domingo, 27 de abril de 2014

ALENTEJO AI SOLIDÃO



fomos celeiro da nação
toda a nação o sabia

mas por que faltava pão
onde o pão se produzia?

o povo tinha razão
mas protestar não podia
porque vinha a repressão
por razão dar-lhe razia

foi esta contradição
dominante até o dia
em que o celeiro da nação
disse basta à burguesia

e entendeu dar o pão
áquele que o produzia

só que atrás duma ilusão
outra ilusão surgiria
:
temendo o poder vilão
que aquilo que o povo queria
era mais do que ter pão

ataca na Secretaria
acaba com a produção

-produzir gera alegria -

hoje o celeiro da nação
volta a ser terra bravia

António Saias (aqui)

2 comentários:

  1. Se o mais rico de Portugal é negociante de cortiça, porque razão é o Alentejano o mais pobre de Portugal?

    ResponderEliminar
  2. Cabeça de lista do PS ao parlamento europeu,no camarote ao lado de um Mafioso ...........estamos conversados............assistindo a um jogo de futebol.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.