sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

UE: eleições para reitor foram adiadas


"Foram adiadas as eleições para o cargo de reitor da Universidade de Évora, disse à DianaFm fonte da academia. Com a presença de 24 dos 25 membros do conselho geral, foram registados sucessivos empates, contou a fonte. De acordo com a mesma fonte, na terceira volta das eleições, o candidato mais votado não conseguiu a maioria absoluta. Um novo ato eleirotal tem de ser marcado para dentro de 30 dias úteis.", noticia a Rádio Diana.

11 comentários:

  1. MENTIROSOS........não contaram como tudo decorreu........estamos perante uma FARSA eleitoral.

    ResponderEliminar
  2. A comissão eleitoral desconhecia as regras.......foi uma VERGONHA.

    ResponderEliminar
  3. 16:07

    E como decorreu. Conta tudo. Conta como foi.

    ResponderEliminar
  4. "golpe de estado" na Universidade..........os homens de mão do Pinguismo prepararam tudo,as almoçaradas na dramática resultaram.

    ResponderEliminar
  5. Um dos candidatos abandona corrida.

    ResponderEliminar
  6. A Universidade de Évora acaba de bater no chão. É uma vergonha o que por ali se passa. Um dia chateio-me e conto tudo aquilo que por ali se passa. E depois processem-me ... mas a cidade abrirá os olhos.

    ResponderEliminar
  7. Se batendo no chão não é suficiente para contar o que sabe... será preciso bater onde, afinal?

    ResponderEliminar
  8. Alguém pode explicar o que se passa? Nem todos tem insiders la no albergue!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo das 17.47, não revelo já o que sei, porque não milito no anonimato. Deve saber que aquilo que aqui revelo é sempre baseado em testemunhos assumidos, documentos escritos e outras fontes identificadas e credíveis que tenho espalhados por diversos cantos e levam o seu tempo a reunir. E eu sou e ainda ajo como jornalista. Não me incomoda que me processem ( estou à beira dos 68 anos e relativamente perto do fim do prazo de validade), mas também não me quero apresentar de peito feito às balas.
      É verdade que «nem todos têm insiders lá no albergue» mas possuo muitos amigos que me contam o que lá passa, baseados numa relação confiança, que a minha condição de jornalista independente ao serviço de um grande órgão nacional me fez granjear ao longo de mais de duas décadas. Descanse que quando chegar a altura oportuna o divulgarei, sem prejuízo de comentar alguns episódios que ocorrerão durante os próximos trinta dias de espera.

      Eliminar
  9. Desta vez estou de acordo com o jornalista Frota,o que se passou hoje na Universidade foi mau de mais,e não foi por acaso o que aconteceu,infelizmente poderá ter sido o primeiro dia do FIM de uma instituição.

    ResponderEliminar
  10. Senhor Frota posso dizer-lhe que muito do que se passou hoje,foi planeado em almoçaradas na Dramática,mais a maçonaria está envolvida nesta trapalhada.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.