sexta-feira, 18 de julho de 2014

Elvas:"Rondão de Almeida e Elsa Grilo montaram uma segunda Câmara"


O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, sublinhou, em comunicado, que "foi montada uma segunda Câmara", revelando "uma crescente falta de respeito pelo cargo" desde que foi eleito.
No comunicado, enviado aos órgãos de comunicação social, pode ler-se que "os Elvenses têm sido informados, sobretudo por jornais e rádios, da situação na Câmara Municipal de Elvas. Mas, nos últimos dias, têm sido ditas muitas coisas que não estão de acordo com o que se tem passado e pode vir a passar.
Para todos, faço um pequeno resumo da situação.
Desde que fui eleito, em Setembro do ano passado, e tomei posse de Presidente da Câmara, em 12 de Outubro de 2013, senti uma crescente falta de respeito pelo meu cargo, em especial por parte dos Vereadores dra. Elsa Grilo e comendador Rondão Almeida.
Foi montada uma segunda câmara, com funcionários e colaboradores ao serviço dos seus objectivos, e tomadas decisões internas e públicas, algumas de grande importância, sem que eu tenha tido sequer conhecimento delas.
Uma situação que tem vindo a piorar, como a população tem notado, e atingiu o momento decisivo na reunião de 9 de Julho passado.
Nessa data, fui surpreendido, em plena reunião da Câmara Municipal de Elvas, por uma série de propostas apresentadas pelo senhor comendador Rondão Almeida, sem que uma palavra sobre o assunto me fosse dita antes.
Não podia tolerar mais esta falta de respeito para comigo, enquanto Presidente da Câmara!
Tinha de tomar uma decisão. Sabia que a decisão era difícil, mas não poderia continuar como se nada se tivesse passado. Ou me demitia, ou retirava os pelouros aos dois Vereadores.
Sabia que eu tinha sido eleito Presidente e havia quem não respeitasse a vontade popular. Mas também sabia que havia quem tivesse sido eleito Vereador e quisesse continuar a ser Presidente.
Decidi em consciência e, na passada terça-feira dia 15, comuniquei a minha decisão à Câmara Municipal: retirei os pelouros por mim confiados aos Vereadores dra. Elsa Grilo e comendador Rondão Almeida.
Quero deixar claro que esta posição não é nada de pessoal, pois eu considero o trabalho liderado pelo comendador Rondão Almeida durante 20 anos, para o qual também contribuí. Como a maioria dos Elvenses, estou reconhecido e grato a esse trabalho.
Esta posição é política, porque o que está em causa é a maneira como dois Vereadores se têm comportado para com o Presidente da Câmara, durante quase um ano.
Devo esclarecer que a Câmara de Elvas continua a funcionar, com a garantia de vencimentos aos seus funcionários e retribuições aos colaboradores, com a garantia do apoio em todos os programas sociais, com a continuidade das obras em curso e a concretização dos eventos já programados.
Eu continuo a ser Presidente da Câmara e a contar com os autarcas que queiram prosseguir em funções. Se houver alguém que abandone, será o responsável pelo ato e suas consequências.
Mantenho-me fiel ao compromisso assumido com os Elvenses de ser Presidente da Câmara. Mas também tenho um compromisso com a minha consciência, de exercer este cargo com dignidade e de o levar de pé até ao final".

35 comentários:

  1. O Grande lider e sua partener não se apercebem que o seu tempo já passou, saia de cena quem não é de cena.
    O DR. Nuno Mocinha deve ser bom tipo, mas marionete nas mãos de Rondão isso não, é uma vergonha o que se passa em Elvas, esse culto da personalidade de rondão na cidade e tudo rondão e Almeida

    ResponderEliminar
  2. É uma vergonha o que aqui é revelado.É o abuso de poder puro e duro e sem ponta de vergonha. Como é que uma pessoa que não se podia candidatar a Presiente de Câmara é depois eleito como vereador. Na verdade este país em termos políticos não é uma país é uma anedota.E atenção estamos a falar de pessoas que pertencem ao mesmo partido, agora imaginem o que não é quando se tratam de pessoas com este tipo de prepotência e são de partidos diferentes. Quando e que este tipo de situações acaba de uma vez por todos. É uma das razões que eu defendo que um autarca não deve estar à frente de um autarquia mais de 3 mandatos, mas que infelizmente toda a gente sabe que há sempre uma alternativa para um individuo se perpetuar no poder. Mas o que é isso do poder para as pessoas se agarrarem tanto a ele, será que essas pessoas não sentem que estão a abusar/gozar com os outros. Soluções necessitam-se para limpar este tipo de prepotência da nossa vida politica.
    MdM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se a câmara cair, como é provável que aconteça, o sr. Rondão já se pode voltar a candidatar a Presidente.
      Só não percebo com há gente inteligente a defender uma lei tão absurda...

