segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Parabéns (também) a Ceia da Silva

Uma idosa bebe água de uma fonte, em Elvas, no Alentejo. Nuno Veiga/Lusa

Depois do Alentejo ter sido apontado pela "National Geographic" como um "destino obrigatório" em 2014, agora é a vez da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) anunciar que o Alentejo foi eleito como "destino preferido em 2014" e que o próximo Congresso desta entidade, no próximo ano - que este fim de semana juntou mais de 500 participantes de todos os ramos do sector, nos Açores - , se vai realizar em Évora.

18 comentários:

  1. Este senhor não DESTRUIU o Museu do Artesanato?

    ResponderEliminar
  2. Este senhor foi o melhor que podia ter acontecido ao Alentejo em termos turísticos! Ou preferiam continuar com os presidentes das regiões de turismo de Évora e Beja?

    ResponderEliminar
  3. Sim, o Ceia é um tipo capaz, muito trabalhador e com visão!

    ResponderEliminar
  4. Portalegre a região menos desenvolvida do Alentejo.

    ResponderEliminar
  5. Não foi certamente culpa do Ceia da Silva!!

    ResponderEliminar
  6. O Alentejo não merecia ter um Ceia da Silva à frente da ERT. Merecia alguém inteligente, capaz, com estratégia e que tivesse uma visão um pouco mais alargada do que o património, os hotéis e a belíssima gastronomia e os excelentes vinhos produzidos na região.

    Apesar do Ceia da Silva continuar a marcar pontos é sinal da excelência do trabalho de dezenas de pessoas, de projectos e de um magnífico património natural e histórico. O que seria do Alentejo com uma ERT gerida de forma inteligente e capaz...

    ResponderEliminar
  7. Xuxalistas! Ou chuchalistas?

    O ilustre xuxalista Correia de Campos diz que o PS não pode fazer alianças à esquerda, só à direita.

    Mas era de esperar outra coisa desta abencerragem que deambula pelo Parlamento Europeu?

    Outro notável xuxa ou chucha, Carlos Zorrinho escreveu no jornal Público de sábado, 30 de Novembro, sobre o título «Crises e Alternativas»um notável artigo Atente-se neste pedaço de prosa sobre os portugueses «... sem conhecer os portugueses não é possível conhecer Portugal." Américo Tomás não diria melhor...

    E acrescenta : "O nosso instinto de sobrevivência tornou-nos cidadãos do mundo. A aventura moldou-nos o carácter. Somos inventivos e criativos num contexto de sobrevivência.

    "Daí que não nos “inscrevamos”, excepto quando já não há alternativa. Que não tenhamos “medo de existir”, excepto quando a existência ela própria está em causa. E que sejamos subjugados por asfixia da vergonha e da desculpa, quando não nos deixam ser quem somos."

    "Poderá um país assim ser um país de replicadores? Jamais. A nenhum preço um português será competitivo numa linha de montagem. Nós resolvemos ou “saímos do filme”, mas não somos um povo para fazer de cenário ou de copiador em série."

    "E então como vamos sobreviver?"

    Ora nada mais nada menos como diz muito concretamente Carlos Zorrinho ,“com impulso criativo...”.

    Aqui está uma alternativa concreta ao problema da recessão e da estagnação, da dívida externa, da baixa de salários e pensões, do desemprego : o «impulso criativo».

    Há desemprego toma lá «impulso criativo», tens fome toma uma dose de «impulso criativo...»

    Um chazinho de "Impulso Criativo" resolve tudo...

    ResponderEliminar
  8. Então a ERT merecia quem? O Andrade Santos ou o Vítor Silva? Sim, porque o Ceia da Silva nem sequer voltou a ganhar, outra vez, o prémio da melhor Região de Turismo...
    A dor de cotovelo é enooooooorme!!

    ResponderEliminar
  9. Sabiam, que o Senhor Ceia está a fazer, tudo por tudo, para o próximo congresso do PSD seja em Portalegre.
    Que importância, terá tal acontecimento para o turismo no Alentejo?
    Será sim, uma maneira de enxovalhar os alentejanos.
    Estejamos atentos...

    António Gomes

    ResponderEliminar
  10. Ó Sôr António Gomes. Isso é mesmo comentário de quem nada faz!

    Não sei se o que avança é verdade ou mentira, nem interessa! Mas a ser verdade, claro que é bom para aquela cidade!!
    Enxovalhar os alentejanos?! Só mesmo na sua cabeça!

    ResponderEliminar
  11. O Sôr, deve ser mesmo alguém que beneficia das benesses (desculpe a tautologia)deste governo.
    Já agora, diga lá porque é bom para a cidade de Portalegre, tal acontecimento.
    Os hotéis e os restaurantes vão encher-se? Já agora sabia que os senhores do PSD, para darem o exemplo até já usam a lancheirinha proletária.
    E já agora, também, será das competências do Sôr Ceia, homem do PS, promover congressos do PSD?
    O Sr, não se sente enxovalhado por este governo, porque deve ser um previlegiado.

    António Gomes

    ResponderEliminar
  12. "O Sr, não se sente enxovalhado por este governo, porque deve ser um pre (i)vilegiado"

    O Sôr António Gomes é, de facto, muito à frente!! Peço-lhe que leia novamente o que escrevi (não o que a sua mente queria ler) e me explique de onde raio consegue extrair a ideia de que defendo este Governo!
    Falávamos de Ceia da Silva, lembra-se? E que eu saiba não é membro deste Governo!!

    Ó Sô António Gomes...então?

    ResponderEliminar
  13. O Ceia da Silva é um dos agiotas igual aos demais que por esta região abundam...
    Muito se fala no alentejo como destino, mas o que se faz por parte do governo e dos presidentes de câmaras e destas instituições?
    Nada, são postos inactivos sem ideias nem projectos, ordenados pagos com os esforços de cada um,...
    como é que podem meter estes tipos sempre nos mesmos lugares sabendo o que são?
    Muito engraçados os comentários anónimos de ( covardes) que vêem aqui defender quem nada faz pelo alentejo, antes pelo contrário: lhe chupa o sangue!
    ah!

    ResponderEliminar
  14. "O Ceia da Silva é um dos agiotas (...)"

    Proferir uma afirmação destas é grave. Mas para mim, que não migo para aí (turismo) sopas, é acima de tudo desonestidade e má fé.

    ResponderEliminar
  15. 12:20

    Então, já agora, diga-me lá: na sua opinião quem faz pelo Alentejo (só para a gente o ir conhecendo...)?

    ResponderEliminar
  16. O Manuel Figueiredo dá a cara, mas quem vem defender o Ceia da Silva, foge do diabo, como da cruz e anonimamente lá vai defendendo um senhor que sendo do PS, dá uma no cravo e outra na ferradura, como sempre foi apanágio do PS.
    Não sou comunista, não sou do PS mas sou de esquerda.
    E de esquerda era Nelson Mandela. Fiquem a saber, através desse homem bom, o que é ser de esquerda...
    Na Igreja Regina Mundi,(Igreja Católica) no Sweto, num belo vitral, já lá está como Santo...

    António Gomes

    ResponderEliminar
  17. eh eh eh
    Agora todos são Mandela! Mas só da boca para fora, porque nas acções estão muito longe dele.

    E dar a cara para dizer o que o MF disse, mais valia manter-se anónimo!

    ResponderEliminar
  18. Oh, homem cala-te que não dizes nada...

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.