segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

"Ninguém da Câmara se preocupou..."


É tudo muito bonito quando se lê um texto como este do senhor vereador Luciano em véspera de Natal. As palavras levam o vento, só gostaria também ter lido alguma coisa sobre aqueles desempregados que trabalharam durante o ano para a CME ao abrigo de um protocolo com IEFP e que no mês de Dezembro viram-se no desemprego outra vez, por terminação de contrato. Digo eu, em véspera de Natal não deveria o senhor vereador Luciano tomar conhecimento dessas pessoas, quais as suas necessidades, se iriam ter algum meio de subsistência, como iriam passar o Natal, não ninguém da CME se preocupou com essa gente e agora vem o senhor vereador Luciano falar do Natal e dos pobrezinhos "coitadinhos", como se não soubesse nada daqueles que a própria instituição pública que ele representa mandou para o caminho da miséria sem qualquer meio de subsistência em vésperas de Natal, BEM HAJA SENHOR VEREADOR LUCIANO!

Anónimo
04 janeiro, 2015 16:12

14 comentários:

  1. É o espelho da politica da demagogia barata,o sistema politico nacional esta apodrecido!

    ResponderEliminar
  2. Mais valia a Câmara não ter aceite o protocolo, não é ó patego?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é a posição de uma pessoa que não tem argumentos para argumentar, o que está mal ou bem, parte para a ofensa sem algum critério de manifesto, enfim é o que temos na sociedade que se deixa manipular por escroques políticos que só olham para os bolsos deles.

      Eliminar
    2. O senhor Júlio poderia explicar com que que ARGUMENTOS é que se critica a câmara nesta instância:
      Mais valia a câmara não ter aceite o protocolo?

      Eliminar
    3. Eu até lhe podia explicar os meus argumentos, mas estar a explicar a uma pessoa que nem dá o nome e chama patego aos outros, era descer muito baixo...

      Eliminar
    4. pa·te·go
      (pato + -ego)
      [Popular, Depreciativo] Simplório, pacóvio.


      Patego é ofensa?
      E os que acusam a câmara sem argumentos, câmara que, apesar de todas as dificuldades, vai fazendo o que pode, com o pouco que consegue arranjar? Esses não ofendem? Como é que se qualificam tais "cidadãos"?

      Eliminar
  3. 18:01

    O que esta câmara deveria ter como «protocolo» era sensibilidade política,social e económica para com os eborenses.

    Mas o que vem demonstrando ter, é política de merceeiro, munícipes cobaias de doutrina ditatorial e economia inexistente.

    «Quanto pior melhor» é o lema desta gente que se serve sorrateiramente dos eborenses para, junto do governo central, apregoar a doutrina Estalinista, negando qualquer forma de participação no crescimento e desenvolvimento do concelho e do país.

    A «dívida capitalista» gerada pela crise de 1929, foi o argumento de Hitler para convencer os alemães a votarem nele e no seu Nacional Socialismo.

    Os Socialistas «não utópicos» (comunistas) deste país e desta terra, procuram a todo o momento, ficar na história mundial como protagonistas a Ocidente,da doutrina Norte Coreana.

    A estratégia é de desgaste psicológico e de propaganda massiva e pena é que a maioria dos eborenses não se estejam a aperceber disso.

    Este é o «protocolo» que os comunistas de Évora estão a cumprir e assim continuarão se os eborenses não abrirem os olhos.

    Emanuel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com tanto maluco a disparatar, a agredir e a caluniar quem lhes quer bem, quando é que se faz um manicómio cá na cidade?

      Eliminar
    2. Anónimo de 07 Janeiro, 2015 14:21
      Deves ser mais um que anda a comer à custa dos impostos do contribuinte, que se fartam de trabalhar para sustentar a autarquia de malandros como é a CME, ou então és um capanga deles. Aqui quem está a precisar de ser internado num manicómio és tu, diz-me tu que bem é que a autarquia fez a esses desempregados, quando os mete outra vez no desemprego, como vês aqui o louco és tu, porque deves falar de barriga cheia à conta dos outros que pagam os seus impostos.

      Eliminar
    3. 1
      Se a câmara não tem dinheiro para mandar cantar um cego
      2
      Se a câmara tem que pagar as dívidas e os encargos com que o PS a arruinou
      3
      Se o trabalho que a câmara deu aos desempregados, foi pago pelo governo para fingir que diminuíram os desempregados e assim aldrabar as estatísticas
      4
      Se esse trabalho acabou porque o governo deixou de pagar
      5
      Explica lá, ó "inteligente", como é que a câmara falida podia continuar a dar trabalho a esses desempregados?

      (se calhar, querias que a câmara despedisse os tais que dizes que "andam a comer à custa dos impostos do contribuinte" para depois, como dizes, quando estiverem desempregados, então dar-lhes emprego?)
      (de facto o que tu queres é precisamente o mesmo que os governos fascistas estão a fazer a Portugal: estão a precarizar o trabalho, para depois poderem explorar e escravizar os desempregados, como animais)

      Eliminar
    4. 1- A câmara não tem dinheiro, mas gasta dinheiro em coisas desnecessárias.
      2- Dúvido que esteja a pagar dividas algumas.
      3 - Se realmente a câmara entrou nesse jogo do esconde, então está mal porque é o partido CP que critica essa opção de camuflar as estatísticas do desemprego.
      4- Ó inteligente, que eu saiba o governo não deixou pagar coisa nenhuma, tanto que não deixou que cada vez há mais gente do desemprego a trabalhar para a câmara, a questão é que se está a aproveitar-se disso para os desempregados fazerem a custo baixo o trabalho dos malandros que por lá andam, que não querem fazerem nada é só manifestações e greves e trabalhar que trabalhe o desempregado é essa a realidade, mas também sei que há alguns desempregados não se importam de ganhar pouco e fazerem o trabalho que os empregados da câmara não querem fazer,quanto aos governos facistas, não sei do que falas, eu até nem partido tenho e estou-me mesmo cagando para a politica e politicos, mas não sou maluco e vejo o que se passa ao meu redor e quanto a crer que despedissem os funcionários da câmara, claro que não foi isso que disse, mas uma vez que falas nisso, se calhar não se perdia nada começando a avaliar desde os engenheiros até ao varredor e depois rua com eles é assim que se passa no privado quem tem valor e quer trabalhar fica quem não tem ...rua porque essa de emprego para a vida já foi e à muito.

      Eliminar
    5. 3.1
      Se, nos termos da lei, a câmara não pode aumentar as despesas com pessoal

      Eliminar
    6. Senhor Júlio
      As suas afirmações acusações, suposições, calunias, são insustentáveis.
      Informe-se.
      Por exemplo:
      Em que "coisas desnecessárias" anda a câmara a gastar dinheiro?

      Eliminar
  4. Gostava de ver um vereadorzito desta Camara ( e de outras) agarrados a uma puta duma enxada nem que fosse só um dia completo.

    É muito mais fácil ver um patrão andar a trabalhar ao lado dos operários do que um comunista "manda chuva" a trabalhar no meio do operariado.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.