segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Hoje há espectáculo comemorativo de Évora Património da Humanidade no Teatro Garcia de Resende

2 comentários:

  1. O Pagamento Especial por Conta, o PEC, é um imposto sobre lucros que as empresas pagam... quando têm prejuízo. Se mais tarde houver lucro, podem fazer a compensação; e então o PEC funciona como um imposto pago antecipadamente. E se não chegar a haver lucros? Há direito à devolução (ao fim de cinco anos!). Neste caso, as empresas emprestam dinheiro ao estado sem juros.
    O PEC é absurdo. Deve ser extinto.
    Paulo Morais

    ResponderEliminar
  2. Nestas comemorações a Câmara continua sem ter nada para dizer sobre o centro histórico, que continua a cair e em que este ano nem se mexeu, tirando o embuste das arcadas. Por isso, escondeu-se atrás do cante alentejano e do fado. Que vergonha não terem nada a dizer sobre o estado deplorável a que chegou o património classificado da cidade e andarem-nos a vender gato por lebre. Já se esqueceram do Salão Central, só para falar duma ruína que é propriedade da Câmara? E dos riscos de desclassificação do Centro Histórico? Ou eram apenas frases de bom efeito para a campanha eleitoral e para serem esquecidas logo a seguir?

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.