terça-feira, 3 de março de 2015

Assembleia Municipal quer "conhecer estado da saúde" no concelho de Évora


A Assembleia Municipal de Évora aprovou por unanimidade, na sessão de 27 de fevereiro, uma moção que visa conhecer o estado da Saúde no Concelho, solicitando a disponibilização de um conjunto de informações à administração do Hospital do Espírito Santo, Administração Regional de Saúde e Bombeiros Voluntários de Évora. Com base nesta moção, apresentada por Clara Grácio em representação dos membros da CDU, a Assembleia Municipal solicita dados relativos ao serviço de urgência, consultas externas, transferências de doentes, carências de pessoal, fecho de extensões e centros de saúde, tempo de espera dos bombeiros nas urgências, entre outros.
Foi ainda aprovada com 29 votos a favor (BE, CDU e PS) e dois contra (PSD) uma moção apresentada por Bruno Martins (BE) que incide na condenação pela utilização abusiva de Contratos de Emprego Inserção (CEI). A Assembleia Municipal deliberou repudiar a utilização abusiva de desempregados e beneficiários do Rendimento Social de Inserção no exercício de trabalho em funções públicas e, em particular, na ocupação de postos de trabalho permanentes nas escolas. Esta moção visa reconhecer o princípio de que a necessidades de trabalho permanentes devem corresponder contratos de trabalho permanentes e defender a dignidade do trabalho. Propõe-se também que a Câmara Municipal de Évora se comprometa com a recusa da prática de recurso aos CEI. E solicitar ao Governo e à Assembleia da República que tomem todas as medidas necessárias para combater a precariedade gerada com a utilização de tais contratos.
O período da Ordem do Dia iniciou-se com a eleição de dois presidentes de Junta (um efetivo e um suplente) para representarem as Juntas de Freguesia do Concelho no XXII Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses, não tendo havido acordo quanto aos representantes a enviar.
A designação de membros do Conselho de administração e liquidatários para a Évora Viva, SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana, EEM, com vista ao desenvolvimento do respetivo processo de dissolução e liquidação foi aprovada por unanimidade.
Mereceu igualmente aprovação unânime o ponto sobre o projeto de alteração ao Regulamento Municipal de Circuitos Turísticos em Trens com Cavalos; Assim como o ponto sobre o ajuste direto para locação de equipamento de cópia de impressão para o Gabinete de Comunicação, justificando-se este assunto pelo facto de consistir num compromisso plurianual.
No ponto sobre a informação do Presidente da Câmara Municipal de Évora acerca das atividades e da situação financeira do município, Carlos Pinto de Sá fez referência a diversos assuntos e respondeu a um conjunto de questões colocadas pelos membros da Assembleia Municipal.
Dos assuntos referidos, destacam-se, entre outros, as melhorias obtidas na gestão do serviço de águas (acordos de pagamento de dívidas, lançamento da fatura eletrónica, etc.) e os investimentos em curso por parte das empresas Capgemini, Glintt e Vila Galé, bem como dois projetos ainda numa fase mais embrionária.

20 comentários:

  1. A Câmara de Évora adjudica obras - asfalto - em ruas que estão em bom estado, e deixa ficar as ruas em estado miserável, tais como a variante poente-sul.

    É incompetência, preguiça para observar onde estão os problemas, má vontade ou simplesmente desleixo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tantos " trabalhadores", principalmente estes em primeiro plano. Cambada de inuteis que nada fazem pela cidade. Parecem zombies a dormir.

      Eliminar
  2. "...Esta moção visa reconhecer o princípio de que a necessidades de trabalho permanentes devem corresponder contratos de trabalho permanentes e defender a dignidade do trabalho..."

    Os beneficiários do RSI ficam em casa a coçar a micose?
    Os beneficiário do RSI vão trabalhar na proporção daquilo que auferem?

    Decidam-se já que soluções nada é apresentado.
    Depois admiram-se de aparecerem Salazares ou Le Pen's, ou Putins. A Esquerda só sabe levantar problemas. SOLUÇÕES ZERO! Parole, parole, parole.
    Depois não se admirem de um Passos Coelho Qualquer mais um Paulo Portas da vida ganharem com maioria absoluta.

    ResponderEliminar
  3. "....investimentos em curso por parte das empresas Capgemini, Glintt e Vila Galé..."

    NEM 1 único dedo do partido comunista nestes investimentos, tendo recebido por herança dos outros os projetos já em desenvolvimento.
    A gestão Ernesto era incompetente mas consegui ainda assim e em tempo de vacas magras atrair alguma coisa.

    Nunca e em tempo algum, partirá do Partido Comunista ou do Pinto de Sá, qualquer iniciativa que dinamize e estimule o investimento privado. Até porque a natureza deles é ser contra o capital.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ser contra o capital ? Isso não é verdade. Os comunas adoram dinheiro. Onde houver dinheirito para gastar eles vao e....ocupam...assaltam...etc...

