terça-feira, 18 de março de 2014

Évora: é estranha esta sensação de se estar num fim de ciclo quando ele ainda mal se iniciou


CJ a sua análise parece-me errada, as seitas caraterizam-se pela desmedida e irracional crença em algo que nos é superior, os eborenses situam-se exatamente no pólo oposto, o da descrença, o de não acreditar na palavra dos que os governam.
Os que não aderem às politicas que se definem para a cidade não é pelo facto dos "administradores da polis" estarem noutra corrente politica, é porque existe uma enorme descrença e desconfiança na qualidade das mesmas.
No inicio do mandato da anterior gestão, os eborenses acreditaram e parrticiparam na vida colectiva da cidade o que deixou de acontecer à medida que começaram a ver caír uma a uma as boas razões que os haviam mobilizado.
O que se nota agora, neste inicio de ciclo, é a mesma incapacidade para mobilizar os eborenses, patente na segunda metade do ciclo anterior. É pois estranha esta sensação de que se está num fim de ciclo quando ele ainda mal se iniciou.

Anónimo
18 Março, 2014 12:45

21 comentários:

  1. Muito bem observado. Já tinha comentado isto com alguns amigos. Há uma sensação de cansaço, que esta câmara é a continuação do que era antes. Até a conversa parece a mesma. Não há uma frase mobilizadora que mostre que se está no inicio dum novo ciclo. Será que se está?

    ResponderEliminar
  2. A podridão dos últimos DOZE ANOS foi tamanha,se isso não bastasse a Brutalidade das politicas da Troika levam a maioria dos Cidadãos a perder a ESPERANÇA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que mais uma vez a culpa é dos outros?

      Eliminar
  3. O cansaço é geral no País,este Povo perdeu a Esperança,deixou de acreditar ..................................................................................

    ResponderEliminar
  4. A classe politica já não mobiliza os Portugueses................................................................................................................................................................................

    ResponderEliminar
  5. Jornalistas,analistas,Politólogos e outros que tais a frase mais ouvida é consenso.

    ResponderEliminar
  6. Pois foi.
    Em 2001, junto com o Euro, foi uma grande crença nos gatunos.
    Foi a excelência.
    Foram três mandatos de desgraça.
    E agora é a ruína.

    Com o erário público negativo, só dá para pagar as dívidas, andam os cretinos à procura de nova crença.
    É como diz o Cavaco, o que é preciso é "esperança".
    É como diz o Coelho, o que é preciso é "gerir a expectativa".
    É como diz a igreja católica, o que é preciso é fé, esperança e caridade.

    Agora os cretinos querem querem mentiras novas,
    Grandes bestas.

    Façamos votos que a CDU nunca se transforme numa quadrilha de gatunos iguais aos do bloco central.
    A CDU é a reserva de competência e honestidade que nos resta.
    A CDU é a ultima trincheira da civilização, contra a barbárie.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 17.55

      um pouco de humildade e respeito pelos outros ficava-te bem. mas já percebemos que a arrogância é a única fortaleza que tens.

      Eliminar
  7. @18:23
    Arrogância da verdade.
    Arrogância da lucidez.
    Arrogância da razão.
    ...
    É daí que nos vem a fortaleza.

    ResponderEliminar
  8. Só uma coisa melhorou (e acredito que vai continuar): A limpeza. Os mesmos funcionários mas mais zelosos que no tempo do Ernesto....embora coçadores de micose até ao tutano. O que se compreende. 500 ou 600€ por mês?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os mesmo funcionários, certo? Mais zelosos? Porquê de repente mais zelosos?Acabou a sabotagem, vamos lá trabalhar um pouco, não é?

      Eliminar
  9. Melhorou a limpeza e não só...
    Também melhorou a relação com as instituições, os cidadãos e os trabalhadores do município. A forma de trabalhar, com total transparência e participação de todos, não tem nada a ver com o tempo dos amiguismos e dos fretes feitos por debaixo da mesa às escondidas da maioria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 9:24

      Quem diz? Um secretário ou um utente?

      Eliminar
    2. A velha questão de matar o mensageiro, para esconder a incapacidade de aceitar o conteúdo da mensagem.
      E, no entanto, a mensagem é bem clara... e VERDADEIRA.

      Eliminar
    3. Comigo que sou cidadão não mudou coisa absolutamente nenhuma com os comunistas. Os funcionários da CME (que já quase são tantos comos os munícipes) é que estão melhor, mais à vara larga. De resto, a cara de frete que o Presidente faz quando está junto de empresários ou responsáveis por institutos públicos (IEFP, CCDR, ETC) mete dó. Aquela cara de monca mula na reunião com a Embraer é de bradar aos Céus. Coisa mais nhurra e geradora de inimizade politica com instituições várias, deve ser difícil arranjar.

      Eliminar
    4. 17:51
      Porra que a AZIA não há meio de passar!...

      Eliminar
    5. Qual azia qual caralho. Temos que mamar estes momos e prontos!

      Eliminar
  10. 22:02

    Tens que te habituar. É assim a democracia. Quando um está no poleiro os outros mijam-lhe nos pés. Não foi o que fizeste aos que estavam antes de ti?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O comentário do aziado não tem nada a ver com democracia.
      Aquilo que está escrito é apenas fel e veneno, sem sentido nem conteúdo.

      Eliminar
    2. És sabujo, tá visto.

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.