sábado, 25 de abril de 2015

A faixa da Associação de Estudantes da UE que fez ontem a diferença na Praça do Giraldo


"O antigo conhecimento ensinou-nos o que vale a LIBERDADE, mas não a IGUALDADE! 
Por uma educação para todos! 25 de Abril. AAUE".

6 comentários:

  1. Eles escrevem escrevem escrevem , mas depois lá no dicionário deles , liberdade adquirida é infringir a do seu semelhante , tantos exemplos por aí !

    Querem igualdade ... , tratam as pessoas quando chegam às universidades a baixo de cão , é isso que diz lá o dicionários deles ?

    Não tem fundamento algum essa faixa escrita por esses sujeitos indiferentes em tudo nas regras e boas práticas de civismo e isso não se aprende em lado nenhum , está no sangue selvagem do ser humano .

    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  2. Eles coitados já têm as mentes toldadas pelo uso indevido do PC e pelas noitadas e alcóol.Normalmente tornam-se acéfalos, egoistas e acríticos deu-lhe para pôr aquela faixa

    ResponderEliminar
  3. Que frase mais infatil. Foi escrita por gaiatos. Nem sabem o que escreveram.

    ResponderEliminar
  4. Cada vez os jovens são mais infantilizados, não são responsáveis, até quando acham que devem reivindicar, são atabalhoados, já parecem o acabado silva falar nos cidadões . O discurso dele no 25 de Abril foi ao nível da 4ª calsse

    ResponderEliminar
  5. As dez estratégias de manipulação e controle social
    Noam Chomsky

    5 – DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO A CRIANÇAS
    A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entoação particularmente infantil, muitas vezes próxima da debilidade, como se o espectador fosse uma criança ou um deficiente mental. Quanto mais se tenta enganar o espectador, maior a tendência a adoptar um tom infantil. Por quê? "Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, pela sugestão, ela tenderá, com alguma probabilidade, para uma resposta ou reacção também desprovida de sentido crítico, como uma pessoa de 12 ou menos anos de idade (ver "Armas silenciosas para guerras tranquilas").

    Por exemplo, toda a comunicação social e respectivos comentadores.

    8 – ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE COM A MEDIOCRIDADE
    Promover no público a moda de ser estúpido, vulgar e inculto...

    Por exemplo, a generalidade dos "heróis" que a televisão promove.

    Por exemplo, as cerimónias, as bebedeiras, as drogas, os duxes, as praxes estudantis no seu todo.

    ResponderEliminar
  6. Noam Chomsky
    Tem razão e quanto mais néscios forem os jovens, mas facilmente manipuláveis.Vê-se pelo pano que têm na praça do giraldo, parece que foi escrito por cavaco, são cidadões

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.