sábado, 14 de junho de 2014

Este sábado pelas 17,30h no Convento de São Bento de Castris


23 comentários:

  1. Universidade de Évora sem dinheiro para Pagar subsidio de férias,NUNCA tinha acontecido.

    ResponderEliminar
  2. A situação no PS,pode acabar em no Tribunal,é este Partido que quer governar Portugal ?

    Vale Tudo ...a ânsia de poder é enorme,Ideais ZERO...................Pobre ESQUERDA..................

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensas que o PCP é melhor ? Esses até vendem a mãe se for preciso.

      Eliminar
  3. Sei de uma de montemor que abandonou a mãe em casa,sózinha doente para ,por ordem do pcp,apanhar o tacho no sindicato das portas de moura.
    Quando a interrogaram se não devia de estar com mãe,que precisava de cuidados médicos,higiéne e alimentação..que podia morrer sózinha...respondeu que em primeiro lugar estava o partido ( e o tacho sindical,claro).
    A mãe morreu.

    ResponderEliminar
  4. BELA FILHA !
    DASSEEE

    ResponderEliminar
  5. Partido Socialista em GUERRA,a Luta pelo PODER está ao rubro.........Ideias Zero.........

    ResponderEliminar
  6. Fernanda Ramos e Capoulas Santos do lado certo dos seus interesses...............

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Fernanda Ramos e Capoulas Santos do lado certo dos seus interesses."

      Deves ser muito pouquechinho,otário.
      Se calhar querias que defendessem os teus interesses.

      Eliminar
    2. COMUNAS DO LADO CERTO DOS SEUS INTERESSES!

      ahahahah

      isto é para gozar com o TÓTÓ das 14:16

      descobriu a pólvora,o parvo

      Eliminar
  7. António Costa,acusa o seu camarada Seguro que o projecto lei eleitoral a apresentar na Assembleia da Républica ,tem um objectivo: Eliminar na "secretaria" o PCP e o Bloco.

    Assim vai a "guerra" no PS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Eliminar na "secretaria" o PCP e o Bloco."

      Isso é muito bom !!! Principalmente o PCP.

      VIVA O SEGURO!

      Eliminar
  8. 16:07,o TóTó está de acordo com o Tozé ou com o Costa na lei eleitoral ?

    ResponderEliminar
  9. Qualquer pessoa de bom senso sabe que o projeto de lei a ser apresentado em setembro,tem como objectivo reduzir o parlamento a duas forças politicas.

    ResponderEliminar
  10. OS corruptos agradecem ..........o projecto lei do PS.

    ResponderEliminar
  11. Alguém me sabe informar os desenvolvimentos sobre o trágico ocorrência aquando da construção do colégio de uma dirigente do PS/Évora ,que teve como consequência a morte de um OPERÁRIO ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o que tu queres sei eu.....vai trabalhar

      Eliminar
  12. Parte dessa construção FOI ILEGAL..........construído em ESPAÇO PUBLICO.......Aprovado pela cãmara PS.

    ResponderEliminar
  13. E sobre os DESPEDIMENTOS ILEGAIS que essa senhora tem feito ?

    ABAFADOS na comunicação social cá do BURGO.

    Os jornalistas de Évora tem MEDO de falar sobre os casos dessa criatura,porque será ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A AGENCIA LUSA DE ÉVORA NAO SERVE PARA NADA. NAO PUBLICAM NADA QUE HOSTILIZE OS PARTIDOS,SEJAM PS,PSD OU PCP !
      OU SAO COBARDES,OU MALANDROS,OU TEEM ALGUM PACTO....
      SÓ SEI QUE NAO DENUNCIAM NADA. PARA QUE SERVEM,ENTAO?

      Eliminar
  14. As MAFIAS dominam Évora.........O BLOCO CENTRAL controla tudo..........

    ResponderEliminar
  15. Bloquear, bater contra uma parede, chegar a um beco sem saída, empancar, cair num pântano, enterrar-se em areia movediça. etc., etc. Qual destas palavras é que não se percebe? É assim que está vida política portuguesa. E não apenas a vida política, também a vida económica e a vida financeira. Pode haver arranques, mas são débeis. Pode haver recuos, mas só confirmam o que já se sabia.

