segunda-feira, 19 de maio de 2014

Eu Voto

Não aproveitarei esta minha última crónica antes das eleições, e estando em plena campanha eleitoral, para apelar ao voto no partido no qual vou confiar o meu próprio voto.
Ainda assim apelo a todos os ouvintes que reflictam. São muitas as pessoas desligadas da política, são muitos os cidadãos que afirmam que os partidos são todos iguais. Embora não partilhe desta opinião, percebo as suas razões. A verdade é que os partidos que nos governaram nas últimas décadas (PS / PSD /CDS-PP) mostraram ao povo o que a política tem de pior: promessas não cumpridas, desprezo pelo povo após eleições, desprezo pelas manifestações e lutas sociais, desprezo pelos seus princípios em nome da corrupção, do amiguismo e da subserviência perante o grande capital.
As políticas PS/PSD/CDS cumpriram duplamente o seu objectivo: alimentaram a máquina capitalista, colocando o capital acima das pessoas, e afastaram o povo, principalmente os jovens (massa crítica imprescindível a qualquer sociedade), da democracia. Assistimos hoje à ideia impensável, injusta e arrasadora, que o controlo que as pessoas têm sobre a sua vida e sobre a vida política é mínimo, abrindo-se, assim, espaço a governações cada vez mais autocráticas. Mas é tempo de acordar… É tempo de dizer basta!
A abstenção e o apelo ao voto em branco abrem atalhos perigosos à morte lenta da democracia. O voto é crucial, pois permite que o povo, de entre os inúmeros partidos e representantes que tem à escolha, possa escolher aquele que vá mais de encontro às suas convicções, valores e sentido de bem comum para uma sociedade mais equilibrada e justa. A ideia que a abstenção e o voto em branco farão os políticos do arco governativo acordar é errada, pois se isso acontecesse já o teriam feito (o crescimento da abstenção fez mudar alguma coisa? O crescimento dos votos em branco fez mudar algo?). Antes pelo contrário, dá-lhes mais força para tomarem medidas desligadas da sua gente, com a certeza que esta gente é silenciosa e submissa. Talvez seja tempo de não sermos submissos…! Talvez seja tempo de nos levantarmos…!
Eu estou De Pé! E você?
Até para a semana.

Bruno Martins (crónica na rádio diana)

20 comentários:

  1. O artigo é, de facto, desonesto. Faz um apelo ao voto praticamente explícito, reproduzindo, no final, com as mesmas iniciais em maiúsculas, o slogan eleitoral do partido do autor, que, por outro lado, quer hipocritamente rodear-se de alguma inocência, quem sabe se de alguma superioridade moral, quando começa por dizer que não aproveita a crónica para apelar ao voto no seu partido.

    Apele ao voto e assuma isso! Já que tem esse direito, ao menos tenha também essa hombridade.

    Escusa é de nos fazer de parvos! Dizer uma coisa e fazer o contrário. Com a artimanha eleitoralista, disfarçada hipocritamente de falsa atitude ética.

    ResponderEliminar
  2. Ó Bruno, vota e não chateies. Fica lá com a tua deputada e diverte-te com ela mas deixa o pessoal em paz. Quem quiser vota, quem não quiser não vota. Que tens tu com isso?

    ResponderEliminar
  3. Senhor Vereador João Rodrigues.

    Várias zonas da cidade os passeios estão completamente tapados por ervas ,no passeio da rotunda seminário/porta de Avis,tornou-se autêntico pasto,a ecopista está a ficar impraticável para caminhar,a avenida são João de deus o lixo é bastante,candeeiros cheios de plásticos,paredes forradas com proganda de touradas............Basta.........Évora merece.......ser uma cidade Limpa.

    ResponderEliminar
  4. Ao menos nos tempos do Ernesto, as ervas eram cortadas. Parece que esta governação não está para ai virada, há coisa mais importantes como seja ?????
    MdM

    ResponderEliminar
  5. Ao menos no tempo do Ernesto as ervas eram cortadas, já o mesmo não posso dizer do lixo nas ruas. Mas afinal esta nova governação agora vem reclamar o quê, não tem dinheiro?, então porque exigia aos outros e agora não o faz. Há pois tem coisas mais importantes para gastar o dinheiro como seja ????..
    Há aqui bacanos que querem voluntariado, e que feirantes e donos da restauração, bem como toda a população em geral não deite o seu lixo no lixo.
    Mas afinal, para que servem as taxas e impostos que feirantes e comerciantes pagam, e para que serve a taxa de resíduos sólidos que eu e todos os habitantes que consomem água, pagam todos os meses.Já parecem o desgoverno de Portugal, com o banco alimentar e outras obras de solidariedade, ou seja em vez de assegurarem o bem estar do povo, é este povo que todos os dias é roubado, tem que garantir a limpeza e alimentar dos mais carenciados... Pobre povo, que para além de pagares tudo com um palmo de língua de fora, ainda querem que trabalhes de borla, para essa corja, terem eles os louros....
    MdM

    ResponderEliminar
  6. Não voto no BE, porque o BE nem é carne nem é peixe. Na reestruturação da dívida e na recusa do Tratado Orçamental está com a CDU, mas na manutenção do euro está com o PS e o PSD/CDS.

