segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Évora: 1900 famílias esperam casa, 151 têm prioridade máxima


“Existem atualmente 1900 agregados familiares inscritos nos serviços da Habévora, E.M., para atribuição de habitação social, sendo que desse total, 151 estão referenciados no Grau de Prioridade Máxima, 279 em Prioridade Grave e 44 em Prioridade Média/Grave. Recorde-se que em relação às inscrições para atribuição de habitação social em regime de renda apoiada, compete aos Serviços de Ação Social desta empresa receber todas as novas inscrições, gerir as inscrições já existentes e proceder à seleção dos inscritos de acordo com os graus de prioridade, formalizando as respetivas propostas de atribuição sempre que existirem habitações vagas e disponíveis e de tipologia adequada para atribuir” revelou a Câmara de Évora em nota de imprensa (AQUI).
Segundo a autarquia “para tal, é efetuada uma análise social da situação do agregado familiar do inscrito, com base nos critérios constantes da ficha de inscrição e posteriormente explicados mais em pormenor no relatório social elaborado para cada processo, tais como os rendimentos do agregado familiar, o estado de conservação da habitação e condição de utilização da mesma, o valor de renda que pagam, a identificação e caracterização dos problemas de saúde que afetam o agregado, existência ou inexistência de apoio familiar bem como a caracterização desse apoio, nível de sobrelotação, entre outros”.

Ainda segundo a Câmara de Évora -  que recentemente adquiriu através da Habévora 40 habitações à empresa HAGEN, Imobiliária, S.A., com o objetivo de reduzir a lista de famílias carenciadas inscritas nos serviços da empresa que aguardam atribuição de uma habitação social para arrendar - neste momento, “o parque habitacional da Habévora, E.M., é composto por 900 frações habitacionais e 54 frações não habitacionais”.

17 comentários:

  1. Para quando,Évora cidade Limpa e passeios sem buracos?

    ResponderEliminar
  2. Para quando,a Limpeza das árvores,na circular e avenidas?

    ResponderEliminar
  3. Para quando o arranjo dos passeios e rotundas entre as Portas de Avis e o Bacêlo?

    ResponderEliminar
  4. Para quando o REGRESSO dos mercados de sábado á horta das laranjeiras?

    ResponderEliminar
  5. Para quando o arranjo da Igreja de Santo Antão e das arcadas?

    ResponderEliminar
  6. Para quando a circular e ruas dos bairros SEM ERVAS?

    ResponderEliminar
  7. Existe muita habitação no centro histórico que foi renovada mas está afeta a más práticas e detidas por gente que prefere arrendar a estudantes com proveito de não pagarem impostos , pois nem recibos existem ou o que existe é o contrato de boca .

    Existe esquemas por alguns de perseguirem velhos assim que abandonam as casas reconstroem as mesmas e arrendam a estudantes , perguntem á porta da universidade quantos tem recibos legais !

    As casas novas em Évora e outras desocupadas por serem segunda ou terceiras habitações , chegam para as encomendas , só que durante anos a fio uns quantos construtores bem conhecidos desta cidade , fez o favor aos Eborenses de manipular por luvas gente do Estado !

    Tenham vergonha na cara , paguem impostos devidos e encostem-se à bola de ouro do Ronaldo e estadia no panteão do Eusébio , que o relógio do Portas vai da a hora com fogo de artifício só para alguns , claro !

    Portugal dos três F´s !

    FFF


    Jorge

    ( ciclista )

    ResponderEliminar
  8. 1900 familias sem casa,o PS em 2002 prometeu construir por ano 500 (habitação social),12 anos no poder......

    ResponderEliminar
  9. O Sucia não construiu habitação social?

    ResponderEliminar
  10. Despedimentos na Universidade.

    ResponderEliminar
  11. 1900 casas era mesmo o que o Sucia estava a precisar que a câmara do PS lhe comprasse.

    ResponderEliminar
  12. 1900 famílias sem casa?

    E, segundo o CENSOS 2011, há 6000 casas vazias, só no concelho de Évora, sem famílias para as ocupar!

    Esta é a IRRACIONALIDADE do sistema em que vivemos.
    Haverá alguém que seja capaz de resolver isto... sem ser com uma REVOLUÇÃO?

    ResponderEliminar
  13. 26 pessoas despedidas na UE,foi a prenda de ano novo que o Pingo lhe deu

    ResponderEliminar




  14. HESE de Évora ganharam em 2013 34000 euros por mês. Ganharam ou roubaram são 4 cardiologistas do hospital é fácil saber quem são os meninos.
    Ainda se fosse em S Marta, cirurgia cardio-toraxica~ainda vá lá.
    Ora os meninos cirurgias dessas não fazem, não sabem, sabem é levar o pouco dinheiro que devia ser em proveito dos doentes e não dessa cáfila

    ResponderEliminar
  15. Está em andamento uma "sangria" de cerca de 150 trabalhadores da Kemet. Há cerca de um ano, sindicatos e partidos fizeram grande algazarra e cantaram vitória. Onde estão hoje os sindicatos, os partidos e a CME?
    Vai ser um duro golpe para a cidade de Évora.

    ResponderEliminar
  16. As casas de renda social têm vários critérios(!): há pessoas com o salário mínimo social a pagarem 100 euros de renda... e há Srs. doutores e técnicos afectos aos partidos do poder na CME a pagarem poucas de dezenas de euros por mês... Depois, as casas não são objecto de obras e reparações pontuais. as pessoas que as habitam, e de poucos rendimentos, vêm-se na contingência de habitar em casas degradadas! É isto a solidariedade social?

    ResponderEliminar
  17. Para 23.55
    O senhor nao se apercebeu que o PCP roubou os Sindicatos aos trabalhadores?
    Sabe como o fizeram?
    Foram entrando de mansinho ao longo dos anos para as Direçoes dos Sindicatos,fingindo serem trabalhadores democraticamente eleitos...cada vez em maior numero,até conseguirem estar em maioria.
    A partir desse momento,os "cordeirinhos comunistas" tranformaram-se em "lobos comunistas"!
    Começaram entao a fazer a vida num inferno aos Dirigentes Sindicais(nao comunistas e sem partido).
    O mal-estar era tao grande que a maior parte nao aguentou e demitiu-se.Sobrando apenas aqueles com coragem pra defender os Sindicatos do saque comunista.
    Rápidamente foram saneados e expulsos por "VOTAÇAO DA MAIORIA" em reunioes de Direçao inventadas para esse UNICO obectivo.
    Violaram estatutos,e houve casos(Sindicato Funçao Publica,nas Portas de Moura)que SUBSTITUIRAM A FECHADURA do Sindicato para impedir o Coordenador em PLENAS FUNÇOES,de entrar no Sindicato!
    Isto era CLARAMENTE UM CASO DE POLICIA!
    Agora sao reis e senhor dos Sindicatos e os trabalhadores ABANDONADOS NOS LOCAIS DE TRABALHO
    ENTREGUES Á SUA SORTE E Á MERCÉ DOS PATROES.Note-se que os trabalhadores descontam uma cota mensal e alguns já há 20 ou 30 anos,para vir o PCP roubar-lhes o sindicato!
    GRANDE PCP AMIGO DOS TRABALHADORES.
    Á MERDA COM O PCP !!!
    assinado: um trabalhador.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.