terça-feira, 17 de dezembro de 2013

35 ou 40 horas semanais?


Algumas Câmaras Municipais já começaram a trabalhar as 40 horas semanais, outras como a de Évora ainda mantêm as 35 horas (não se sabe até quando) e outras como a de Beja retomaram as 35 horas depois de terem implementado as 40 horas (aqui). Pelo meio providências cautelares e decisões judiciais. Horários um pouco à medida de cada uma das Câmaras. Por considerar que o aumento do horário de trabalho na Função Pública (ou noutro sector qualquer) é um verdadeiro contrasenso em tempo de desemprego e que esta medida só foi tomada por uma forte atitude revanchista de (maior ainda) punição de quem trabalha, julgo que a manutenção das 35 horas é essencial.  E que é profundamente desumano haver quem trabalhe 40 horas, gerando-se com isso uma profunda desigualdade entre trabalhadores da mesma área. Ou há alguém que não conheça essa velha reivindicação civilizacional de: para trabalho igual, salário (e horário) igual?

1 comentário:

  1. Isto é só o reflexo da rebaldaria que se vive neste país.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.