quarta-feira, 15 de julho de 2015

Comunicado da DECO sobre o pagamento de facturas de água em Évora com mais de seis meses


A DECO - Delegação Regional de Évora alerta todos os consumidores para a cobrança de consumos com mais de 6 meses, considerados consumos prescritos.

São cada vez mais os consumidores que, nos últimos dias, têm recorrido à delegação regional de Évora da DECO para apresentar reclamação acerca da cobrança de consumos de água referentes a vários anos. As situações mais frequentes:
receção de faturas com períodos de consumo até há 10 anos;
valores de consumo de água que atingem os 2 mil euros;
indicação de corte com data prevista em caso de não haver pagamento.
Tratando-se de um serviço público essencial, a DECO Évora informa todos os consumidores que recebam cartas neste sentido que os consumos com mais de 6 meses encontram-se prescritos, conforme previsto na Lei dos Serviços Públicos Essenciais.
Como tal, se quiser exercer este direito e invocar a prescrição, não deve proceder ao pagamento das faturas, nem realizar planos de pagamento, sem antes invocar a prescrição de todos os consumos com mais de 6 meses, por carta registada com aviso de receção. Utilize a nossa carta-tipo.
Caso seja confrontado com alguma daquelas questões, reclame os seus direitos através da DECO, para que possamos iniciar processo de mediação com a entidade reclamada.
Para esta e outras questões no âmbito do consumo, pode dirigir-se à Delegação Regional de Évora da DECO, sita na Travessa Lopo Serrão nºs 15 A e 15 B r/c, em Évora. O atendimento jurídico decorre de segunda a sexta-feira no horário das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00.

6 comentários:

  1. Já alguem reclamou, que não tenha recebido a factura da água no prazo legal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gostava de não pagar e que não me cortassem a água.
      A DECO também ensina como é que se faz?

      Eliminar
  2. Quem devia de Pagar era o Capoulas Santos e companhia,facturas por cobrar com 10 anos,o que esteve aquela rapaziada Xuxialista a fazer na cãmara ?

    ResponderEliminar
  3. Sobre este assunto gostava que fosse tornada pública a lista dos caloteiros e o número de meses ou anos em que não pagaram a água.
    Ou será que lei não permite a divulgação?

    Será que terei de chegar à conclusão que as leis neste país estão feitas para proteger os corruptos, os aldrabões e os vigaristas?

    ResponderEliminar
  4. Não posso concordar com essa tal Lei dos Serviços Públicos Essenciais, pois não passa de um lei que protege os aldrabões e vigaristas. Esta lei é semelhante àquela que agora multou o Pingo doce por estar a vender produtos com prejuízo, mas se essa empresa estivesse a vender com lucros de 200, 500 ou mil de lucro, ai nada lhe acontece. Ou seja, protegem-se os ladrões e vigaristas e penaliza-se aqueles que são solidários.
    Du Campo

    ResponderEliminar
  5. Os AMIGOS do PS não Pagaram a água durante 10 anos.

    Não estou a falar das familias que deixaram de ter dinheiro devido a ocupação da troika.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.