domingo, 5 de janeiro de 2014

Eusébio (1942-2014)

aqui

Para ouvir: Eusébio, de Manuel Alegre, por Fernando Alves

Havia nele a máxima tensão
Como um clássico ordenava a própria força
Sabia a contenção e era explosão
Não era só instinto era ciência
Magia e teoria já só prática
Havia nele a arte e a inteligência
Do puro e sua matemática
Buscava o golo mais que golo – só palavra
Abstracção ponto no espaço teorema
Despido do supérfluo rematava
E então não era golo – era poema.

Manuel Alegre

10 comentários:

  1. Morreu um grande jogador e um HOMEM bom e Humilde.


    Até Sempre companheiro Eusébio.



    A M

    ResponderEliminar
  2. Abateu o Piso da entrada da Porta do Raimundo e parte da faixa de rodagem até ao Novo Hotel.

    A empresa construtora do Hotel DEVE imediatamente substituir as pedras de granito e recalcetar a faixa até ao Hotel.

    ResponderEliminar
  3. O próprio Hotel deve ter vergonha desta situação,não é o melhor cartão de visitas os acessos estar todo ESBURACADO.

    ResponderEliminar
  4. A fiscalização da cãmara MAIS uma vez FALHOU.

    ResponderEliminar
  5. ALERTA:

    A circular está cheia de pernadas dos plátanos.......Urge limpar as mesmas antes de acontecer algum acidente.

    ResponderEliminar
  6. Os Plátanos DEVEM ser Limpos.

    ResponderEliminar
  7. Deixar aqui comentários que nada têm a ver com Eusébio é uma enorme FALTA DE RESPEITO por este grande símbolo nacional.
    Façam o favor de respeitar o Homem, ok?

    ResponderEliminar
  8. Em relação ao passamento do Eusébio da Silva Ferreira.
    Tenho pena, claro que tenho!
    Mas...
    Para mim ele foi um grande futebolista, não sei se o maior; que dirá um Pinga? Ou um Travassos? ou um Matateu? Que dirão as gentes, do Rui Costa, ou do Figo, ou do Ronaldo, quando eles tiverem guia de marcha?
    Quanto ao símbolo de cidadania... estamos conversados. Coluna foi um símbolo de cidadania, não se vergou, não navegou em Salazarices, apoiou a Frelimo. A Briosa dos anos sessenta, com fantásticos jogadores, foi toda ela um símbolo de cidadania. Eusébio não! Foi um predestinado com os pés, nunca com a cabeça.
    E porque foi um predestinado com os pés, apenas; foi usado e abusado e não se apercebeu sequer.
    Os fascistas não gostam de gente que pense! Ou que pelo menos pense diferente.
    Três dias de luto nacional, com direito a comunicação ao país pelo corvo de Boliqueime? O mesmo que foi mostrar os Açores aos netinhos quando Saramago se foi?
    Como se deve estar a rir o Nobel!
    O pensamento mesmo redondo, é pensamento e o pensamento assusta os ditadores. A bola é apenas redonda, vai rolando ao sabor dos pontapés, daí a homenagem e as lágrimas de crocodilo!
    Eusébio foi um grande futebolista, sem dúvida! Por isso mesmo a sua memória não merece esta hipocrisia.
    Que descanse em paz.

    ResponderEliminar
  9. Foi-se a Amália, foi-se o Eusébio, foi-se a Irmã Lúcia, mas o Fado, Futebol e Fátima continuam de óptima saúde.

    ResponderEliminar
  10. Parece que todos, apesar do luto por Eusébio, estamos mais atentos ao que se passa na cidade de Évora do que o passamento do Eusébio.
    Que me perdoem, Eusébio foi, a memória dele perdurará, mas a cidade de Évora, queremos que fique mais perene como até aos dias de hoje e que melhore todos os dias...
    Quantos reis celtas, quantos imperadores romanos, quantos emires mouros, quantos reis católicos, quantos bispos e cardeais, quantos clérigos, quantos beneméritos, quanta arraia miúda lutou por uma Évora e um Alentejo melhor...
    Esquecê-los seria cobardia, mas estão mais na memória dos académicos do que no comum dos mortais...
    Alguns são lembrados em monumentos, estátuas,nome de ruas (Rua da Damas dos Cardeal)que perpetuam a sua memória e que apenas são lembrados quando os simpósios académicos se lembram deles.
    Mas Évora vive e terá de viver com as forças vivas que vivem o presente, tendo em conta o que os outros nos legaram e o que cá deixaram, apesar dos seus nomes estarem longínquos e raramente nos lembrarmos deles...

    António Gomes










    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.