sábado, 11 de abril de 2015

Capa do DA desta semana


10 comentários:

  1. Não houve tino nem moderação para a entrada de amigos, correligionários e emissários partidários dentro dos municípios, agora pagamos nós os que trabalhamos por contra de outrem que não o Estado, que pagamos as favas.
    As pessoas também precisam de ganhar a vida...

    Não é só na Câmara de Évora ou Beja que esta pornografia existe mas em boa parte do país.

    ResponderEliminar
  2. Gostava de ser esclarecido a quem estiver à altura de mr prestar a seguinte informacao:
    A quem pertence o armazem 8 ? Jà ouvi dizer que é mais um dos muitos nucleos de " cultura " financiado pela camara ( comunista ). Porque este " armazem 8 " surgiu do " nada" assim que os comunistas chegaram à camara. É que se for verdade, deve ser denunciado porque o dinheiro da camara é nosso, e temos direito a saber como ele é gasto ou dado ou desviado ou o raio que os partam a eles. Há muito que observo esse armazém 8 e sinceramente não me inspira confiança. Grato a quem souber esclarecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A armazém 8 é frequentado pelas "elites" musicais e não só da estrema esquerda - Bloquistas mas na sua esmagadora maioria PCP. Apareceu mais ou menos na mesma altura que o Xafariz das Bravas passou para a confraria da moenga.
      É um espaço financiado pela autarquia. A minha dúvida é se não foi criado ainda no tempo da Ernestidade

      Eliminar
    2. A que propósito é que o chafariz das Bravas está entregue à Confraria da Moenga?
      O que ganha a cidade em estar a gastar dinheiro com essa gente?
      Os edifícios que ocupam (de borla?) não poderiam ser melhor rentabilizados e para usufruto de TODOS os cidadãos?

      Se esse grupo não tem dinheiro para alugar a suas próprias instalações, então que se deixe de vícios...

      Eliminar
    3. É fundamental que a câmara possa apoiar as associações cívicas da cidade.
      Sejam culturais, desportivas, de apoio social, ou recreativas.
      A questão é:
      1 - essas associações têm de facto interesse cívico?
      2 - que ganha a cidade com esse investimento?
      3 - quanto é que custa ao município, falido, oferecer-lhes alojamento + água + luz + subsídio?
      4 - qual a relação entre o gasto e o ganho?
      5 - quais as condições contratuais ou protocolares?
      5 - que grelha de critérios é que preside à decisão, e à concessão dessas "facilidades"?

      Eliminar
    4. 08.16 e 12.29 Muito obrigado pelo esclarecimento. Eu bem que desconfiava que aquilo era mais um braço do pcp. Desde o dia que ouvi um colega meu que é comuna a dizer tao bem do armazem 8 percebi logo que havia gato. E isso é legal ? E sim acho muito bem que devam pagar renda e nao recebam dinheiro da camara atraves do pcp. Acho isso muito desonesto. Quase roubar...afinal essa gente vive desse dinheiro. Acho vergonhoso.

      Eliminar
    5. 20:07
      Qual esclarecimento?...

      Eliminar
  3. Apelo á população consumidor de gás natural que se sinta roubada pelo aumento brutal da TOS(taxa de ocupação de subsolo).
    È fácil podemos fazer uma queixa ao provedor de justiça on line, explicando o roubo a que a Galp no está a fazer nas faturas de gás todos os meses no site http://www.provedor-jus.pt/?idc=52 on line.
    Explicando que sofremos um aumento de 500% de (TOS) havendo um comunicado da Câmara da pessoa do seu Presidente denunciando a ilegalidade da situação.
    A Provedoria da justiça serve mesmo para isso e se formos muitos pode ter a força que individualmente não temos contra a arbitrariedade.

    ResponderEliminar
  4. o armazém 8 já existia antes do PCP ter a presidência da Câmara, muito embora haja uma ligação partidária, mas isso não é crime . Segundo dito pelas próprias proprietárias recorreram a um empréstimo.Portanto não sejam caluniosos nada me ligas ás criaturas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é crime as donas ou lá o que são, serem do PCP. Cada um faz da sua casa aquilo que lhe apetece.

      Não podem é dizer que aquilo seja um espaço público, que não é e duvido que engravatadinhos do CDS ou do PSD frequentem a casa - mesmo que tivessem boas maneiras - sem que lhe passem uma certidão mais ou menos inexplícita de ida

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.