segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Évora: "Doze Meses de Boa Mesa" substitui "Rota dos Sabores"


A gastronomia, como fator identitário de uma região, volta a estar em destaque em Évora com a realização, ao longo de todo o ano, da iniciativa “Doze Meses de Boa Mesa”, da responsabilidade da Câmara Municipal de Évora. 
Assim, nos próximos doze meses deste ano, a oferta gastronómica nas temáticas do porco, das sopas, do borrego, das comidas de verão, da caça e da doçaria regional vai constituir um renovado pretexto para uma visita à cidade e ao seu território concelhio envolvente. 
Para os fiéis consumidores destas especialidades gastronómicas ou simplesmente para quem as venha descobrir e degustar pela primeira vez, as propostas presentes nos menus da quase meia centena de restaurantes (46) serão uns verdadeiros e intensos “Doze Meses de Boa Mesa”.
Esta iniciativa, da qual fazem parte ainda duas pastelarias, quatro lojas gourmet e uma wine shop, conta com a parceria do Turismo do Alentejo, AHRESP, confrarias, unidades hoteleiras e Rota dos Vinhos.
De salientar, que em Évora têm sido os profissionais da restauração, em estreita colaboração com a edilidade, quem tem, verdadeiramente, feito da gastronomia alentejana um produto turístico de projeção nacional e internacional, mobilizando-se, todos os dias do ano, para dar aos clientes os sabores mais genuínos da nossa terra. É a eles que Évora deve o estatuto de destino turístico gastronómico, ao qual já não se pode dissociar a alta qualidade do vinho, do azeite e de tantos outros produtos regionais.
O “Évora, Doze Meses de Boa Mesa” resulta da valorização global da dimensão cultural da gastronomia tradicional e da apreciação crítica dos aspetos das iniciativas passadas, desde logo da Rota de Sabores Tradicionais. O modelo agora em vigor reproduz uma estrutura temática anual, centrada na oferta gastronómica tradicional dos restaurantes aderentes de Évora e do concelho, bem como dos produtos locais promovidos em lojas gourmet e wine shops, à qual se junta um programa cultural específico, distribuído ao longo do ano e pontuado por ações públicas de promoção.

5 comentários:

  1. Aproveito para ALERTAR alguns profissionais da restauração,num maior Brio,a nivel de espaços e higiene,tornar os espaços mais atractivos e um maior cuidado no despejar dos lixos para os contentores(portas de restaurantes e pisos cheios de gordura).

    ResponderEliminar
  2. As esplanadas mais atractivas e LIMPAS.

    ResponderEliminar
  3. ACABAR com as PRAXES,já.

    ResponderEliminar
  4. AS Praxes são um GRANDE NEGÓCIO para as CERVEJEIRAS.

    ResponderEliminar
  5. E são, também uma alienação, ajudada pelos vapores etílicos...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.