quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

CME: um ano de comes e bebes


Em reunião pública de 15 de janeiro da Câmara Municipal de Évora:
Iniciativa gastronómica eborense “Évora, Doze Meses de Boa Mesa” já em preparação

O Município de Évora tomou conhecimento, na mais recente reunião pública de Câmara, da iniciativa gastronómica “Évora, Doze Meses de Boa Mesa”, que os técnicos da autarquia estão a elaborar, envolvendo também um conjunto de diversos estabelecimentos de restauração eborenses e entidades, para dinamizar ao longo do ano no concelho e assim atrair um ainda maior número de interessados em apreciar produtos de significativa qualidade.
A gastronomia, os vinhos e os produtos regionais constituem um dos mais importantes valores identitários da oferta turística de Évora, tendo a Câmara, ciente desta realidade, dinamizado nas últimas três décadas eventos gastronómicos. “Évora, Doze Meses de Boa Mesa” resulta, deste modo, de uma valorização global da dimensão cultural da gastronomia tradicional e da apreciação crítica dos aspetos mais relevantes das iniciativas passadas, desde logo da Rota dos Sabores Tradicionais. 
O modelo agora proposto reproduz uma estrutura temática anual, centrada na oferta gastronómica tradicional dos restaurantes e pastelarias com fabrico próprio aderentes de Évora e do concelho, bem como dos produtos locais promovidos em lojas gourmet e wine shops, a qual se junta um programa cultural específico, distribuído ao longo do ano e pontuado por ações públicas de promoção.
As temáticas gastronómicas previstas ao longo do ano serão as seguintes: Porco (janeiro e fevereiro); Sopas (março); Borrego (abril); Comidas de Verão (de junho a setembro); Caça (novembro e dezembro); e Doçaria Tradicional (todos os meses, mas com ações específicas em maio e outubro). Haverá também mostras temáticas, colóquios, iniciativas culturais diversas, visitas guiadas e outros eventos que surjam por iniciativa dos parceiros e operadores aderentes.
Nesta reunião, destaca-se também a aprovação por unanimidade da proposta para a Câmara de Évora integrar a parceria promotora da Feira de Emprego, Empreendorismo e Inovação prevista para os dias 19, 20 e 21 de março, no Jardim do Granito (Universidade de Évora), em conjunto com o Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, a Associação de Estudantes da Universidade de Évora, a ADRAL e a Universidade de Évora. 
Acordou-se ainda, por unanimidade, que a Câmara Municipal não irá aderir ao Programa de Rescisões por Mútuo Acordo implementado pela Administração Central, uma vez que este é bastante penalizador para os trabalhadores. Além de politicamente não se rever neste programa, a autarquia também não dispõe dos montantes de compensação inerentes ao processo.(Nota de Imprensa)

8 comentários:

  1. Carnaval 2014

    sugestões:retomar carnaval das escolas

    retomar as brincas em vários pontos do concelho

    Festa Domingo de Carnaval na Praça do Giraldo em parceria com a cãmara,junta do centro histórico e associações culturais

    (mostra de doces tradicionais da época,brincas ,bailes e marionetas)

    ResponderEliminar
  2. Musica no Jardim


    sugestões:maio a setembro,no coreto do jardim,bandas filarmónicas da região ao domingo.

    ResponderEliminar
  3. Enquanto houver "comes e bebes" estamos bem.
    O problema é se acabar a comidinha...

    ResponderEliminar
  4. Isso do horário de Trabalho, na Camara de Évora, a partir de 1 de Fevereiro é como?
    E esse Sindicatozito do Stal. diz o quÊ?!

    ResponderEliminar
  5. @18:57
    O problema não está no Sindicato mas nos bandalhos deste (des)Governo PSD/CDS que aprovam uma lei absurda e contraproducente, num momento em que há mais de 1 milhão de desempregados e um nível de emigração que já excede o registado nos sinistros anos 60.

    ResponderEliminar
  6. Duas mulheres suspeitas de
    tráfico de droga detidas em Évora
    Duas mulheres, de 37 e 60 anos, suspeitas de tráfico de droga, foram detidas, em flagrante delito, pela PSP de Évora e vão aguardar julgamento em prisão preventiva.
    A medida de coacção mais gravosa foi aplicada esta terça-feira, 21, pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Évora, tendo as suspeitas, já com antecedentes pelo mesmo tipo de crime, recolhido ao Estabelecimento Prisional de Odemira.
    Ambas as mulheres, residentes em Évora, foram detidas em flagrante delito no decorrer de uma investigação criminal por tráfico de estupefacientes.
    Durante a operação, a Polícia apreendeu 20 doses de heroína, dez doses de cocaína e 578,91 euros em notas e moedas do Banco Central Europeu, entre outros objectos.
    Finalmente!!!!

    ResponderEliminar
  7. 18.57

    Parece que a nota interna enviada hoje pelo chefe de gabinete do presidente da Câmara foi só fumo... ao contrário do que diz a nota parece que a Cãmara recuou e que vai assinar um acordo com o Stal, como a maioria das câmaras do país está a fazer, para que o horário continue nas 35 horas. Mas parece que o chefe de gabinete se antecipou e agora teve que se desdizer... Confusões de quem sabe pouco do ofício.

    ResponderEliminar
  8. 22:26

    Em vez de supor que alguém sabe pouco do oficio não seria preferível informar-se melhor sobre o assunto?
    Se o chefe de gabinete do Presidente emitiu a nota deve ter as suas razões. Porque não pergunta quais são antes de julgar ?

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.