quarta-feira, 6 de maio de 2015

"As melhorias financeiras do município devem-se fundamentalmente às imposições legais e não apenas a um exercício de gestão"


Declaração de voto do PSD sobre a Prestação de Contas da CME em 2014
O grupo de eleitos do PSD na Assembleia Municipal de Évora reconhece o crescimento da receita, ainda que, tal como nos anos anteriores, bastante abaixo do previsto em sede de orçamento. Esse aumento, ainda que os eleitos da CDU não o reconheçam, só foi possível graças ao PAEL e às medidas a que este obriga em matéria de receita.
Reconhecemos também a redução do Prazo Médio de Pagamento a fornecedores, melhoria só possível por via do PAEL que permitiu a reposição de alguma justiça para com os fornecedores da CME, muitos deles micro e pequenas empresas do concelho.
Verificamos assim, que as melhorias financeiras do município devem-se fundamentalmente às imposições legais e não apenas a um exercício de gestão.
Reconhecemos uma melhoria nos resultados operacionais de 2014 em relação a 2013, contudo é urgente que sejam tomadas medidas enérgicas por forma a corrigir o mesmo, que, em 2014 foi negativo em 7,3 milhões de euros.
Por estes motivos, é crítico que este executivo se concentre na boa execução da receita e da despesa do município, dispondo para tal de legitimidade democrática e de condições políticas favoráveis.
Porém, deverá focar-se neste desafio, em vez de escudar-se numa permanente critica ao governo, que, tem sido um parceiro do município na disponibilização de verbas para investimento, nomeadamente para escolas, infraestruturas de apoio a empresas, habitação social.
Os casos da Escola André de Resende, das 4 incubadoras de empresas que estão a ser construídas em Évora, das unidades hoteleiras que estão a ser construídas e da construção de fogos de habitação social, propriedade da Habévora, são exemplos que espelham bem esta realidade.
Abstemo-nos na votação da prestação de contas de 2014 por considerarmos que é um documento tecnicamente válido, não espelhando, contudo, aquelas que seriam as práticas do PSD para o concelho.

Os eleitos do PSD na Assembleia Municipal de Évora
30 de Abril de 2015

aqui: https://www.facebook.com/psd.evora

8 comentários:

  1. Mas vcs são diferentes dos outros em quê? os vosso amiguinhos e principais lideres do psd, Oliveira e Costa dias Loureiro e Duarte Lima, acham-se melhores do que o Sócrates, taxistas é o que vcs são. O Povo dá o voto em demagogos que nunca fizeram vão trabalhar vaganbundos

    ResponderEliminar
  2. Se as alegadas "melhorias" se devem às imposições legais do PSD, o PSD tinha a obrigação de referir que as "piorias", que conduziram à falência, também se devem ao PSD que, como bengala do PS, permitiu durante 13 anos, uma gestão ruinosa do concelho Évora.

    É este o descaramento dos gatunos, impunes e agressivos:
    Fazem o mal e a caramunha.

    ResponderEliminar
  3. Fazem o mal e a caramunha,
    e atiram as culpas para outrem.

    Para os comunistas, naturalmente,
    tal qual como no fascismo.

    ResponderEliminar
  4. Obviamente que o PSD tem razão.
    Se não fossem algumas imposições, já o Partido Comunista tinha carregado para dentro da câmara mais acólitos. Gere-se o dinheiro para pagar salários, ao teatro e serviços de limpeza. O resto é miserável demais, a começar pelo fraquíssimo elenco camarário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comparando com os elencos camarários do PS/Zé Ernesto, esta câmara está a revelar-se bastante competente.
      Considerando o estado de falência e desmotivação em que encontrou a câmara, confesso que está a ultrapassar as minhas expectativas.

      Eliminar
    2. Também acho. Deviam acabar com a limpeza.

      Eliminar
    3. 15:17
      O PS bem se esforçou para acabar com a limpeza da cidade... reduzindo em cerca de 20% os serviços de higiene e jardinagem.
      Felizmente, os eborenses acordaram a tempo...

      Eliminar
    4. tchiiii...o nervosinho que para aqui vai

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.