sexta-feira, 3 de julho de 2015

Tasquinhas na Feira de São João: uma boa ideia que foi desvirtuada



Há ideias que são excelentes, depois por desrespeito de uns, descaso de outros e usurpação de outros transformam-se.
As Tasquinhas da Feira de S. João são um destes exemplos. Criadas há muitos anos com o intuito de juntar os associados das colectividades num espaço da feira, onde pudessem confraternizar e conseguir desta forma verbas para as suas associações aos poucos transformaram-se num negocio.
Primeiro, por aluguer de algumas associações a outros, que quiseram ter lucro sem esforço. Depois, por falta de dinheiro da câmara que com isso começou a cobrar um aluguer do espaço às associações inscritas que este ano foi já de 675€ + 23€ de licença de exploração. Facto que fez com que muitas outras associações tenham cedido e seguido o exemplo anterior e sub-alugado também os seus espaços. Por fim, o facto do espaço ser patrocinado por empresas privadas que dão um valor X à câmara e com isso as associações tem de comprar obrigatoriamente os seus produtos. 
Este ano a obrigatoriedade foi comprar a cerveja, sumos e aguas à SuperBook. Esta empresa, que patrocinou a Feira de S. João, ofereceu um valor (seja ele qual for) e em troca terá do estado a contrapartida em impostos por este patrocino. Mas fez mais...como estávamos obrigados a comprar-lhe a cerveja, os barris que são a 60€ passaram a custar a todas as Associações 120,00€. Duplicou o valor do barril! Ora vejamos, eram 37 associações se cada uma tiver vendido 10 barris, e estou a fazer por baixo, tendo em conta que o preço duplicou em 60€ o barril, só aqui a Superbook lucrou 22.200.00€. A isto claro, acresce o lucro que já tem quando vende o barril a 60€. Um negocião para uma empresa privada à conta das associações desportivas, sociais e culturais presentes na feira de S. João.
Sei, porque me informei na Ovibeja que lá não é assim. A empresa patrocinadora dá o patrocino e recupera os impostos, mas vende o produto ao preço corrente.
Em Évora, a ideia que deu inicio às tasquinhas transformou-se num grande negocio, onde ganham especialmente os que não se esforçam! Interessante não acham?


Lurdes Nobre (aqui)

15 comentários:

  1. Já percebi a razão porque as tasquinhas vendiam praticamente ao preço dos outros negócios de comidas no recinto da feira e estes pagam alguns cerca de 5000 euros por dez dias. Na volta quem fez um bom negócio foi a superbook, porque sabendo que o português prefere a sagres tenta impor-se assim de uma maneira pouco licita. Os honestos e eticamente impolutos pelo menos não têm concorrencia, sentem-se sós

    ResponderEliminar
  2. Este governo devia demitir-se num país a sério , Inglaterra ou mesmo alemanha perante o que se segue dá a ideia que alguém ganhou muito por fora para tomar tal decisão e o Sócrates é está preso.
    Privatizações da EDP e REN não acautelaram "interesses estratégicos do Estado" - Tribunal de Contas, possivelmente os interesses pessoais foram acautelados.
    O Tribunal de Contas diz que, no caso das privatizações da EDP e da REN, o Governo não tomou medidas legislativas "que acautelassem os interesses estratégicos do Estado Português após a conclusão do processo de privatização".
    No relatório de auditoria dos processos de (re)privatização do setor elétrico, revelado hoje, o Tribunal de Contas frisa que, não obstante o decreto de privatização da EDP e da REN e o acordo de venda e de parceria estratégica conterem referências à salvaguarda do interesse nacional, "não foi prevista qualquer cláusula de penalização para o seu incumprimento".
    Aquele tribunal conclui assim que, "nestes dois processos" não foram tomadas quaisquer iniciativas legais para acautelar os interesses estratégicos do Estado depois de concluída a privatização, "tal como estatuído no art.º 27 da Lei Quadro das Privatizações".

    ResponderEliminar
  3. TERRORISMO de ESTADO

    esta atitude dos dirigentes europeus em relação ao Povo Grego.

    ResponderEliminar
  4. Os sociais-democratas/socialistas,renderam-se aos mercados.

    ResponderEliminar
  5. O negocio da cerveja mais uma vez em ação, realmente esta cidade só serve para o negocio do álcool!

    ResponderEliminar
  6. Lurdes os barris são a 120 euros e não a 60 como erradamente afirma. Os outro feirantes é que talvez porque pagam 10 vezes de terrado daí a superbook lhes fazer os 50% de desconto acho bem, Vc pagando 675Euros ao invés dos 5000 euros dos outros restaurantes acho bem não beneficiar do desconto

    ResponderEliminar
  7. Canaviais anexou a tasquinha vizinha atribuida a outra instituição.
    O Santo António sub-alugou a sua,etc,etc

    ResponderEliminar
  8. A Feira de São João e outros eventos são recintos onde se vende toneladas de álcool e outras drogas !

    São locais de entrada de crianças menores de idade e por tal devia simplesmente ser PROIBIDO a venda dessas pragas da sociedade !

    Façam esses eventos a pão e água ou sumo de laranja !

    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  9. Esta enganado o senhor que afirma que os barris são a 120€...ate pode ser um valor de tabela, mas de cada vez que se encomendam para as nossas associações, cafés ou festas os 50% de desconto são feitos e ficam a 60€. Comprei vários já este ano. Na feira é que vão para 120,00€. Mas aqui fica mais uma informação que me chegou à pouco na zona da estufa os barris eram a 60€ e na zona da Super book (explorada pelo Zé Coelho) também foram vendidos por 60€. Os 120 foram mesmo só para as associações.
    Lurdes

    ResponderEliminar
  10. Mas qual a moral desta senhora para falar de um assunto que desconhece baseando - se naquilo que sopram ao ouvido, quando mantém o seu negócio comercial (porque de associação só tem a figura jurídica ) a conta da câmara municipal, cidade não vá alguém lembrar- se de pedir ao PGR para mandar investigar

    ResponderEliminar
  11. A rapariga e investigadora da PIDE, está danada tiraram he a maminha que são as tascas da feira



    ResponderEliminar
  12. Mande, mande anonimo das 19.45 e vai ver que da Camara, da secretaria de estado e de outras instituições não recebemos um tostão, ao contrario de muitos outros que andam ai calados que nem ratos, nem desta nem das anteriores. E sabe que mais, ao contrario de si só falo do que sei....mas como vozes de burro não chegam ao céu, fique bem e tome um comprimido para a raiva que é o que me parece que tem contra nós, sem nos conhecer (porque se conhece-se não dizia tanto disparate)!!!
    Lurdes

    ResponderEliminar
  13. Olhe que nas reuniões de câmara parecem que vai apoios para si

    ResponderEliminar
  14. "parecem que vai apoios para si"

    Isto é português?

    ResponderEliminar
  15. Vão e foram... Muitos

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.