    Há vários constrangimentos externos que impôem a austeridade e destroiem o Estado Social. O Tratado Orçamental é um deles, mas o euro e o Pacto de (Ins)Estabilidade é o principal. Não há solução para este problema sem preparar o país para abandonar uma moeda única, que serve unicamente os interesses da Alemanha e dos grandes poderes económicos europeus, mas que está completamente desajustada das necessidades e da realidade portuguesas.

    Gostaria muito que o articulista começasse a refletir a quem serve a manutenção do euro e por que é que a resposta do seu partido, quanto à necessidade de uma saída (preparada e pela esquerda, evidentemente), coincide com a de Seguro e Assis e com a de Passos, Portas e Rangel.

    Para combater a austeridade não basta votar contra os partidos do "arco da troika". É preciso votar contra os partidos do "arco do euro" (no sentido de que aceitam a sua manutenção). Sem sair do euro, instrumento priviligiado da alta finança europeia, andamos a semear ilusões de que é possível desenvolver o país e acabar com a austeridade.

    ResponderEliminar
  7. A Ecopista,a circular e várias ruas as ervas já tem mais de meio metro.

    CORTEM as ervas PORRA...........é uma Vergonha....................

    ResponderEliminar
  8. Olha, o gajo das ervas voltou. Já tínhamos saudades. As férias, foram boas?

    ResponderEliminar
  9. Não digam a ninguém mas acho que o gajo das ervas é o anteriormente conhecido por "Gajo da Silveirinha".
    Lembram-se desse chato? Todos os dias vinha para aqui escrever em maiúsculas "Herdade da Silveirinha! Um escândalo! Investiguem" e outras baboseiras do género.
    Agora aderiu ao partido anti-ervas e todos os dias aqui vem deixar a sua bosta contra as ervas. Não o tratem mal senão ele vai-se embora e depois de quem é que a gente se ri?

    ResponderEliminar
  10. Então e o imbecil que todos os dias aqui vem berrar contra o pessoal da Universidade?
    Arrota baboseiras contra o Pingo e a Pinga, a generala e a sargenta....mas sempre sem indicar nada de concreto, apenas ofendendo e gozando os ditos-cujos; enfim, um perfeito imbecil.

    ResponderEliminar
  11. TANTO UM COMO O OUTRO...sao uns perfeitos anormais

    ResponderEliminar
  12. A Culpa do tratado de Lisboa porreiro pá, foi do PC?
    De Tratado de Maastricht foi PC?
    do BPN foi do PC?
    Da destruição da agricultura e da industria foi do PC?
    CaVACO NÃO TEVE NADA A VER COM ISSO, NÃO SÃO SANTOS MAS TAMBÉM NÃO SÃO OS QUE COMEM AS CRIANÇAS AO PEQUENO ALMOÇO, O ARCO DA GOVERNAÇÃO COME O PEQUENO ALMOÇO DAS CRIANCINHAS

    ResponderEliminar
  13. O Fascismo levanta cabeça com este governo.
    Cena - Joaquim Fernandes filho do mui" ilustre" terratenente"Menino de Ouro", no caixa do supermercado, só teve intervenções a desproposito e de má criação.
    Não basta ter 10 000 hectares incultos e ainda goza com quem trabalha agrário absentista salazarento.
    Intitulam-se de Dr. estes excrecencias humanas e frequentam a missa, nem a doença e o ter uma filha deficiente o faz humano, vai morrer um animal como sempre foi esta besta

    ResponderEliminar
  14. A culpa do PCP é nunca ter renunciado aos milhões de assassinados pelo Estaline.
    Ainda hoje tem saudades da URSS.

    O que o PCP quer é muros...e o bloco de esquerda pinta-los

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não fosses cretino o que gostarias de ser?

      Eliminar
    2. enrabador de URSSes, os tais que são fascistas ao contrário

      Eliminar
  15. Domingo vou votar CONTRA AS TROIKAS!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Domingo vou votar na PUTA QUE OS PARIU A TODOS

      Eliminar
  16. E eu também e voto BLOCO DE ESQUERDA!

    António Gomes

    ResponderEliminar
  17. Essa tá boa

    o Partido comunista constrói muros e o bloco de esquerda pinta-os :)

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.