quinta-feira, 30 de julho de 2015

Afinal a entrevista presidencial tinha uma errata (publicada no "DS" de hoje)

clique na imagem para ler

22 comentários:

  1. Uma errata?!? Eu conto uma meia dúzia de falhas... O jornalista estava bêbado, ou o gravador distorceu o som da conversa?
    Ou pior, será que o nosso presidente leu a entrevista, e achou que não o estava a favorecer, e decidiu alterar as suas respostas?
    Seja de que maneira for, é só mais uma mostra da qualidade medíocre de jornalismo a que este órgão da comunicação social local já nos habituou. Já é tempo de limparem a casa, varrerem para a rua os vários comentadores de opinião de que ninguém faz caso, e começarem a fazer um jornalismo mais a sério sobre o que se vai passando cá pela aldeia. Os leitores agradeciam, e as vendas disparavam!

    ResponderEliminar
  2. Mas que raio de entrevista foi esta? Foi encomendada? feita por jornalistas ou por tarefeiros? patrocinada? este jornal é uma miséria e o entrevistado não lhe fica atrás.

    ResponderEliminar
  3. Parece que foi o presidente, tinha almoçado e bebeu umas aguas de uva para acalmar do efeitos do cronista e do coelheiro duas vendetas vereação!

    ResponderEliminar
  4. Solicita-se à CME a reparação urgente dos semáforos pois este cruzamento é um dos de maior tráfico de trânsito em Èvora e os mesmos estão intermitentes à cerca de duas semanas.
    Perigo iminente de colisão no cruzamento da Av. Eng. Arantes de Oliveira com a Av. Batalha do Salado.
    Basta estar ali cinco minutos para ficar de cabelos arrepiados pela velocidade a que aos automobilistas ali passam e a maioria das vezes desrespeitando a regra da prioridade. Convém recordar que em caso de sinais intermitentes tem lugar a regra da prioridade, pode ser uma verdade de la palisse, mas não é bem assim, ou é desconhecimento ou não sabem qual é a mão direita.Urge resolver com urgência, antes que haja feridos graves ou mortos. Quando eu era míudo para aprender qual era a mão direita colocava-se uma pedra na respetiva mão, alguns condutores devem voltar à escola de condução

    ResponderEliminar
  5. Grande Entrevista Évora Cinema como vinha no jornal, antecipou todo este degradante folhetim, do jornal dizem que o lapso partiu do presidente.
    Já nem nas entrevistas programadas as coisas correm bem o presidente, percebo agora o porque do estado do espaço publico! DEMIÇÂO!!!!!

    ResponderEliminar
  6. Ao atrevido das 19.56: homem, antes de se atrever a escrever publicamente, vá ler, ler, ler e estudar um pouco de gramática. Para além do português macarrónico que revela, o seu texto de quatro linha tem vírgulas onde não deve e comete erros de palmatória; é "porquê" e não porque; é "público" e não "publico", é "demissão" e não "DEMIÇÂO". Evite expor assim a sua ignorância. Você dá razão ao dito "a ignorância é sempre atrevida".
    PL

    ResponderEliminar
  7. Hilariante demais para ser verdade

    ResponderEliminar
  8. 22.54 Quer maior lapso de gramatica e virgulas, veja os números do presidente dizem que é economista!?

    ResponderEliminar
  9. Acabaram os revisores de provas nos jornais,basta folhear o diário do sul ou outro para se encontrar erros.
    Sinais dos tempos ,pouco pessoal,jovens a recibo verde nas redacções dos jornais.

    Nas televisões é igual, noticiários a abrir com Futebol e crimes,o resto é propaganda ao governo.

    ResponderEliminar
  10. Diário do Sul,passou de uma tiragem de 9000 ex.,para 5000,de 28 pág. para 12.............o definhamento do DS é uma realidade.

    A Defesa é um semanário com 12 pág. e sem conteúdos que valham a pena ler.

    Évora merecia ter um Jornal.

    ResponderEliminar
  11. A atenção da Associação Comercial e Associação de Restauração.

    muitos comerciantes e empresários de restauração cuidam pouco dos espaços (interior/exteriores),colocam caixas nas arcadas,as esplanadas são espaços de sujidade(guardanapos,garrafas,latas),os pisos estão consporcados de gorduras(transporte de lixo para os contentores sem o mínimo de condições).

    As Associações tem aqui um papel importante de sensibilização dos seus associados,para tornar o pequeno comércio e a restauração espaços mais atrativos.

    ResponderEliminar
  12. Fazem grande alarido por causa de uma entrevista incompetente e cretina ao Pinto da Sá, eleito Presidente da Câmara de Évora pela CDU.