    Mesmo as estatísticas de que o governo (e a troika e o FMI e Bruxelas) gostam estão lânguidas e voláteis. Sobem e descem. Exportações, importações, por exemplo. As estatísticas de que o governo não gosta, essas continuam a dar os mesmos péssimos sinais. O aumento drástico dos portugueses em privação severa, por exemplo. Das primeiras, se sobem uma décima, há festa. As segundas, nunca são citadas, mesmo que subam ou desçam muito. É como se não existissem, sobre elas cai um manto de silêncio. Quanto aos juros, estão magníficos, seja para Portugal, seja para a mal comportada Grécia. Só uma coisa se move e é no plano social. A passagem do tempo gera um único dinamismo: empobrecer.
    (...)
    Só uma coisa move tudo: garantir que há cortes na função pública, nas reformas e pensões. Tivesse o governo o mesmo tipo de tenacidade que mostra nos cortes para renegociar as PPPs ou os contratos swap, que se teriam poupado muitos milhões, ainda por cima abusivos. Para cortar, ou seja “poupar”, há uma determinação sem paralelo com qualquer outro acto de governação, mesmo legislando-se contra a Constituição de forma reiterada, uma, duas, três vezes e agora anuncia-se uma quarta, os “cortes Sócrates” que eram para ser temporários e agora voltam mais uma vez como“temporários” redivididos até à reposição plena em 2019, ou seja um governo depois. No Porto, havia várias coisas temporárias, a estação da Trindade, o túnel da Ribeira. Ainda lá estão, muitas décadas depois, alive and kicking.
    (...)
    Como é que não há bloqueio se numa sondagem a sério, as eleições, apenas 27% votou nos dois partidos do governo, nos dois sublinhe-se, e em sondagens mais precárias, mas todas coincidentes, mais de 60% dos portugueses querem Costa à frente do PS e pouco mais de 18% querem Seguro? Com este estado de opinião e voto, como é que a maioria dos portugueses se pode sentir representada pelos partidos que se reivindicam do“arco da governação”?

    Como é que se desembrulha uma situação como esta? Não há milagres, até porque o material tem sempre razão e o material é mau e não vai deixar de ser mau mesmo depois das eleições. E eleições são a única coisa que pode fazer entrar algum ar fresco no quarto miasmático em que estamos enfiados.

    Se a vida fosse a ideal, o PS resolveria rapidamente a sua querela interna, em vez de andar nesta necrose quotidiana para salvar Seguro e garantir meia dúzia de lugares de deputados aos seus fiéis, com elevadíssimos custos para o PS e para Portugal, e, quem fosse o líder, estaria em condições para exigir eleições antecipadas com uma voz forte. Se a vida fosse a ideal, o Presidente compreenderia que nunca vai conseguir um acordo “consensual” na actual situação de bloqueio, mas apenas perante um governo com legitimidade reforçada de origem eleitoral, seja do PSD-CDS, seja do PS.
    (...)
    É para que a vida, mesmo não sendo a ideal, possa pelo menos ser mais sensata, equilibrada e melhor do que é hoje, que é preciso correr o risco de antecipar as eleições, num tempo bem escolhido, razoável e o mais depressa possível, ou seja, é preciso fazer alguma coisa para desbloquear este enorme pântano em que vivemos. Tem riscos? Tem todos os riscos. Mas ficar assim é pior.»

    Pacheco Pereira, no Público.

    ResponderEliminar
  16. APELO

    A todos os Democratas que Lutaram pela Liberdade e uma Democracia com Partidos,Urge Unir Forças para Lutar Contra o Projecto LEi do Partido Socialista que quer REDUZIR o parlamento a dois Partidos.


    Pela DEMOCRACIA

    PELA LIBERDADE

    PELO PLURALISMO

    ABAIXO LEIS FASCISTAS.

    ResponderEliminar
  17. Todos os Homens e Mulheres Livres devem de dizer NÃO ao projeto de lei FASCISTA do PS,que reduz a Pluralidade e Liberdade no Parlamento.

    É HORA de lutar e Resistir contra a Pluralidade no Parlamento.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.