quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Este silêncio… (Lembrando o Colega Silva Carvalho)

 

Encontro no primeiro dia
em terra alheia,
agora nossa
por ter fruto nosso
que em cada colheita crescia
de muita sementeira
regada pelo suor do tempo
em cada momento
de conversas e caminhadas
onde
solta a palavra
o mundo num mar fluía…

Neste dia
a ceifa prematura
da cultura
da terra
num seu obreiro
primeiro,

cortada rente a raiz
e abruptamente a queda,

e agora este silêncio abafado
na cidade
cheirando a terra a pó
e a morte a saudade…

José Rodrigues Dias, 2014-09-03


aqui: http://joserodriguesdias.blogspot.com/#ixzz3CM33zFPk

4 comentários:

  1. Todo mundo sabe, o coração tem moradia certa, fica bem aqui no meio do peito. Com ele a anatomia ficou louca, era todo coração.


    ResponderEliminar
  2. Para quem não sabe foi ele que morreu por falta da VMER

    ResponderEliminar
  3. Em vez da vmer vem o palerma vaidosão do rodrigues dias com as rimas foleiras de pé-quebrado.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.