segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Forum Eugénio de Almeida: uma grande exposição interactiva até 9 de Março

 

Fui um dia destes visitar a excelente exposição que está desde finais de Novembro na Fundação Eugénio de Almeida, em Évora. É uma bela exposição ligada às novas tecnologias e, sobretudo, ao papel relevante das novas tecnologias de informação. As diversas instalações "baralham" constamente aquilo que é a nossa percepção. Do som à imagem e à nossa própria localização no espaço tudo é posto em causa. Tive ainda a sorte de, nesta visita, ir acompanhado por dois jovens de 10 anos, que frequentam o 5º ano de escolaridade num dos estabelecimentos de ensino da cidade. Ficaram maravilhados, entreteram-se e exploraram a funcionalidade da maior parte das obras expostas: grande parte delas nem foi necessário serem explicadas - instintivamente descobriram como funcionavam e qual o seu significado.
Por vezes, diz-se que "no Alentejo não acontece nada!". Mas quantas vezes não temos mesmo "aqui à mão de semear" obras e inciativas importantes que, num provincianismo bacoco, desprezamos e a que nem ligamos? Julgo ser este o caso: pelas pessoas que vi na exposição, a maioria era de fora de Évora, nomeadamente muitos estrangeiros. É incompreensível se as escolas, os jovens e a população em geral não aproveitarem para visitar esta exposição - o que pode acontecer até ao dia 9 de Março - de dimensão internacional e que acompanha o que de mais moderno e original se vai fazendo, nesta área, um pouco por todo o mundo e que tem sido destacada como de grande qualidade e profundamente inovadora. (por exemplo aqui e aqui).
Interessante é também a exposição de fotografia, no rés-do-chão, "The Time Machine: o lugar das máquinas" que reflecte o olhar do fotógrafo Edgar Martins sobre o interior e exterior de 20 centrais hidroelétricas nacionais. Até 2 de fevereiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.