    Mas não há nenhum comentário sobre as condecorações conferidas pelo Presidente da Republica aos Presidentes PS das Câmaras de Évora e de Reguengos, simplesmente porque foram eleitos pelo menos três vezes.
    Na realidade, foram condecorados dois notáveis incompetentes e desonestos, que são responsáveis pela gestão danosa das receitas e dos recursos públicos dos respectivos concelhos, e que andaram a distribuir pelos amigos.

    Mas a canzoada ladra ao Pinto de Sá, porque é comuna, porque é honesto, porque é competente, e porque tem um passado impoluto e exemplar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E em que raça canina te situas?

      Eliminar
  13. Pobreza de debate,esta gente opina sobre as gralhas do jornal(todos os dias o DS sai com erros),os grandes temas que interessam não falam.

    Os novos muros na Europa

    A privatização da Segurança Social

    A Destrição do serviço Nacional de Saúde


    A Privatização da água


    e muito muito mais.....................................

    ResponderEliminar
  14. A atenção do PINGO-DOCE e LIDL.

    Por favor não Sujem as ruas, colocar a publicidade "pendurada" na caixa de correio significa ir ter ao chão.

    ResponderEliminar
  15. O presidente Pinto de Sá dá uma entrevista fraca e pouco objectiva acerca das soluções para os graves problemas diarios da cidade,junta hoje um comunicado de correção no mesmo diario do que disse,realmente é PREOCUPANTE,já não são só os vereadores que andam perdidos, agora até o presidente dá sinais reais de estar a perder o fio a meada.

    Antonio Bravo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por onde andaria o António Bravo durante os 12 anos de descalabro que levaram a câmara de Évora à falência?

      Eliminar
    2. Por aqui proliferam os "bravos" que tocam sempre a mesma cassete, sempre com de as mesmas ideias feitas, sempre cheios de dogmatismos e preconceitos, sempre ignorantes e sem memória, sempre com juízos de valor absurdos e injustos, sem um único argumento que dê sustentação ao chorrilho de asneiras.
      Nas vésperas das eleições é quando esta gente mais toca essa cassete, invariavelmente contra o PCP.
      É a quinta coluna a trabalhar contra Portugal, a promover o alterne do bloco central.

      Eliminar
  16. Estive fora Angola,apanhei o ultimo mandato de Abílio Fernandes e tive que fugir era mau de mais o que se via e sentia,Ernesto o que me foi dito , nos primeiro 4 anos esteve altura depois afogou-se na gaitagem costa e companhia, ele desmantelou os acampamentos do bairro da Casinha Vista Alegre e na Malagueira tomou conta do caso do Rochedo onde trabalhou para emparedar os imóveis,todos estes locais era antros de droga e crime, com o caso do Br da Casinha a ser considerado o Casal Ventoso do Alentejo!
    Pinto de Sá teve tudo para correr bem,mas os vereadores tirando Elia Mira,são muito fracos a todos os níveis basta ver as trapalhadas onde já se enviaram,os dois primeiros estão a ficar estoirados para corrigir a porcaria que estes vereadores Luciano e Rodrigues vão fazendo,vai ser muito difícil esta equipa chegar o fim tenho dito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "nos primeiro 4 anos esteve altura depois afogou-se na gaiatagem"?

      O amigo deve ser muito distraído ou foram os efeitos dos ares de Angola. Já não se lembra que foi logo no primeiro mandato que começou o descalabro de uma gestão ruinosa que levou a CME à falência. Já não se recorda que foi no primeiro mandato que foi feito o pior "negócio" da CME de que a à memória: a adesão às Águas de Portugal? Uma negociata que dá SÓ 5 milhões de euros de prejuízo anual!...
      E olhe que esta negociata ruinosa não teve nada a ver com a gaiatagem...

      Eliminar
  17. @11:58
    Amigo, informe-se sobre os negócios do Zé Ernesto e do PS durante os últimos 13 anos de mandatos.
    Uma quadrilha de gatunos, que deixou o município falido.
    Muito pior que os ciganos, foram os negócios ruinosos, alienação do património, desmandos, os roubos que o bloco central levou a efeito, impunemente.

    ResponderEliminar
  18. 11.08 Se houve esses roubos eu não duvido que na área do urbanismo existe muito por explicar, pergunto o que vez a oposição que tinha acesso a toda informação? Parece que construíram um colégio com mais um piso a mais e um licenciamento em tempo recorde com invasão do espaço publico, é de muitos outros casos.
    Pergunto o porque de não se investigar e denunciar por parte da oposição, esta atual gestão ainda não mexeu numa folha desses processos, pergunto estão todos de rabo preso???!!!

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.