      Eliminar
  3. Sántinho Sr Mocinha, pensava o Sr que o narcísico e ditadorzinho de cordel do Sr Rondão iria perder aquele jeitinho da sua perninha marota?
    O Sr foi à boleia e agora chora como mulher atraiçoada…
    Aguente-se à bronca!
    Só tenho pena dos pacóvios de Elvas que vão atrás desta palhaçada…

    ResponderEliminar
  4. O Rondão há.de sempre um sacana.
    Ele acha que é o seu dono e vc tem que obedecer á voz do dono.
    o Ps também tem lá boa porcaria este rondão não engana ninguém a rondonia ainda há-de ser tua outra vez

    ResponderEliminar
  5. Ora vamos la ver ... e se isto for uma manobra do Rondão voltar ao poder? Segundo me parece se os outros vereadores, que segundo sei estão com Rondão e Elsa Grilo, se demitirem, Elvas vai ter de ir a eleições, certo? Se for certo, o Rondão pode candidatar-se pois já esteve fora da camara. Alguém do mundo da politica confirma esta minha suspeita? A ser assim e a existirem eleições intercalares, Rondão volta a ser candidato, com o apoio do Ps, claro e ganha! Bingo!
    Claro que posso estar enganada e isto ser só isto mesmo, um presidente que não se deixa manipular!
    Lurdes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Presidente que tenha atingido o limite máximo de mandatos não se pode candidatar no quadriénio seguinte. A lei é clarissa nesse aspecto.

      Eliminar
    2. Pois sim, mas se a câmara cair, o "quadriénio" acaba. E o cacique RONDÃO já pode voltar.
      Leis à PS é o que dá!

      Eliminar
    3. Porra que o gajo é burro!!!! Quadriénio quer dizer quatro anos!!!!! Anormal do caraças! NOS QUATRO ANOS SEGUINTES AO FIM DO MANDATO ONDE ATINGIU O LIMITE NÃO SE PODE CANDIDATAR.

      P-E-R-C-E-B-E-S-T-E????? Dasssss que isto há mesmo com cada besta!

      Eliminar
    4. Olha um burro a chamar burro a outro!
      E se aprendesses a ler as leis, antes de vir pra qui mandar bocas e ofender os outros?

      Eliminar
    5. Estás nervoso?

      Eliminar
  6. O Rondão sabe-a toda há-de estar morto e ainda é Presidente ad eternus da câmara de elvas. O mal não é o rondão este país está cheio destes escroques de norte a sul

    ResponderEliminar
  7. O velho pensa que ainda é presidente! E o pior é que tem os parolos todos do lado dele.

    ResponderEliminar
  8. Militantes pedem a António José Seguro suspensão das eleições da distrital de Coimbra.

    Há suspeitas de que cadernos eleitorais estejam viciados.Eleições para a federação estão marcadas para 6 de Setembro.


    A militante Cristina Martins tentou pôr em ordem os cadernos eleitorais,levou com um processo disciplinar foi expulsa.

    Este é o Partido Socialista,ou os dois partidos em confronto o de Seguro e o de Costa.

    ResponderEliminar
  9. Basta ver aqui em Évora a "dona" do PS FERNANDA RAMOS apoia Costa ,pudera um novo governo PS e mais uma pipa de fundos para a fundação,os lacaios que dependem da senhora,é ela que lhe dá emprego apoiam o Costa...........em Maio passado andavam de bandeirinha a apoiar o cabeça de lista escolhido pelo Seguro.....................

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Ramos está com a força toda, no apoio ao Costa. Viva o PS papa fundos europeus

      Eliminar
  10. Este PS está todo lixado. Em Évora já traíram o Seguro, pois com o Costa há mais benesses.
    Os velhos Fernanda ramos e Capoulas e os novos velhos comó brilhantina não largam o osso. É só mama

    ResponderEliminar
  11. Quando é que o Povo manda os partidos todos levar onde levam as galinhas e que ninguém apareça nas mesas de votos? Todos os partidos tronaram-se seitas e como tal há distribuição de tacho. Não acredito 1mm neste país com partidos assim. Se uns não garantem a liberdade (extrema esquerda) individual, económica etc - mas garantem os tachos para os seus sabujos, outros garantem aos seus correligionários a gamela. Por isso o Estado em Portugal é a desresponsabilização que é, a improdutividade que se reconhece, e a incompetência que salta aos olhos, tornando-se numa máquina que absorve tudo o que é recursos se que daí saia retorno.

    ResponderEliminar
  12. A mulher do ex-padre lidera a concelhia,o brilhantina foi afastado,em tempos o moço tentou aderir ao psd,tem agora uma oportunidade e assim tem emprego garantido no parque tecnológico,a reitora arranja-lhe emprego.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem lidera é a Fernanda Ramos e o Capoulas. A mulher do ex-padre é mais uma que não manda nada.

