar milhares de portugueses, a policia não pode servir para defender os ladrões servir

    ResponderEliminar
  7. Quem alugou a casa no bairro da senhora da Glória a um traficante de droga?
    È bom que me vez de renda lhe ê um enxerto de porrada. O PCP não tem nada nada a ver com esta etnia que vive do esforço de quem trabalha, bandalhos que parecem talibãs escravizam as mulheres perante as leis portuguesas, praticam a pedofilia fazendo casamentos de míudas de 12 anos com homens de 20 e ninguém prende esta gente

    ResponderEliminar
  8. A culpa é do Zé Ernesto

    ResponderEliminar
  9. Falo da rua do rochedo,o partido comunista assim que se apanhou na autarquia mandou logo retirar as pedras que vedavam o espaço,resultado uma chuva de abarracamentos com rusgas pancada e agora atropelamentos com o sentido de matar.
    Da fiscalização dão como culpados o presidente Russo e o vogal Racha que tiveram a estúpida ideia,quanto a esse inquilino Dórico com o atropelamento sobre pessoas sem carta e carregado de álcool e estupefaciente tão cedo não deve voltar a viver senhora Gloria.

    ResponderEliminar
  10. Quantas reuniões houve com o comissario da psp a pedido do presidente Pinto de Sá sobre estas situações zero,as únicas são no concelho de segurança em que o comissario pede com urgência uma solução para retirar as famílias do espaço publico.
    Vai ser uma vergonha se tiver que alguém morrer para isso suceder!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A culpa é do Dr Ernesto

      Eliminar
  11. A Policia foi mobilizada para Lisboa para defender o Banco de Portugal e o Banco Novo,para proteger a cadeia de èvora onde militantes socialistas e PNR se envolveram em pancandaria.

    ResponderEliminar
  12. A policia em Évora NÃO defende os Cidadãos,apenas se dedica a passar multas.

    ResponderEliminar
  13. O comissario da PSP o que fez pela segurança da cidade ?

    ResponderEliminar
  14. Caros senhores,
    vivi, e vivo, na rua Larga, essas barracas não existem desde hoje, nem desde outubro de 2013. Para ser mais preciso, e porque foram 12 cartas enviadas à PSP e à CME, desde Agosto de 2003 que essas barracas existem naquele bairro, tendo desaparecido grande parte delas durante o ano de 2005, e voltando a aparecer com regularidade, com diferente formas e feitios, em 2006. Entretanto foram encerradas várias casas na rua do rochedo, assim como na das Duas Árvores, onde aliás, no largo existiu uma carrinha onde vivia gente.
    De todas as cartas, 5 delas enviadas à CME, onde a resposta foi desde "Não temos nada a ver com isso" a "isso é problema de quem lá mora", até a uma interpelação directa ao Senhor Presidente José Ernesto que levou a uma resposta no mínimo "nojenta". Assim como várias conversas com técnicos da CME. O problema dos ciganos prende-se com a falta de vontade da Polícia de intervir, nem é do comando distrital, mas nacional.

    José Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sr. José, e que tal divulgar o teor das respostas que obteve por parte da PSP e da CME? O grande público eleitor eborense agradecia...

      Eliminar
  15. Este senhor se é este o nome, é uma pessoa com coragem. Dizer que enviou cartas á policia e ao Zé Ernesto a denunciar o chiqueiro de droga e crime que essa gente vive, sem obedecer a ninguém, ao fundo do bairro de Santa Maria. Dar casas a tal gente é o mesmo que dar pérolas a porcos, cospem no prato onde comem, mordem a mão que lhes dá de comer. Quando soube deste cigano que alugou a casa junto ao pingo doce pensei: Pode ser uma pessoa de bem com carater, foi o mesmo que cheio de droga e álcool atropelou 5 pessoas da mesma família que lhes estavam a roubar o negócio de tráfico. Espero sinceramente que os famílares dos atropelados lhe façam o mesmo ou pior, gente suja baixa , chamar humanos a isto é rebaixar a raça humana

    ResponderEliminar
  16. Em Novembro de 2013 fora retiradas as pedras,o espaço estava limpo tinha prendido mãe e filha que tinha ali um furgon branco que foi rebocado para o ferro velho.
    Eu liguei para o serviço de fiscalização e alertei que iam criar um grave problema e que vinha ai as barracas novamente e mais cenários de violência crime,foi me dito que a ideia tinha partido do srºRusso e que pronto não havia nada a fazer.
    Digo conhecendo o histórico negro do local por parte da autarquia porque foram atrás de conversa e ideias ignorantes e de utopia.

    ResponderEliminar
  17. Um presidente com tomates e cérebro já tinha mandado demolir todos aqueles imóveis em ruína emparedados dando continuação a rua Contemplação que ficou um beco,na rua das 2 árvores recuperavam os 2 imóveis e o resto espaços verdes e de lazer.
    Querem recuperar aquilo para ser tudo destruído,com terreno livre já chegaram e criaram problemas graves,com os imóveis bons vai ser igual porta o chão e ocupação e de seguida destruição,ABRAM OS OLHOS!

    ResponderEliminar
  18. O tráfico de drogas e a criminalidade têm de ser combatidos. Só não vejo, como alguns iluminados e racistas que campeiam por aqui, que essa seja uma competência das câmaras municipais.
    O tráfico de drogas e a criminalidade têm de ser combatidos pela Polícia Judiciária, pela PSP e pela GNR em primeiro lugar e aos Tribunais, numa fase seguinte. É às Polícias e ao Governo que compete perseguir e prender os criminosos. Não às autarquias locais.

