quarta-feira, 23 de abril de 2014

Esta quarta-feira em Évora

Às 18H na Biblioteca Pública de Évora abertura de Exposição

Abertura da Mostra Bibliográfica comemorativa dos 40 anos do 25 de Abril "A revolução na imprensa local e nacional", na Sala de Exposições da BPE.

Às 18H e 21,30H no Auditório Soror Mariana


Integrado nas comemorações dos 40 anos de 25 de Abril.
Documentario"48" de Susana de Sousa Dias
Sessão às 18:00 e às 21:30.
http://auditorio.blogspot.pt/2014/04/quarta-feira-23-abril-2014.html

Às 18H, no Palácio D: Manuel, inauguração exposição "Qualia"


A Câmara Municipal de Évora inaugura no Palácio de D. Manuel, no próximo dia 23 de abril, quarta-feira, pelas 18 horas, a exposição “Qualia”, da autoria da artista plástica sueca Erika Dahlén, numa organização da Fundação Obras. A cerimónia de inauguração contará com um momento de poesia, recitada a cinco vozes e em cinco línguas diferentes, simultaneamente, de um poema de José Rodrigues dos Santos, que aborda o silêncio e a falta de comunicação entre as culturas europeias.
“Qualia” é um termo filosófico para a qualidade subjetiva das experiências conscientes. Um termo para os sentimentos ou experiências para além do que é possível descrever em palavras: como o perfume de uma flor ou o experienciar de uma obra de arte. “Qualia” é como experimentamos o nosso mundo quando estamos conscientes. Ou, nas palavras de Daniel Denett (1942), "Qualia é um termo desconhecido para algo que não poderia ser mais familiar para cada um de nós: a maneira como as coisas nos parecem". Para Erika Dahlén, “Qualia” refere-se às qualidades silenciosas da arte visual. E é isso que ela tenta comunicar com esta exposição.
Erika Dahlén refere que o seu trabalho “está enraizado num profundo fascínio de como somos capazes de comunicar de uma forma tão abstrata como através da arte. Estou interessada em como uma obra de arte se transforma num ser - tanto como um objeto físico, como um processo dentro do observador. E como a obra é recriada numa interação entre o observador, o espaço e a luz”.
Para esta exposição Erika Dahlén (Suécia) fez um laço gigante de tiras de cortiça (27 metros de comprimento) iluminadas, atrás, por uma luz fluorescente. É uma exploração da fronteira entre a pintura e a luz, entre a realidade e a perceção. O laço sugere uma escrita numa linguagem sem palavras ou uma notação coreográfica.
https://www.facebook.com/events/297017580456778/

Às 18,30H, na "É neste país" inauguração exposição de Manuel Dias



A É Neste País e Manuel Dias gostariam de vos convidar para a inauguração da exposição “Desenhos anos 70/80” de Manuel Dias. Integrado nas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril. No dia 23 de Abril pelas 18:30 com Nuno do Ó.

Às 23H, na Praça do Giraldo, concerto com "Bicho do Mato"


Diversas iniciativa e concerto alusivo ao 165º aniversário da Sociedade Harmonia Eborense com os "Bicho do Mato".

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.