      Eliminar
  13. O Povo ao através de organizações de base tem que ser ouvido na governação.
    Portugal ou é libertário ou não é. Os partidos metem nojo, o MP e os juizes não conseguem aplicar a lei sem isenção, os escritórios de advogados a que pertencem os deputados, fazem as leis interpretam-nos á sua maneira.
    Talvez só com outra revolução porque os partidos do arco do poder governam-se e desgovernam o povo o costinha também não vai fazer melhor.
    A governação e a política de um modo geral vêm há muito penalizando o valor do trabalho. É inevitável: quem nunca trabalhou não sabe reconhecer as virtudes do trabalho (...) Não seria de esperar diferente destes políticos que saíram dos bancos das escolas directamente para a política e foram saltando de assessores para vereadores, de deputados para ministros, sem nunca terem trabalhado.

    ResponderEliminar
  14. BPN: O prejuízo com a nacionalização do BPN pode e deve ser recuperado.O Estado pode, nos termos da Lei de Recuperação de Ativos, reaver os sete mil milhões. Confiscando todos os bens dos responsáveis pela gestão danosa do BPN, arrestando terrenos, contas em bancos do Luxemburgo e outros bens. É assim que se faz no mundo civilizado.Haja vontade política e competência da justiça.

    ResponderEliminar
  15. O Instituto de Emprego e Formação Profissional deveria servir para canalizar desempregados para novos empregos ou, através da formação, encaminhá-los para novas profissões. Mas na prática, apenas faz o controlo burocrático de subsídios pagos aos desempregados, que trata como culpados e obriga a apresentações sistemáticas, tipo "prova de vida". Muitos desempregados são colocados em cursos de formação desadequados e sem perspectiva de carreira. O IEFP devia designar-se "Instituto de Desemprego e Deformação"
    Eng. Paulo Morais

    ResponderEliminar
  16. Há que separar totalmente a banca comercial da banca de investimentos. Durante anos, os bancos investiram o dinheiro dos clientes em activos tóxicos, futuros e opções, swaps, produtos de alta rentabilidade, mas de credibilidade duvidosa. Ganharam fortunas que enriqueceram de forma obscena os seus accionistas.
    Mas quando este jogo financeiro de casino deu para o torto, os prejuízos surgiram e logo os banqueiros vieram pedir socorro ao estado, alegando que tinham que proteger os seus depositantes. E com base nesta falácia, o estado vem assumindo os prejuízos da banca.

    ResponderEliminar
  17. Tmbém quero emprego no parque tecnológico...afinal isso é o quê? pode-se pedir lá emprego? há oferta de trabalho? empresas?

    É o Brilhantina que vai selecionar Curriculum como fez com a EMBRAER carregando e descartando amigos e "inimigos" do PS?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O parque tecnológico é um conjunto de empresas que estão sedeadas em Évora, por causa dos fundos europeus, mas que têm os empregados em lisboa.

      Eliminar
    2. looool, mais uns a mamar nos pobres dos eborecas

      Eliminar
  18. o brilhantina já tem emprego, é alto quadro da PT. foi o que me disseram os cachorrinhos que andam com ele

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. esses gajos safam-se sempre, têm muitos amigos

      Eliminar
    2. o homen, agora é empresário da comunicação social, criou com os parteners do ps um jornal online, para controlar a politica no Alentejo. chama-se tribuna do alentejo

      Eliminar
    3. agora é patrão. criou o tribuna do Alentejo para dizer mal dos comunas e chegar ao poder

      Eliminar
  19. O poder corrompe. O poder absoluto corrompe absolutamente. O PS está como o regime, a desfragmentar-se.

    ResponderEliminar
  20. Estou é preocupado com os milhões da Camara que já foram gastos só em 9 meses por este homem. Quanto ao Rondao, a verdade é que fez obra, este por enquanto parece que .... muitas almoçaradas e pouco mais... vamos ver o que isto dá. Creio que para resolver isto só a Dr. ELSA .

    ResponderEliminar
  21. Eleições intercalares à vista, e Rondão de volta aos comandos da Rondolândia?
    Afinal, a tal lei supostamente feita para combater o caciquismo, é tão inútil com ineficaz. Só não entendo como há idiotas que a defendem (ou defenderam).

    ResponderEliminar
  22. Eleições Já. Os Elvenses querem votar. O Sr Mocinha parece fora de si e completamente patético. Está nas mãos do CDS e enganou os Elvenses. Gostou de ir ao colo até ser Presidente sem ter categoria para tal e agora arma-se em vitima e chora como uma viúva. Ele que vá a mais uma jantarada e não destrua o que demorou 20 anos a construir. Eleições e mais nada . Mocinha não tem categoria para o cargo.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.