sexta-feira, 7 de março de 2014

"Sonos falados" no Museu de Évora



Em 2014 serão celebrados os 104 anos da declaração e reconhecimento do 8 de março como Dia Internacional da Mulher. 
Sonos Falados é um projeto artístico de carácter colaborativo que conta com a participação de 104 mulheres de setores profissionais distintos. 
A proposta consistiu em distribuir por um conjunto heterogéneo de mulheres uma pequena almofada e colocar-lhes o desafio de fazer uma intervenção plástica na mesma ( pintura, costura, colagem). 
A almofada enquanto objeto é o local físico onde são depositados diariamente os sonhos, as ansiedades, os medos e as ambições que se vão encadeando diariamente. 
O desafio foi assim um convite a tentar representar simbolicamente o seu depositário de sonhos e/ou medos, isto é, deixar sobre a almofada as formas que contornam algumas das suas preocupações ou sonhos. (nota de imprensa)

2 comentários:

  1. Com estas almofadinhas, pintura, costura, colagem!?
    Ou com as aplicações de feltro, as coberturas de bolos, as massagens na cabeça, o ioga do riso anunciados para a Arena !?
    Assim se marca em Évora o 8 de Março? Em 2014????
    Simone de Beauvoir nasceu em 1908, morreu em 1986. Muitas outras Mulheres nasceram e morreram antes dela. E hoje nós marcamos o 8 de Março com almofadas, feltros e massagens na cabeça ????
    Digam-me que não estou bem informada e que há outra Évora, por favor.

    ResponderEliminar
  2. Na verdade não está bem informada ! Em Évora decorreu ontem a inauguração de uma exposição de pintura na Junta de Freguesia, o lançamento do livro de uma mulher, na Srª da Saúde, hoje às 8 da manhã no Mercado do Bacelo vais estar presente a eurodeputada do PCP, Inês Zuber, às 11 horas decorrerá um desfile entre o largo das alterações e o Largo Luis de Camões. Um pouco pela cidade vão decorrer outras iniciativas como a inauguração de uma exposição de pintura de Elsa Gaspar no Armazém 8 , espaço que acolhe às 22 um espectáculo com mulheres, na Zorra , às 18h,inauguração de uma exposição de pintura .O que está anunciado para a arena é uma iniciativa das trabalhadoras da câmara para trabalhadoras da câmara. O que temos nós a ver com isso ? Nada! Querem fazer trabalhos manuais e bolos? Pois que o façam ! Cada um celebra o Dia da Mulher como bem entende.Umas acham que merecem ser mimadas, outras optam pela luta, outras expressaram nas almofadas os seus sonhos, outras ficarão em casa com as famílias porque assim também se sentem realizadas como mulheres, outras (os) ficar-se-ão pelo teclado do computador a criticar os outros que fazem alguma coisa.... Não há apenas uma forma de assinalar o Dia da Mulher. Melhor seria que não houvesse necessidade de continuarmos a assinalá-lo.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.