      Eliminar
  4. Assembleia Municipal quer "conhecer os acampamentos Malagueira"
    A 6 meses chegaram varias famílias de Estremoz e acamparam com 4 barracas no espaço publico, uma das barracas ficou na rua do rochedo no meio da rua impedindo a passagem dos moradores.
    O Doutor Pinto de Sá como presidente devia fazer valer as leis e actuar com a policia e segurança social, o trafico de estupefaciente é continuo e muitas das crianças e mulheres sofre nas mãos daqueles bichos com quem vivem.
    Já nem falando no lixo vezes urina e fumo de fogueiras, é de terceiro mundo senhor presidente, é urgente você tomar conta do problema com a urgência do mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tráfico de estupefacientes é contínuo?
      E como sugeres que isso se resolva? Só se for através da criação de um horário "descontínuo" de tráfico... Porque para acabar com o tráfico (que não é exclusivo dos ciganos, note-se...) a coisa pia muito mais fino.

      Eliminar
  5. 17.26 Imagine a Malagueira é o cartaz de arquitetura do famoso Siza Vieira , que dirão e pensarão os visitantes da varias universidades de engenharia que visitam o projeto.
    A autarquia tem vários terrenos levem aquelas campistas para lá e limpem o espaço e de preferência vedem com tapumes até a sua requalificação, é demasiado degradante o cenário com e sem campistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quais terrenos?
      Podias dar 2 ou 3 exemplos?

      (É só porque não estou a ver ninguém a querer os ciganos como vizinhos)

      Eliminar
    2. Acampamento para os Ciganos?
      Á porta de casa do Pinto de Sá e do resto dos vereadores do PCP

      Eliminar
  6. Com o PCP na câmara de Évora, o forrobodó agora é outro.
    Continuam como em Montemor: Vivem como se o tempo tivesse parado em 1975.

    Nem pagam as dívidas e nem Governam. É pura e simplesmente para alimentar a clientela partidária.

    Tenham dó

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas a culpa foi dos eborenses que votaram nessa gente. Montemor uma terrinha do mais atrazado que temos nos Alentejo. Agora vao atrazar Évora também. PCP/atraso.

      Eliminar
  7. 14.53 Mas no meio da via publica e no meio de uma urbanização a porta de 1 jardim de infância de uma escola e de um grupo desportivo é que é mesmo impossível a não ser em Évora, o que demonstra e representa a total incompetência da autarquia psp e segurança social.
    No fundo do parque industrial existe lá terrenos municipais devolutos construam lá um parque nómada, não incomodam ninguém!

    ResponderEliminar
  8. o Presidente Pinto de Sá lá na sua terrinha, tratou muito bem do assunto da população nómada, a saber:
    identifiquem-se os ciganos da terra (não sei se lhes cosem alguma coisa na roupa), estes são os nossos, temos que os aguentar mas mais não!
    Não está autorizada a permanencia (acampamento) de ciganos de fora!
    Provavelmente irá aplicar aqui a mesma receita!
    Para começar escorraçam-se das franjas da cidade, para as aldeias e com muita limpeza, basta aterrar os poços onde vão buscar água como fizeram no baldio entre as piscinas e a escola da malagueira.
    Um Parque Nómada como diz o anónimo das 18:17, que era o que o BE anda a propor faz tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ciganos?? Querem esta Sociedade? Então têm que se integrar.
      Mete-se lá no parque nómada os gajos do Bloco de Esquerda no controle e sempre que os ciganos reivindiquem alguma coisa, os do Bloco vão bater à porta do Partido comunista para resolver.

      Ponham esta gente toda dos partidos a resolver problemas concretos, em vez de cagar sentenças. Já agora...resolver problemas com prazos estipulados.

      Eliminar
  9. Os nómadas tem tanto direito à terra e à vida como os sedentários.
    Foram as primeiras vítimas do consumismo, quando começámos a usar e deitar fora, deixaram de ter como viver. Lembram-se que dantes, consertavam coisas (panelas, louças, guarda-chuvas), vendiam burros, machos e mulas, sapatos, roupas. A droga destruiu-os mais que a nós.
    Pensem e hajam como seres inteligentes e cultos e controlem a xenofobia suas bestas engravatadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os nómadas que trabalhem para pagar o seu nomadismo. Consertar panelas???? um cigano??? Onde??

      Se a droga os afetou, afetou também e muito mais milhares de familias que viram o problema a entrar pelas casas dentro.

      ...É que não me apetece de maneira nenhuma pagar o nómadismo dos outros.

      Eliminar
    2. Se dantes vendiam burros, agora que vendam carros.
      Desculpa de cocorococo essa da droga os destruir mais a eles que a nós. Dá vontade de rir...

      Por isso é que a esquerda deste país não passa do hall de entrada

      Eliminar
  10. Aquelas pessoas da foto estao enjoadas? Parecem que estao ali aborrecidas. Coitados. Sacrificam se por nós e às vezes ainda os ofendem com impruperios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estao cheias de soninho tadinhas. É que fartam-se de trabalhar de dia e de noite. Senao como tinham este ar cansado? Esta gente do pcp sao como as formigas.Quando querem alguma coisa nao param enquanto nao a conseguirem,nem que seja preciso violar todas as leis do país,e sacanear até o pai e a mae. lembrem-se da reforma agraria. dos sindicatos,da industria metalurgica nacional,e de tudo quanto deitam a mao.´
      Só estao na camara hoje..porque os outros candidatos eram mesmo muito fraquinhos. Mas para bem de ÉVORA temos de correr com esta escumalha para montemor,de onde NUNCA deviam ter saído. Só teem prejudicado Évora e seus moradores.
      RUA COM ESTA GENTE ! JÁ !!!

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.