segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Faleceu o Professor Augusto da Silva


Faleceu ontem, dia 02 de novembro o Professor Augusto da Silva, fundador do Departamento de Sociologia da Universidade de Évora, com 85 anos de idade. A cerimónia fúnebre realiza-se hoje(segunda-feira, dia 03 de novembro), às 14:00, no Colégio S. João de Brito, em Lisboa.
Uma das maiores referências da Sociologia em Portugal e altamente estimado na Universidade de Évora, o Professor Augusto da Silva foi um dos responsáveis pela institucionalização da Sociologia no país, cujo primeiro curso surgiu precisamente em Évora, em 1964, no extinto ISESE - Instituto Superior Económico e Social de Évora, fundado por iniciativa dos Jesuítas e do Conde de Vill'Alva, Eng.º Vasco Maria Eugénio de Almeida.
Licenciado em Filosofia (Braga, 1956), em Teologia (Comillas, 1962) e em Ciências Sociais – Sociologia (Roma, 1966), o Professor Augusto da Silva foi diretor do Curso de Sociologia do ISESE de 1966 e 1974 e, posteriormente, Membro da Comissão Instaladora do Instituto Universitário de Évora.
Na Universidade de Évora exerceu diversos cargos de relevo: foi Pró-reitor (1976-1978); Presidente do Conselho do Departamento de Sociologia (1976-1995); Presidente do Conselho do Departamento de Linguística e Literaturas (1989-1992); Presidente do Conselho Pedagógico da Universidade de Évora (1987-1991); Presidente do Conselho Científico da Área Departamental de Ciências Humanas e Sociais (1989-1995) e Presidente do Conselho Científico Geral da Universidade de Évora (1996-1998).
Jubilou-se em 1999 como Professor Catedrático Convidado da Universidade de Évora, que em 20 de Novembro desse ano lhe conferiu o Doutoramento Honoris Causa, tendo sido seu patrono, o Professor Ário Lobo de Azevedo.
Das múltiplas disciplinas que lecionou (Demografia, Técnicas de Investigação Social, Estratificação e Mobilidade Social, Sociologia da Família, etc.) manteve sempre a docência da Sociologia Geral, Teorias Sociológicas e Sociologia da Religião, para as quais elaborou os elementos de estudo para os alunos. Coordenou diversas pesquisas e dinamizou, desde 1975, a publicação da revista “Economia e Sociologia”, de que, desde então, foi diretor.

4 comentários:

  1. R.I.P. Condolências à família.
    Todos os dias morre em Lisboa alguém, cujo corpo não é reclamado.
    "A americana Brittany Maynard, que sofria de um câncer no cérebro, cumpriu sua promessa e morreu por suicídio assistido no sábado, dia 1º de novembro, em sua casa no Oregon, nos Estados Unidos, de acordo com grupo Compassion and Choices.
    "É com pesar que anunciamos a morte da querida e incrível mulher Brittany Maynard. Ela morreu em paz em sua cama, cercada pela sua família e entes queridos", disse o comunicado da ONG.
    Após descobrir que tinha um tumor maligno no cérebro, a jovem de 29 anos se mudou para o Oregon para se beneficiar da lei do Estado que permite o suicídio assistido.
    No início da semana, ela havia divulgado uma mensagem em que cogitava adiar sua decisão de morrer, mas isso acabou não ocorrendo."

    ResponderEliminar
  2. A toda a família do Professor Augusto da Silva os meus pesames

    ResponderEliminar
  3. Pêsames à Família
    e ao grande número de pessoas que eram suas amigas e o admiravam como intelectual esclarecido e honesto

    fui seu aluno na Universidade de Évora - nunca um bom aluno, o que não o impediu de ser meu amigo e dar-me sempre uma palavra de estímulo pelos meus escritos que ia tornando púbicos na Imprensa local

    perdi alguém, para quem eu não era manifestamente indiferente

    descanse em paz

    ResponderEliminar
  4. A morte leva nos as pessoas que mais ama mos.
    A esperança que possa existir algo do outro lado,funciona como um analgésico a uma dor infinita insuportavel.
    Que Deus o receba e o ajude na nova etapa da vida...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.