terça-feira, 25 de março de 2014

Amanhã na UE, debate: “EXISTE UMA CULTURA EUROPEIA?”


A Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS) vem até Évora debater sobre se ‘Existe uma cultura europeia’, no âmbito do ciclo de debates “Presente no Futuro – Portugal europeu. E Agora?”, que em Setembro levou 1200 pessoas ao liceu Pedro Nunes, em Lisboa. Esta sessão, iniciativa conjunta da FFMS e da Universidade de Évora, realiza-se na próxima quarta-feira, dia 26 de Março, às 17h, no Auditório do Colégio do Espírito Santo, em Évora. A entrada é livre e gratuita e não é necessária inscrição prévia.
Qual a estratégia que faz mais sentido hoje? A crise do Estado social dita a crise da cultura europeia? Existe uma clivagem cultural entre os países do Norte e os países do Sul da Europa? E qual o papel que a cultura desempenha na cidadania europeia? É preciso voltar a repensar e refletir o tema da identidade e cultura europeia.
Num debate moderado pelo jornalista José Manuel Fernandes, o Presidente do Centro Nacional de Cultura, Guilherme d’Oliveira Martins (depoimento em vídeo), o arquiteto João Luís Carrilho da Graça e o escritor e investigador Luís Carmelo vão refletir sobre diversas questões atuais e urgentes em torno da cultura europeia.
Estão confirmadas as presenças de Carlos Braumann, Reitor da Universidade de Évora, e de Marina Costa Lobo, Comissária do encontro Presente no Futuro.
Esta iniciativa enquadra-se no ciclo de debates “Portugal europeu. E agora?”, que a Fundação Francisco Manuel dos Santos realiza entre Março e Maio de 2014, em parceria com Universidades, Municípios, associações, espaços culturais e órgãos de comunicação, disponibilizando dados para reflexão e promovendo uma preparação fundamentada para as eleições europeias.
Destinados às várias camadas da sociedade civil, estes debates procuram aprofundar a discussão iniciada em Setembro, no encontro Presente no Futuro, cujas sessões poderão ser vistas em http://www.presentenofuturo.pt/portugal-europeu/sessoes-online/ .
Nota: Mais informação e material de apoio em http://www.presentenofuturo.pt/portugal-europeu/pos-encontro/prepare-se (nota de imprensa)

1 comentário:

  1. Essa FFMS não está ligada ao Pingo Doce que paga impostos na Holanda?
    Gostaria de ser esclarecido fatura aqui 4000 milhões e paga IRC na holanda, estes são os bonzinhos. Que se acham bons são sempre os piores. O povo que passa fome já não tem pachorra para vos ouvir

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.