    Quanto aos racistas, que vão para a PQP!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um Racista é aquele que eleva a sua raça acima de todas as outras. Apelidar de Racista alguém que levanta a voz contra ciganos, pretos, brasileiros, romenos, chineses é incorrecto. Primeiro, porque não está a englobar todas as raças diferentes da sua. Segundo, porque algumas dessas espécies não podem ser consideradas raças, mas sim, pragas...

      Eliminar
  19. Racistas???Falamos da criação e manutenção de focos de criminalidade por parte de uma autarquia,estas tendas foram montadas para servirem de loja com devida autorização municipal,só daqui numa rusga saíram 4 para a cadeia,mas o presidente e senhor cronicas Eduardo estão bem lixados criaram um barril de dinamite que esta a queimar no cordão detonante quando chegar a pipa vão no ar é garantido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande parte dos comentários que aqui se fazem sobre os ciganos estão impregnados de racismo até ao tutano. Até podem ter alguma razão sobre comportamentos inadmissíveis, mas com o racismo e o ódio com que olham para o problema (sobre o qual, diga-se, ninguém apresenta soluções ou hipóteses de solução, o que não é certamente um acaso...), tira-lhes toda e qualquer credibilidade.
      Estou farto de gente que bajula os criminosos de fato de gravata que por aí se passeiam livremente (muitos deles também a viver de tráficos vários...), ao mesmo tempo que descarrega ódios doentios sobre aqueles que vivem na margem das margens da sociedade.
      Onde está o humanismo desta gente?
      Ser contra o crime é uma coisa, ser contra certas pessoas, só porque não se gosta da cor da pele ou dos seus costumes, é outra bem diferente. E há por aqui gente que é, pura e simplesmente, RACISTA!
      (Devem pertencer ao grupelho nazi do PNR que deu nas vistas no último fim de semana)

      Eliminar
  20. O Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e o vereador Eduardo Luciano receberam esta manhã uma delegação do Partido Socialista composta pelos candidatos deste partido às próximas eleições legislativas, pelo distrito de Évora.
    Eu pensava que tinha reunido com PSP,mas vindo de esta gente irresponsável amiga de festas e montras não me admira nada!

    ResponderEliminar
  21. Vossas Ex.as metem nojo quando falam de Hitler tal como se existisse história a partir dessa época .

    Esquecem que Portugal foi a para de Espanha pioneiros no começo da chacina aos judeus .

    Estavamos em 1492 quando o porquinho do Rei D.João II retira os filhos menores a todos os judeus em Portugal e os envia para São Tomé para povoar essa illha , é claro que muito e muitos morreram !

    Mataram por cá milhares e milhares de judeus , enganaram - os convertendo a cristão novos e depois os perseguiram e os mataram na Inquisição .

    NUNCA falem de Hitler nem de Salazar sem antes verificarem a história de Portugal , seus nojentos famintos e deixem os ciganos em PAZ , os brancos com colarinho branco cometem mais crimes em Portugal que essa etenia , somente uns são presos e outros impunes , mas os brancos espreitam por todo o lado ... descubram-nos !!!

    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  22. Está visto que os nazis do PNR tomaram contam da caixa de comentários deste blogue. Espalhar o racismo e o ódio, contra ciganos, negros ou asiáticos, é a sua estratégia. As caixas de comentários são o seu instrumento de propaganda.
    Será isto democracia e liberdade de expressão? Será para isto que foi criado este blogue?
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando é propaganda barata de esquerda, já não faz mal, pois não?

      Eliminar
  23. Ódio???Eu dou me bem com que me respeita sejam pretos brancos azuis ciganos o outros,mas não tolero quem viva de esquemas e do crime e não olho a qualquer raça,a lei tem que ser igual para todos e a velha historia das minorias e dos coitadinhos destruiu todo o trabalho de integração!

    ResponderEliminar
  24. «a lei tem que ser igual para todos...», mas há por aqui, muitos que parecem pouco preocupados com a aplicação da lei sobre todos. Daí que a denúncia de eventuais crimes de tráfico de drogas (ou outros...) venham quase sempre acompanhados dos nomes de algumas comunidades desfavorecidas. Como se os crimes de tráfico de drogas fossem exclusivo dessas comunidades. Como se não houvesse entre nós muita "gente da sociedade", bem vestida e engravatada, a viver fartamente desse mesmíssimo tráfico de drogas (veja-se só o que se passa na nossa vida nocturna ou em algumas festas organizadas por associações perfeitamente legais...)

    Deixem-se, pois, de cinismos... e exija-se o cumprimento da Lei, a TODOS por igual.

    Mas antes façam uma introspecção e vejam o que se passa à vossa volta ou nas vossas próprias famílias. É porque só há tráfico de drogas (incluindo o álcool)... porque há alguém que as consome. E nos jovens adolescentes ou pré-adolescentes é uma verdadeira catástrofe.

    ResponderEliminar
  25. venham quase sempre acompanhados dos nomes de algumas comunidades desfavorecidas,porque isso sucede?
    Montam tendas no espaço publico para vender heroína a descarada sem o mínimo receio,fazem festas nos espaços públicos regados de álcool estupefaciente em sinal de serem fortes e aproveitam o ruído para atrair compradores não conheço a outros traficantes tal ousadia e abuso só nesta etnia cigana,não foi protecção e utopia em excesso que os colocaram nesta degradante miséria criminal!??

    ResponderEliminar
  26. O Dorico o que atropelou essas pessoas conduzia o Mercedes de 25 mil euros á 3 anos sem carta de condução e seguro malhava os filhos menores e a mulher a porta do antigo Casão local bebedeiras,juntado o trafico que era a descarada sem medo de nada,a PSP tinha conhecimento de tudo mas sempre ignorou até esta tragédia,pergunto quem na autoridade o protegia?????Não me lixe!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.